A vodka mais cara do mundo 2

Lembra daquele post da vodka mais cara do mundo que poderia virar seu xixi por um pouco mais de 2 milh√Ķes de d√≥lares? Pois aquela foi desbancada por esta aqui em baixo, que custa a nababesca fortuna de 3,7 milh√Ķes de d√≥lares! Ela tem o nome apropriado de “Billionaire”. A garrafa da vodka mais cara …

Leia maisA vodka mais cara do mundo 2

Um oceano de… Diamante? Isso mesmo!

N√≥s estamos acostumados a ver diamantes sendo usados por nobres e pessoas ricas, adornando lindos pesco√ßos de celebridades nas festas de Hollywood e em exposi√ß√£o em museus. Os diamantes s√£o pequenas pedras car√≠ssimas e o fato de serem altamente cobi√ßados pode ampliar o impacto de descobrir que no planeta Netuno, existem MARES DE DIAMANTES L√ćQUIDOS, …

Leia maisUm oceano de… Diamante? Isso mesmo!

Faca de safira

Olha s√≥ que legal esta faca de safira. Al√©m de bonita e altamente afiada, a l√Ęmina¬† n√£o apita no detector de metais. O cabo √© feito de osso. A l√Ęmina √© obviamente feita de safira artificial, desenvolvida especialmente para fazer lentes √† prova de arranh√Ķes e vidros de rel√≥gio que n√£o se danificam. Apenas o …

Leia maisFaca de safira

Kinderovo do Czar

Eu fui ali em baixo na padaria comprar um sonho para o café e durante o longo tempo que decorreu até eu ser finalmente atendido, acompanhei o martírio de um garotinho ao tentar convencer sua mãe de que ele merecia um kinder ovo. O kinder ovo, para quem não sabe é um doce. Um ovo de chocolate que vem com uma cápsula interna. Ali dentro vem um brinquedinho desmontável, que faz a cabeça de qualquer guri.

O moleque pediu, pediu, pediu insistentemente e eu ja estava ficando de saco cheio. A mãe negava-se solenemente a dar atenção ao garoto. Comecei a prestar atenção naquela cena. O menino, coitado, olhava com olhos compridos para o kinder ovo, que estava majestosamente sobre uma pilha de bonbons na boca do caixa.

A mãe não queria levar. Comecei a observar a mãe. Nova, uns trinta e dois no máximo. Ainda bonita, mas visívelmente cansada. Provavelmente ela saiu do trabalho e foi pegar o bacuri na escola. Olhei e não vi aliança. Naturalmente é separada. Provavelmente vive com a mãe e mais dois garotos. Eu sei isso porque ela tinha um cordão daqueles com bonequinhos que simbolizam os filhos. Eu ali, só observando.

O moleque enchendo a porra do saco. L√° pelas tantas, ele amea√ßou fazer uma manha. Sabe aquele choro fingido? Sim, aquele era o √ļltimo argumento. O golpe derradeiro quando nada mais d√° jeito. O moleque mal come√ßou a manha e a m√£e olhou pra ele de um modo t√£o bravo que eu pensei que iria sair pancada ali mesmo.

Mas me deu pena do menino. Ele só queria um doce, coitadinho.  Ficou engolindo o choro e olhando para o kinder ovo.

As pessoas em volta a esta altura j√° notavam aquela cena. Foi quando percebi um coroa ao lado, com uma cara que mais parecia o Magnum depois da gripe. Ele estava lentamente se aproximando. Ele vinha de butuca nas pernas da m√£e do molequinho. Em menos de um segundo eu tracei a radiografia daquele cara. Um coroa, naturalmente separado ou solteir√£o, meio passado mas ainda se achando garot√£o -a julgar pelo seu rel√≥gio de mergulho e roupas no melhor estilo “veja, eu ainda sou jovem!”.

O cara chegou para a caixa e perguntou quanto era o kinder ovo. Ele fez menção de comprar para o menino. O menino virou pra ele com a melhor expressão que eu já vi uma criança fazer pra alguém.

Antes que a moça do caixa pudesse dizer o preço, a mãe do garoto sacou uma nota de dez reais toda amassada do bolso e comprou o ovo pro bacuri.

O Magnum de S√£o Gon√ßalo ficou meio sem jeito, meio que pego no contrap√©. Olhou pra um lado, olhou para o outro, virou e saiu. Assim que eu consegui pagar meu sonho de creme sa√≠ pra rua para ver se o “Magnum” estava seguindo a mo√ßa, mas n√£o estava. Ela j√° tava quase na esquina. Andava r√°pido, puxando violentamente o menino pelo bra√ßo. pelo andar estava brava com a situa√ß√£o. Fora obrigada a pagar o doce para n√£o ficar na obriga√ß√£o com um velhote galanteador. O menino ia todo feliz com seu kinder ovo na m√£o. Pelo menos algu√©m ali iria conseguir comer o que queria.

O velho rabo de saia sumiu por a√≠ e eu voltei para casa com mais uma hist√≥ria pra contar. Fiquei no elevador pensando sobre o fasc√≠nio que o kinder ovo exerce numa crian√ßa. √Č claro que nenhuma crian√ßa quer kinder ovo por causa do chocolate. Elas querem a surpresa, um brinquedinho de pl√°stico chin√™s que ir√° se desmanchar em peda√ßos no dia seguinte, ou dependendo da crian√ßa, alguns minutos depois de montado.

O que nem todo mundo sabe é que a idéia do Kinder ovo não é recente. Ela remonta ao período de 1885 à 1917, quando Peter Carl Fabergé começou a construir ovos para os Czares russos.

Eis o gênio, Carl Fabergé

Os ovos Fabergé como foram chamados, são feitos de uma combinação de esmalte, metais e pedras preciosas. Disputados por colecionadores, os ovos de páscoa criados pelo joalheiro russo são admirados pela magnífica perfeição e considerados obras primas da arte joalheira.
Curiosamente, ou nem tanto, os ovos fabergé vinham com brinquedinhos para os Czares. O primeiro ovo foi encomendado pelo Czar Alexandre III como um presente de páscoa para sua esposa Maria Fyodorovna.

Exteriormente, ele parecia um simples ovo de ouro esmaltado, mas abri-lo, revelava-se uma gema de ouro, que dentro de si possuía uma galinha, que por sua vez continha um pingente de rubi e uma réplica em diamante da coroa imperial.

Maria ficou t√£o impressionada com o presente que Alexandre escolheu Fabergu√© como o joalheiro oficial da corte imperial russa e passou a encomendar um ovo a cada ano, apenas determinando que ele fosse √ļnico e contivesse uma surpresa.
A joalheria de Faberg√© prosperou, a prepara√ß√£o de um ovo chegada a durar um ano inteiro; assim que um tema era escolhido, um time de artes√£os come√ßava a trabalhar no projeto. No total, Faberg√© fez 52 ovos e a tradi√ß√£o continuou at√© Nicolau II, o √ļltimo Czar da R√ļssia, que presenteou sua esposa Alexandra Fyodorovna, com um dos ovos mais conhecidos hoje em dia, o Tricenten√°rio Romanov, que possui dezoito retratos em miniatura de todos os membros reinantes.
Dos 52 ovos produzidos, apenas 42 foram localizados. Isso significa que outros ovos Faberg√© -absurdamente valiosos – podem estar guardados em s√≥t√£os e por√Ķes do mundo, ou talvez tenham sido destru√≠dos ou derretidos pelos seus valiosos metais e pedras preciosas.
Vamos dar uma olhada nesses kinder ovos de rico e suas respectivas surpresas:

Muito mais a seguir…

Leia maisKinderovo do Czar

O maior diamante do mundo

O diamante era chamado de Pedra Vênus na antiguidade. Seu nome se deve ao brilho da pedra, que rivalizava com o brilho de Vênus. Como Vênus era a deusa do amor, o diamante acabou virando a pedra dos apaixonados.

O nome diamante prov√©m de uma origem grega -adamas – que quer dizer eterno, imut√°vel. Como rocha, os ge√≥logos sabem que o diamante √© a parte mais jovem da rocha vulc√Ęnica. Como j√≥ia os joalheiros sabem que o diamante tem seu valor de mercado determinado pela sua lapida√ß√£o. Ela pode ser redonda, oval, em forma de cora√ß√£o, navete, gota, corte esmeralda, princess e radiante. Qualquer que seja a lapida√ß√£o, os √Ęngulos precisam ser exatos, sim√©tricos e perfeitos em termos de polimento. Assim o diamante reflete melhor a luz.¬† As pedras que tem o melhor aproveitamento depois de lapidadas s√£o as que custam mais caro. Mas n√£o √© s√≥ isso que determina o valor final de um diamante. O pre√ßo √© definido tamb√©m em fun√ß√£o do peso exato da pedra e o numero de facetas lapidadas. Isso sem falar na cor. Os profissionais catalogam as pedras em uma escala que come√ßa em D (incolor) e vai at√© Z(diamante amarelo). Em geral, quanto mais claro um diamante, mais ele vale. J√° as cores nas letras X,Y e Z s√£o bastante raras e chamadas de Fancy Colors. S√£o os tons azul, vermelho, verde e rosa. Esses, n√£o raro atingem pre√ßos exorbitantes no mercado mundial de j√≥ias.

Um dos diamantes mais famosos que se conhece é o Hope.

Ele tem 44 quilates e se resume a uma pedra azul enorme que a despeito do seu nome, causou desgraças em sua extração e também desgraçou a família real francesa. O diamante Hope foi roubado na revolução francesa e logo depois encontrado. Um sultão turco obteve o diamante, deu para sua esposa e logo depois ambos perderam o trono. Muitos acreditam que o diamante Hope seja amaldiçoado.

Um outro diamante super famoso é o Amsterdã.

Trata-se de um diamante negro que foi encontrado num lugar secreto na √Āfrica do Sul. O Amsterd√£ pesava 55,58 quilates em, estado bruto. Ap√≥s sua lapida√ß√£o, ficou com 145 faces e 33,74 quilates.Este diamante foi a leil√£o na Christies em 2001 pelo pre√ßo de 351.000 dolares.

Mas o maior diamante do mundo (em breve, ap√≥s a lapida√ß√£o), segundo alguns jornais, √© esta pedra enorme encontrada na mina Letseng, na cidade de¬† Lesothoa, na¬† √Āfrica do Sul no in√≠cio desta semana.

Tem 478 quilates e é considerado um dos 20 maiores diamantes já descobertos. O diamante não foi batizado ainda e nem lapidado.

Leia maisO maior diamante do mundo

Fatos incríveis sobre as pérolas

Ent√£o aqui estou eu novamente em busca de algum assunto curioso o suficiente para trazer um pouco de bizarrice para o seu dia. Eu pensei em escrever sobre in√ļmeras coisas, mas enquanto pensava acabei olhando para uma imagem da Lisa Simpson aqui no meu Hd e notei o seu indefect√≠vel colazinho de p√©rolas.

P√©rolas. T√° a√≠ um assunto deveras interessante. Voc√™ sabia que uma p√©rola √© na verdade um tipo de corpo estranho que invade uma ostra e que √© recoberto com uma camada de carbonato de c√°lcio pelo molusco¬† para tentar isolar o ‚Äúinvasor‚ÄĚ?

Pois é. A ostra recobre a pedra ou grão de areia com esta camada que dá o aspecto brilhante ao material. Assim, ele passa a ter valor de uma gema e é altamente apreciado como uma jóia.
Nem todas as ostras podem criar pérolas. As ostras perlíferas vêm de uma família diferente, as Pteriidae. As pérolas cultivadas e pérolas naturais são obtidas dessas ostras, apesar de alguns outros moluscos, por exemplo mexilhão, também produzirem pérolas de valor comercial.

Segundo a Wikipedia, as p√©rolas de melhor qualidade no mundo encontram-se no Golfo P√©rsico (p√©rola do oriente). Existe tamb√©m extra√ß√£o na √ćndia e Sri Lanka, na Austr√°lia e na Am√©rica Central. As p√©rolas cultivadas s√£o produzidas em larga escala no Jap√£o.

O aspecto interessante da p√©rola √© que ela n√£o requer lapida√ß√£o nem polimento. Em 3500 anos antes de Cristo, no Oriente M√©dio, a p√©rola j√° era valorizada como um elemento e s√≠mbolo da pureza e charme feminino.¬† A p√©rola est√° presente tamb√©m na tradi√ß√£o Japonesa, onde eram usadas para confortar o cora√ß√£o e acreditava-se que a p√©rola tinha poderes sobrenaturais e medicinais, como ser capaz de interromper os efeitos de um envenenamento.¬†¬† Mas muito antes disso, ela j√° era amplamente utilizada no sul da √ćndia, porque as tribos antigas que viviam da pesca¬† utilizam as p√©rolas e se alimentavam das ostras.

Leia maisFatos incríveis sobre as pérolas

Se você não é highlander, vire diamante!

Os diamantes s√£o eternos. E ningu√©m quer morrer.¬† Mas √© triste constatar que de todas as certezas da vida, esta √© a mais certa: Voc√™ vai morrer! Ent√£o, tudo acaba, creia voc√™ em para√≠so com anjinhos, inferno com capetinhas (e todas as musas dos filmes porn√īs de todas as eras) ou num eterno recome√ßar, o …

Leia maisSe você não é highlander, vire diamante!

A maior esmeralda do mundo

A maior esmeralda do mundo foi apresentada em Hong Kong. Trata-se de um enorme pedregulho de 536kg e 125cm por 78cm e 55cm de profundidade. N√£o foi mencionado o pre√ßo estimado da rocha, mas como a esmeralda √© uma das pedras mais valiosas entre as gemas, o pre√ßo da pedra deve chegar a estratosfera. Segundo …

Leia maisA maior esmeralda do mundo