fbpx

animais, bizarro, incrível

Ratinho no espeto. Tá servido?

Escrito por Philipe Kling David · 48 segundos de leitura >

Um prato muito apreciado na República do Maláui, ao sul do continente africano.

Ratinho no espeto
Ratinho no espeto

Eles podem ser cozidos, fritos ou apenas salgados para manter o seu sabor original. Ratos no espeto são apreciados e vendidos nas delicatessen das cidades. Graças ao estranho costume, toda uma cadeia produtiva de ratos no espeto surgiu. Não é mole capturar os pequenos camundongos em meio ao mato.

Caça ao rato
Caça ao rato

Embora muitos ainda sejam obtidos no mais primitivo mano a mano, hoje muitos capturadores de rato pegam os seus com armadilhas primitivas, como potes cheios de água enterrados. Os ratos caem nos potes e não conseguem sair, morrendo afogados.
Em geral, os ratos são capturados em meio às plantações de milho e a caça ao rato funciona equilibrando a balança alimentar nessas regiões, pois além de uma fonte de pura proteína, cada rato fora do circuito representa mais milho para a população humana local.

Fazendo o rango
Fazendo o rango

A República do Maláui é um dos países mais pobres do mundo e sua população de 12 milhões sofre com graves problemas de desnutrição, doenças e sazonal falta de alimento.

Fonte

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Ted Serios: O paranormal que gerava fotografias com a mente

em bizarro
  ·   9 Minutos de leitura

11 respostas para “Ratinho no espeto. Tá servido?”

  1. Isto me lembra a reportagem que passou numa emissora nacional, a mamãe plim-plim, sobre o pessoal do Haiti. Todo mundo sabe que o pessoal de lá está morrendo de fome, na mais desumana miséria, na maior vilaniq que um ser humano é capaz de suportar.

    A moçada lá não tem nem os ratos no espeto pra comer, comem uma mistura de barro, água suja e manteiga, na doce ilusão de ter algum “peso” no estômago. É de cortar o coração. Eu sinceramente não acho intessante a idéia de saber que tem gente morrendo de fome, comendo rato como se fosse iguaria e que isso fosse visto apenas como um esboço cultural.

    É uma pena.

    1. não sei lá no maláui, kamperbmx, mas em vários lugares do mundo o povo come cada coisa… tu já viu o “comidas exóticas”? é de revirar o estômago.

  2. philipe adoro as suas histórias a que eu mais gostei foi aquela da brincadeira do copo ,por favor conta mais dessas histórias 😀

  3. passei mal com esse post , eca , tenho pavor de ratos ,hamsters, poquinhos da india , smepre vomito quando vejo algum , vou ter pesadelos hoje !

  4. Nossa, isso me lembra o desenho Shrek, em que ele tá acampado com a Fiona e diz: Rato de Arbusto, feito no espeto.

    Sempre achei que fosse coisa de filme isso x.x

  5. Olás! Bom demais seu blog estar de volta.Ficar sem internet é chato mesmo…ôu, sei lá..Esta de comer rato do mato até que dá para engolir…^Não vejo problemas nisso aí.È um roedor como outro qualquer…O gosto deve ser até bom….Coelho,paca,capivara,Gambá,etc..Deve ser tudo muito parecido.O problema é a ligação que a gente faz com os ratos de cidade..,Aquele de esgoto Cheio de merda e doenças…Aquele sim é difícil de engolir.Bom,é isso aí.Vida longa para o Blog…

  6. hehehe, muito bom o post! sinceramente, não tenho e nem quero experimentar um desses…dizem que tem gosto de frango…alias, todos esses bixos “exóticos” as pessoas dizem que tem gosto de frango..cobra, cachorro, tartaruga e etc.

    Sucesso ae

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.