fbpx

animais, Curiosidades

Sabethe: O mosquito com design

Conheça o mosquito considerado o mais bonito do mundo.

Escrito por Philipe Kling David · 2 Minutos de leitura >

Mosquitos preservados em âmbar desde os tempos dos dinossauros mostram que esses insetos evoluíram muito pouco desde então, o que é um forte indício de que sua seleção natural chegou num nivel de “design” altamente funcional. Tal qual as baratas, algumas formigas, e libélulas, mosquitos parecem ter poucas variações em seu design, mas existe uma espécie de mosquito que é considerada por muitas pessoas como o mosquito mais bonito da Terra.

O mosquito bonito

Sabethes cyaneus , é uma raça tropical de mosquito que certamente pode ser chamada de “atraente”.

Encontrado nas florestas tropicais da América Central e do Sul, o mosquito Sabethes é uma raça esquiva famosa por sua cor azul iridescente e um tipo de “pelagem” nas pernas, feitas com escamas alongadas, localizadas na tíbia de cada perna do meio, em forma de “remos”. As duas patas traseiras arqueadas sobre o corpo do mosquito enquanto ele se alimenta também são impressionantes e ajudam a construir a aparência majestosa dos Sabethes. Maravilhar-se com a sua beleza é um privilégio, visto que esta raça é conhecida por ser extremamente arisca e difícil de fotografar bem.

Uma vez encontrei um mosquito bem incomum aqui na minha casa. Ele era um pouco iridescente, mas não como esse aí. Deu trabalho de fotografar o bicho pq ele é bem medroso.

“O mosquito responde ao mais ínfimo dos movimentos e às mudanças na intensidade da luz”, disse recentemente o fotógrafo da vida selvagem Gil Wizen à BBC . “Isso significa que você deve ficar muito quieto ao tentar fotografá-lo e também estar preparado para a fuga do mosquito se usar um flash. ”

As pernas peludas do meio do mosquito Sabethes são uma de suas características distintas, mas os cientistas ainda precisam descobrir seu propósito. Por um tempo, acreditou-se que eles desempenhavam um papel no famoso ritual de acasalamento dos mosquitos, mas experimentos mostraram que, quando os pelinhos foram removidos das pernas dos machos, eles continuaram a acasalar com sucesso. Por enquanto, tudo o que sabemos é que eles parecem ter algum papel no design corporal. Eu apostaria nesses pelos como algum tipo de sensor de movimento do deslocamento do ar, como algumas aranhas possuem uma pelagem com a mesma função, aumentando sua “consciência espacial”.

Como nas mais de 3.300 espécies de mosquitos conhecidas no mundo, apenas as fêmeas se alimentam de sangue, só o fazem quando estão para produzir ovos. O resto do tempo, eles se alimentam de néctar. Sempre que se alimentam, as patas traseiras se arqueiam para a frente, não como uma pose, mas porque as pernas são sensoriais, elas detectam o movimento e permitem que o inseto fuja em caso de perigo.

Apesar de sua beleza inegável, vale lembrar que o Sabethes ainda é um mosquito, portanto um vetor de doenças tropicais como a febre amarela e a dengue.

 

Eu fico ate meio constrangido de mostrar minhas fotinhos de macro do mosquito feitas em casa com lente fuleira que eu mesmo fabriquei depois dessas fotos dos profissionais da BBC, mas aqui está a minha. Certamente não é a mesma espécie, mas foi a primeira vez que vi iridescência num pernilongo. Você já viu algum assim?

 

Se você gostou dessas minhas fotos macro, dá uma olhada nesse outro post aqui, da morte de uma mosca. 

 

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Foto Gump do dia: A Cauda da baleia

em Curiosidades, foto gump do dia, incrível
  ·   16 segundos de leitura

Novas reações nucleares estão ocorrendo em Chernobyl

em Curiosidades
  ·   2 Minutos de leitura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.