Sonho: Faces da Morte, com Amaury Jr!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode
Nessa noite bati o recorde de pesadelos. Eu estava numa festa em São Paulo quando apareceram uns vikings hells Angels e me confundindo com alguém me meteram a porrada de graça. Apanhava sem piedade e pensei, “porra, vou morreeeee!”Fiquei todo fodido no chão e fui ajudado pelo Amaury Jr. Ele me levou embora da festa e me chamou pra ir pra outra cidade “mais civilizada”. Fomos na lancha dele. Quase chegando na costa, a lancha da pane e começa a afundar. Amaury se desespera aos gritos, “eu não sei nadaaaaar”. E tenta me segurar, pra me fazer de boia. Antevendo que eu ia morrer num “Flash”, dei uma educada bicuda no saco dele e sai nadando loucamente para a costa. Nadei, nadei e a praia nunca chegava por causa da correnteza. Pensei porra vou morreeee! Mas continuei nadando. Horas depois eu, moribundo, cheguei na praia. Todos na lancha do Amaury morreram, menos eu. Andei pela mata perdido até uma estrada. Lá, consegui uma carona. O motorista tava bêbado. Ele ia me levar pra São Paulo. Ele dirigia a quase 160 por hora de modo totalmente imprudente. Eu pensei “ferrou, vou moreeeee” o carro bateu de quina num Fusca, perdeu a direção e porrou num barranco. Sai todo fodido, sangrando e vi que o motorista morreu. Peguei outra carona com a polícia rodoviária, que me deixou no aeroporto. Lá peguei um avião pra ir pra São Paulo. No meio do voo a aeronave deu pane e começou a cair. O povo gritando, e eu pensei porra vou morreeeeee. O piloto foi sagaz e não sei como fez um pouso de emergência num campo de futebol. Desci jurando nunca mais pegar um avião na vida.
Sai andando pela cidade procurando um telefone pra ligar, pedir ajuda e sair dali. Já era de noite e não tinha telefone no lugar. Um bêbado me disse que o telefone era na “mansão” e apontou uma casa espetacular toda iluminada. Fui lá. Tava rolando outra festa, mas essa tinha que tomar banho pra entrar por causa do covid. Fui tomar banho quando sai do box tinham roubado minha roupa. Fiquei peladão no meio da festa, na maior vergonha da paróquia, tentando achar um telefone. Quando achei, ele não estava funcionando.

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.