Pesquisador russo diz que Kennedy foi morto porque queria revelar ao mundo o problema dos ETs

Sharing is caring!

Começo este post com o video que retrata os últimos segundos de vida do presidente norte americano John Fitzgerald Kennedy. Todos os que tem um minimo de conhecimento de história sabem a importância de JFK para a história da humanidade. Se não sabem, deveriam saber, pois graças a ele, o mundo não foi destruído num apocalipse nuclear. Estivemos à beira do colapso nuclear algumas vezes ao longo da história da Guerra Fria. A manutenção da paz, durante alguns anos foi uma coisa amplamente desejada e pareceu um desejo utópico em muitos momentos. Kennedy também foi um presidente que trabalhou (limitado ás demandas de seu tempo, logico) para a corrida espacial, o que contribuiu indiretamente para muitos avanços tecnológicos que são corriqueiros nos dias de hoje. Sabe-se que foi em sua administração que o tratado de ploriferação nuclear foi delineado.
A morte súbita por assassinato deliberado que o vitimou em praticamente cadeia nacional de Tv ao 12:30 do dia 22 de novembro de 1963 nunca desceu guela abaixo de muita gente. Infinitos livros, filmes, documentários, entrevistas, revistas, sites e foruns estão dedicados a investigar as razões de sua morte.

O que mais tem é motivo para aquele suspeitíssimo assassinato de Kennedy. Entre a lista de bons culpados em potencial estavam a Mafia, a Klu Klux Klan, a própria CIA e agentes da KGB. Muita gente vê como motivo de desconfiança não somente a morte do presidente, mas também suas circunstâncias.
Lee Harvey Oswald foi detido 80 minutos depois do assassinato por ter morto um oficial da polícia de Dallas, J. D. Tippit. Ele foi acusado da morte de Tippit e de Kennedy. Curiosamente, Oswald sempre negou ter disparado contra o presidente. O caso de Oswald nunca foi julgado porque dois dias depois, enquanto era trasladado e custodiado pela polícia, Jack Ruby disparou um tiro a queima roupa e o matou na frente das câmeras de Tv. Ruby era um homem que segundo investigações posteriores, tinha contatos na Máfia. Há quem veja nisso uma espécie de “queima de arquivo”, atitude também conhecida como “apagar o bucha”.

Com a estranha morte do sujeito apontado como culpado, as investigações se complicaram ainda mais. Posteriormente, um outro “assassino” surgiu, dessa vez na forma de James Files, um cara que se auto declarou “o assassino de Kennedy”. Ele diz que atirou de um outro ponto, onde investigações mais tarde apontaram que poderia realmente ter vindo o tiro que esfacelou o crânio do presidente. O caso de Files nos leva a questionar se não era somente um doido querendo chamar a atenção, um cara que está ali para causar ruído, atrapalhando e distraindo os reais motivos daquela morte, ou realmente um culpado. Seja como for, o caso da morte de Kennedy ainda vai dar muito pano para manga e por tabela, vai vender muito livro e correlatos.

Foto da autópsia do corpo de J.F. Kennedy

Agora, recentemente, um pesquisador russo chamado Vladmir Vasiliev aponta que uma das razões da morte de Kennedy envolvia mais que questões mundanas… Envolvia o mistério dos UFOS.
Vasiliev diz que está de posse de um relatório que fala de um complô contra John F. Kennedy. Ele foi palestrante numa conferência chamada 15 Conferência Ufologica de Moscou.
A seu favor conta sua reputação. Vladmir Vasiliev não é qualquer um. Doutor em Ciências Econômicas, ele foi o investigador principal do Instituto dos EUA e Canadá. EM sua palestra, Vladimir lembrou que este nos EUA trabalhando em conjunto com um grupo de profissionais do governo americano, ocasião em que se aproximou do presidente Barack Obama com um pedido para desclassificar todas as informações hoje em poder do governo sobre o problema UFO.

Seu pedido gerou uma certa surpresa, porque diferentemente dos pedidos de desclassificação em curso ao longo dos anos, ele pedia acesso a aquivos secretos da NSA e do FBI, enquanto o foco tradicional dos pedidos de declassificação de informações costumam ser direcionados ao Departamento de Defesa e Agência Central de Inteligência (CIA). Segundo Vasiliev, a própria existência de uma base de dados relacionado a UFOs nas duas agências já é algo suspeito, até porque segundo ele, essas bases estão restritas à vista da cúpula política dos EUA.

Embora haja pouca esperança de que se publiquem os documentos mais importantes desses aquivos, ele vê relevância suficiente para uma confirmação indireta do problema UFO na vida política dos Estados Unidos. Essa foi uma afirmativa já corroborada anteriormente por Julian Assange o fundador do site “WikiLeaks”, quando disse que interceptara informações relacionadas à correspondência de Estado dos EUA e o Departamento de missões diplomáticas dos EUA. Assange achou coisas que ele menciona lacônicamente como “importantes e interessantes de mencionar “sobre os OVNIs.

Julian Assange, posteriormente enredado num caso de alegações de estupro e com tentativas de extradição do mesmo para os EUA onde seria julgado e tratado como um “terrorista”, já deixou claro que o material mais sensacional da “Wikileaks” ainda está esperando o momento certo para aparecer em cena, ou seja, “está nos bastidores”. Estima-se que esse material tão cabuloso seja uma espécie de garantia da sua segurança pessoal em caso de possível acusação ou mesmo a eliminação física. Como a história pregressa (e nada bonita) da CIA nos mostra, não é improvável que Assange esteja na mira de assassinos profissionais da CIA enquanto eu escrevo essas linhas.

Vasiliev abordou a questão “mistérios do Assange” e se debruçou sobre a análise de uma série de documentos que teriam vindo à tona quase meio século após o assassinato de John F. Kennedy. Segundo ele, esses documentos o levaram a crer que os eventos que culminariam com a morte de JFK em Dallas estavam muito diretamente relacionados com a questão dos OVNIS.
Na ocasião, Vladmir lembrou-se de um episódio já esquecido do outono de 1963. No dia 20 de setembro de 1963 num discurso de Kennedy durante a Assembléia Geral das Nações Unidas Kennedy sugeria uma proposta sensacional para a União Soviética – uma missão conjunta EUA-URSS para o programa Lunar. Estranhamente, esta era uma idéia contrária à abordagem que entrou para a história com o título de “corrida espacial”. A proposta de uma expedição conjunta ao satélite surgiu de surpresa, e mais incrível ainda foi quando o Secretário Geral da URSS Nikita Khrushchev concordou em em participar da tal missão conjunta EUA-URSS para a lua.
Entanto, dois meses depois, Kennedy não parecia mais disposto a “parcerias”. Aquela iniciativa do presidente foi logo esquecida, e só eseria relembrada no ano de 2009, quando dois documentos documento desclassificado de 12 de novembro de 1963 revelaram o episódio.
Isso ocorreu exatamente 10 dias antes da morte de John F. Kennedy. O primeiro documento era uma ordem para o diretor-presidente da NASA, James Webb para preparar até 15 de dezembro uma série de propostas para o programa conjunto das duas potências de colocar um homem na Lua. Curiosamente, a ordem surgia antes da iniciativa Kennedy manifestada na Assembléia Geral da ONU. O segundo documento é ainda mais surpreendente. Ela continha uma ordem expressa para o diretor da CIA John Makkonen, que deveria ser implementada antes 1 de fevereiro de 1964: A revisão de todos os arquivos secretos da CIA sobre UFOs e distinguir os fatos da realidade fenômeno.

Segundo Vladmir: “Qual é o pano de fundo das duas diretivas?”

Vasiliev sugere que se tratava de um risco de surto acidental de uma guerra nuclear entre a URSS e os EUA, desencadeada por um terceiro elemento, de natureza alienígena.
Naquele tempo, a USAF (Força aérea dos EUA) havia claramente estabelecido um padrão: UFOs vinham na maior parte das áreas do Ártico. No entanto, na tela do radar era difícil de distinguir um tráfego “de natureza incomum” de um lançamento de mísseis hostis em rota de impacto com os EUA. No radar o trafego era extremamente semelhante e isso causava grandes problemas e riscos. Segundo Vasiliev informou, documentos mostraram que muitas vezes, os militares deram o alarme sobre ataque nuclear, mas quem decidia uma ordem de contra-ataque é apenas o presidente.

Tudo isso levou a uma situação tensa na Casa Branca. Esse pano de fundo era o que tornava necessário fazer contato com o lado soviético para resolver o problema da aleatoriedade em uma guerra nuclear. Kennedy, aparentemente, queria negociar com a União Soviética para resolver o problema. Mas tudo se resumia a uma questão séria – a questão da realidade dos OVNIs. “As negociações com a União Soviética implicariam em dizer uma coisa a população mundial: Deve-se reconhecer o problema UFO como genuíno, o que em si é difícil” – diz Vasiliev.

“-Eu li um monte de documentos diferentes sobre o assassinato do presidente Kennedy,” – Vladimir relembra – “O fato de que o complô contra Kennedy hoje foi oficialmente reconhecido. Confirmou-se por uma comissão especial do Congresso dos EUA em 1976. A análise da Comissão mostrou que os tiros foram disparados de duas armas, portanto, havia dois atiradores. Era simples. Diretamente na área de Dallas, teriam participado pelo menos quatro pessoas. Análise dos filmes claramente demonstrou isso”.

No video há quem veja uma série de sinais que, suspeita-se, são indicativos de agentes infiltrados dando orientações para um dos quatro assassinos preparados para emboscar Kennedy naquele dia. Um deles é um homem no meio da multidão que sem mais nem menos, abriu um guarda-chuva preto. São coisas, obviamente, especulativas e de difícil comprovação. Mas Vladmir Vasiliev é um dos que vê nesse ato um sinal para disparar. Em seguida o presidente é alvejado por balas vindas de direções diferentes. As pessoas no local ouvem quatro tiros.

Mas a questão que não quer calar é: O que seria tão grave ao ponto de uma conspiração intrincada ser elaborada para eliminar o presidente dos Estados Unidos em seu próprio país?
Vasiliev assume que a motivação do assassinato ainda não está clara. Externamente, apenas uma pessoa ganhou com a morte de JFK – o vice-presidente Lyndon B. Johnson. Ele se tornou presidente dos Estados Unidos. Texas era seu estado natal, e por conta disso uma certa suspeita pairou sobre a figura de L.B. Johnson até sua morte.
Vasiliev não crê que o vice tenha encomendado a morte de Kennedy. Graças a documentos recentemente descassificados a que teve acesso, o pesquisador russo disse que gradualmente uma nova visão dos fatos que ocorreram naquela época sugeriram uma justificativa completamente diferente, e não menos espetacular para a misteriosa morte de Kennedy:

“Aquela viagem de Kennedy não era uma turnê puramente promocional do presidente. O Texas era o estado líder nos EUA, onde estava o centro espacial. Os discursos de Kennedy, em todas as cidades do estado de Houston a San Antonio mencionaram o programa espacial dos EUA. Não havia outro lugar melhor para revelar ao povo uma mensagem sensacional: “Nós não estamos sozinhos”.

Aparentemente, o centro de operações da CIA em Washington sabia que o presidente estaria preparando uma declaração dramática, e que ele tinha partido para o Texas não por acaso. – A região perto de Dallas é um importante centro industrial e militar da cidade de Fort Worth – diz Vasiliev. – Trata-se de uma zona com uma grande atividade ufologica. Ela está perto da região onde foram resgatados corpos alienígenas num acidente com um UFO, em Roswell. Se o presidente decidiu fazer uma declaração sobre o perigo UFO, o local não foi escolhido ao acaso.

É claro que as liberação deste tipo de informação contrariava muitos interesses. Havia pessoas que sabiam sobre a iniciativa de Kennedy e precisavam pará-la a qualquer custo. Se ele tivesse conseguido o que planejava, revelar à nação a verdade sobre discos voadores e civilizações extraterrestres – o curso da história da Terra certamente teria mudado. os tiros tinha um objetivo, impedir a possível aparição de Kennedy antes do fatídico discurso. O segredo não foi revelado, e aquela foi uma lição para muitos outros governantes dos Estados Unidos e também funcionou como um recado aos governantes de outros países: “A verdade sobre a natureza do fenômeno UFO não era para vir à luz.”

Vasiliev cita um detalhe curioso sobre a morte de Kennedy, um dado pouco mencionado, mas que consta dos autos de investigação. A carteira com seus documentos e o resumo de seu discurso sumiu misteriosamente após o assassinato. Foi roubado.
Quem conseguiria acesso a corpo do presidente para roubar sua carteira e o discurso em meio a comoção nacional com sua morte senão órgãos como a CIA?
Há ainda um outro detalhe que demonstra o poder das forças ocultas que teriam conspirado para a morte de JFK: Logo após a tragédia em Dallas, cerca de uma centena de diferentes tipos de testemunhas e participantes potenciais da conspiração foram assassinados em circunstâncias suspeitas, e entre eles está o Robert Kennedy, o irmão do presidente JFK, que estava empenhado em investigar a morte do irmão. Bobby morreu assassinado com dois tiros na cabeça. Vasiliev vê nisso mais que uma simples coincidência, mas uma indicação de que alguém estava meticulosamente apagando os rastros.

Vasiliev disse que vê na recente decisão (11/07/2011) de Obama de não interromper a “conspiração do silêncio” sobre UFOs como uma atitude bastante compreensível, porque, para o presidente, “há sempre o risco de morte, como o caso Kennedy já demonstrou”.

Pessoalmente, eu vejo nisso nada além de muita conversa, muita especulação de botequim e pouca prova. Quer dizer, o caso da morte de Kennedy é misteriosa? Lógico que é. Que havia uma conspiração para matá-lo, não há sombra de dúvida. A lista de grupos, instituições e pessoas que desejavam eliminar Kennedy era imensa… Mas daí dizer que é porque ele ia jogar a M* no ventilador quanto ao problema dos discos voadores, eu acho forçado pra dedéu!

Forçado… Totalmente, hehehe.

Fonte

Comments

comments

Luminária Ufo

22 comentários em “Pesquisador russo diz que Kennedy foi morto porque queria revelar ao mundo o problema dos ETs”

  1. Philipe, eu já tinha lido um extenso texto sobre o assunto, embora eu acho que o seu é mais imparcial que o outro que eu li. Falava sobre o Majestic 12. Você deve saber do que se trata…
    Mas acho coerente o motivo do assassinato segundo Vladmir Vasiliev.
    Acho que naquela época existia muita tensão política… pós segunda guerra mundial, e uma linha tênue separando a razão e loucura durante o período da guerra fria.
    Todos estavam pilhados e antenados para que não estourasse uma guerra.
    Mas hoje, as coisas são tão diferentes… talvez se o Obama tivesse aberto a caixa de pandora daria um rebuliço no começo…. mas…. sabe, as pessoas meio que não estão mais se importando tanto em parar para pensar na vida, na existência própriamente dita.
    Isso não é nem questão cultural, social….
    Os habitos hoje são diferentes. Eu acho que o Obama não morreria. Talvez ele fosse ridicularizado por formadores de opniões e ignorado…. talvez,….. pois se ele tivesse morrido, aí sim a coisa ia ser levada a sério.

    Mas hoje, a midia, a industria do entretenimento coloca a questão UFO tão na fantasia, que a reação das pessoas sobre esse assunto não causa tanto vuco vuco como antes, quando tudo era novidade.

    Se em um dado momento uma frota alienígena resolvesse aparecer e pairassem no ar, imóveis, alheios, observadores; a reação das pessoas seria mais de susto momentâneo…
    Cada um ia ficar olhando pra cima, no geral ninguém ia parar o carro na marginal tietê para ficar contemplando belas naves interplanetárias….. pois o banco fecha às 4h em ponto, com ou sem ET. As crianças saem da escola às 12:30….. a reunião do dia é mais importante….
    Depois, com calma e um pouco de sossego, no conforto de suas poltronas, as pessoas iam querer saber detalhes sobre o fenômeno no jornal nacional, se não for sexta-feira é claro, por que tem a cervejinha com os amigos no final do expediênte.
    Depois de contemplar o céu um pouquinho no final do dia, as pessoas diriam “Bom, ..está na hora de dormir. Amanhã cedo tem minha aula de inglês”….. e por aí vai…. sabe?
    Ningém vai PARAR TUDO….. tres dias depois, as pessoas já estão ignorando aquilo tudo. Não vai haver revolta religiosa, manifestações da população exigindo explicações do governo….
    Acho que as pessoas hoje em dia estão mais preocupadas com o facebook que com qualquer outra coisa…. infelizmente….
    Mas só a atitude do Obama de querer se manifestar em relação a isso, já o torna um homem corajoso…. mesmo que não o tenha feito para preservar a própria vida….
    Muito bom o seu texto… parabéns.

    Responder
  2. De algum meio que podem ser muitos meios, civilizações superiores, extraterrenas ou extratemporais trouxeram novos conhecimentos para o planeta Terra a fim de que não fosse destruído – poderia ter sido se eles, os superiores não tivessem feito uma intervenção secreta – e isso foi devido à ciência destrutiva desenvolvida na Alemanha, guerra química, V12, e até a bomba atômica.
    Não é tão forçado assim. Outras raças inteligentes do cosmo podem realmente ter evitado a aniquilação completa desse planeta por pura obrigação. Se não há crise, eles logicamente não aparecem por aqui.

    Responder
  3. As Bolsas de Valores entrarão em colapso e se de fato eles existam (afinal, negar a existência de vida inteligente em um planeta qualquer é um paradoxo no qual negamos nossa própria existência) possivelmente, eles serão hostis como nós fomos com todas as sociedades humanas consideradas inferiores.
    Até aceito que possa existir uma sociedade alienígena a qual atingiu um grau evolutivo tão elevado – afinal se o Universo tem aproximadamente 14 bilhões de anos, pode existir uma raça inteligente com 1 bilhão de anos de evolução – a qual repudia a violência…mas, olha só com quem eles irão entrar em contato: com os humanos – a erva daninha do universo. Nós logo vamos guerrear com esse povo alienígena. Nossos genes amam a violência.
    Eu sou JOHN TITOR: conserto discos voadores e encontro Bósons de Higgs (VIoo – salvou-nos)!

    Responder
  4. Ei, é impressão minha ou na foto da cabeça do presidente dá a impressão que o tiro veio de baixo, já que a entrada da bala parece ter sido feita logo acima da testa. Então não seria o assassino o segurança que colocou a mão para traz, como que fosse atirar no presidente?

    Pela foto é inconcebível que o tiro tenha vindo de cima, já que ele estava com a cabeça abaixada durante o instante do tiro, tanto que a mesma se movimentou para traz por causa do impacto.

    Será que só eu vi isso?

    Ou estou enganado?

    Responder
  5. É um comentário mais retardado que o outro, ET não existe e nem nunca existiu, quem ta destruindo o planeta é o próprio homem, todo mundo sabe que Kennedy travava um duelo com Fidel e quem ganhou foi Fidel com a morte do seu inimigo número 1. Concluindo, Kennedy durou até tempo de mais, era o homem mais odiado pelos comunistas e a própria inteligencia americana apoiada pela oposição queria destitui-lo do governo…vão trabalhar seus
    retardados vagabundos!

    Responder
    • Quanto tempo do seu serviço foi gasto pra escrever esse comentário? Essa é uma das hipóteses levantadas. Sendo utópica, louca, idiota ou sei lá como você prefere chamar, é também passível de análise. Entendi que você não acredita em vida fora do nosso planeta. Mas, e se? Muitas coisa aqui e no universo foram descobertas porque alguém levantou uma dúvida ou hipótese. Quantos gênios do passado, que criaram coisas das quais não vivemos sem hoje em dia foram ridicularizados do mesmo modo? Pode ser idiota no seu ponto de vista, mas todas as opiniões devem ser respeitadas. Existem vários meios pra se fazer um comentário contrário a certo ponto de vista sem precisar ofender. Assim como estou fazendo agora.
      Só espero que você não seja um troll… 😉

      Responder
  6. O primeiro comentário, do Martini, realmente é muito pertinente. Mas, em termos de UFOs ou OVNIs, conforme preferirem, sempre é bom lembrar que existem mais especulações e boataria do que fatos ou provas.Muitos doa “avistamentos” de naves alienígenas (ou seriam ‘alienadas’???) acabaram resultando em projetos secretos dos governos, que; se aproveitando da cortina de fumaça extra-terrestre, conduzia seus testes sob o manto do segredo.

    Sempre é bom lembrar do paradoxo de Fermi: “se ETs existem, então onde eles estão?”. Relatos de avistamentos, encontros e abduções não são críveis, pois muitas das vezes as “experiências” das pessoas podem ser fantasias do próprio cérebro, como acontece com “avistamentos religiosos” ou “sobrenaturais”.

    Agora, se existe mesmo uma conspiração mundial para “acobertamento” de seres alienígenas e seus aparatos tecnológicos, dorçoso é concluir que essa foi a única ocasião, na história da humanidade, em que TODOS, sim, TODOS os países e seus governates entraram num entendimento e chegaram a um acordo unânime em “ocultar” os fatos… essa situação, de comum acordo mundial sim, é bem mais difícil de acreditar, do que nos próprios ETs…

    Responder
    • Discordo de:
      “relatos de avistamentos não são críveis” –> Há relatos e relatos. A questão de um relato não é se ele é crível ou não. Afinal qualquer pessoa pode alegar qualquer coisa e existem os que mentem deliberadamente para aparecer. No entanto, uma fatia substancial de relatos não provém de pessoas que querem aparecer. São relatos de controladores de trafego aéreo, pilotos, testemunhas de diversas profissões que não apenas não ganham nada com o que revelam, como algumas vezes até perdem, como foi o famoso caso do piloto japonês que foi demitido após desobedecer a ordem da companhia e contar que teve seu avião perseguido por um ufo nos anos 70. O problema o relato não é sua credibilidade. O problema do relato é que ele não é uma prova e não tem poder de comprovação sobre a HET (hipótese extra-terrestre).

      “Paradoxo de Fermi: Onde eles estão?” –> Eu poderia dizer: “Aqui”, dado o monumental volume de indícios, porém, sem provas, seria uma falácia. No entanto, lugar para aliens se esconderem é o que não falta. Segundo este atigo aqui, menos de 10% da superfície terrestre, 1% da Lua, 0,1% de Marte e 10-7% de Vênus foram examinados na resolução visível de 1 a 10 m. Isto deixa 99,96% da área de superfície do sistema Solar restando para ser examinada por possíveis artefatos [alienígenas]. Espaçonaves interplanetárias e telescópios terrestres fotografaram porções de alguns planetas e asteróides até a resolução de 20 km, mais algumas faixas em algumas luas de planetas exteriores na resolução de 1-10 km. Objetos enterrados ou submersos são indetectáveis com a instrumentação corrente. Grandes habitats artificiais no cinturão de asteróides pareceriam visualmente indistinguíveis de objetos naturais, especialmente uma vez que a própria população do cinturão está escassamente catalogada.

      “Acobertamento e TODOS os países e seus governantes entraram num entendimento e chegaram a um acordo unânime em “ocultar” os fatos” –> De todas essa é a mais equivocada. Primeiro porque há inúmeros governos que assumem a existência do fenômeno publicamente, liberando inclusive documentos militares de avaliação e pesquisa dessa fenomenologia. Segundo que o fenômeno ufo é considerado uma questão estratégica de defesa aeroespacial de praticamente todos os países, e dado que de fato, muitas aeronaves táticas foram confundidas com ufos, é natural essa tentativa de segurar ao maximo as informações.
      Entre eles:
      URSS, em 1969. O então ministro das Ciências foi à TV e admitiu que a União Soviética considerava o assunto UFO como muito sério e afirmou ser uma nova obrigação dos cidadãos soviéticos relatar às autoridades todas e quaisquer observações destas naves. Após o programa mais de 100 mil cartas foram recebidas com tais relatos, enviadas por pessoas de todos os cantos da URSS. Nunca mais o governo soviético tocou no assunto!

      Em 05-02-1997, o Governo Russo declarou na Academia Bandeira Vermelha da Defesa Anti-Aérea que: “Os O.V.N.I.’s existem e tem havido uma ingerência na vida Civil e Militar por parte desses visitantes”. Estavam presentes representantes políticos e militares (alguns Generais), além da F.S.B. (extinta KGB). Foram libertadas imagens de OVNI’s por parte do Governo Russo. Muitas dessas imagens mostram OVNI’s dentro e fora da atmosfera. Este material foi considerado secreto ou classificado durante muitos anos.

      França, em 1976. O próprio presidente Alain Giscard d’Estaing apresentou-se num programa especial de TV e confirmou que os UFOs existiam, que eram extraterrestres e que estariam se aproximando da Terra. Nesta oportunidade, perante a estupefata opinião pública, mostrou dezenas de fotos e filmes de UFOs sobre o país e fundou uma entidade oficial de pesquisas ufológicas, o Groupment d’Études des Phénomènes Aeriens (Gepan). O organismo está funcionando até hoje instalado numa sala nos arredores de Paris e sobrevivendo com pouquíssimos recursos. Seu director actual é Jean-Jacques Velasco, que esteve envolvido no Relatório Sturrock, que “ressuscitou” o assunto UFO nos meios científicos.

      Argentina, em 1978. Num arroubo de popularismo, o então Presidente argentino admitiu que os UFOs existiam, mas não entrou em detalhes. Hoje sabe-se que a Força Aérea Argentina tem um programa oficial e semi sigiloso de pesquisas ufológicas.

      Uruguai, em 1982. Um ex-presidente admitiu que os UFOs existem e confirmou a existência de uma entidade de pesquisas do assunto dentro da Forca Aérea Uruguaia, fundada em 1979. É a Comisión Receptadora e Investigadora de Denuncias OVNI (Cridovni), uma entidade aberta e mista de civis e militares, mas extremamente céptica – seus membros utilizam metodologia atrasada e nem sequer crêem em abduções…

      Brasil, em 1986. Durante uma intensa onda ufológica que durou vários dias de maio daquele ano e que culminou com o que ficou conhecida como a noite oficial dos UFOs no Brasil, o então ministro da Aeronáutica Octávio Moreira Lima admitiu que os radares do Cindacta e os dos aeroportos do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, estiveram detectando mais de 20 objectos não identificados com cerca de 100 m de diâmetro cada, entupindo as principais aerovias do país. Lima prometeu um relatório sobre o assunto em 30 dias,mas passados mais de 12 anos, tal relatório ainda não se materializou!

      Bélgica, em 1994. Em meio à uma fantástica onda ufológica que assolou o país naquele ano e seguintes, especialmente envolvendo observações de misteriosos triângulos voadores, o ex-ministro de Defesa da Bélgica, Brouer, admitiu que o assunto é serio e que a Forca Aérea iria pesquisa-lo oficialmente. Há rumores de que haja um centro de pesquisas estabelecido mas nada está confirmado.

      Chile, em 1996. O general e actual, senador vitalício Ramón Vega, amigo do ex-ditador Pinochet e de 9 em cada 10 militares do país, conseguiu levar o debate ufológico para os meios oficiais, com certeza forçado pela crescente onda ufológica que atinge o Chile e que inclui ocorrências em plena luz do dia sobre Santiago. Vega estimulou e conseguiu que fosse fundado o Centro de Estúdios de Fenómenos Aeroespaciales (CEEFA) dentro da Força Aérea Chilena. Este organismo é misto e o representante de UFO no Chile, Rodrigo Fuenzalida, toma parte em suas discussões e pesquisas.

      Espanha, em 1997. O país admitiu que os UFOs existem em varias ocasiões, a última delas há alguns anos. Desde 1993 a Forca Aérea Espanhola vem liberando pedaços desconexos de documentos oficiais sobre o assunto, o que levou ufólogos do mundo todo a suspeitarem de manobra política. Só casos menores e sem importância são divulgados, ainda assim distorcidos. Os casos mais complexos são sonegados.
      fonte: http://www.novaera-alvorecer.net/paises_reconhecem_ovnis.htm

      Se tantos países falam abertamente do fenômeno, como podem ser parte de uma conspiração para ocultá-lo?

      Responder
  7. Philipe, agradeço seus comentários. Acredito mesmo que toneladas de indícios, sem nenhuma prova concreta, equivale a nada. Não conseguimos ter uma visão mais clara e ampla desse universo que nos cerca? Sim, mas daí a dizer que ETs estariam justamente onde não podemos enxergar, ou pesquisar, Já é demais. Será que não daria para acontecer uma simples coincidênciazinha, não? E os prováveis ETs não teriam problemas em se mostrar, dado que seriam tecnologicamente mais avançados do que nós, por óbvio. Sendo assim, porquê se esconderem?

    Ademais, países que “admitem”, mesmo veladamente – como os EUA – a existência de OVNIs ou os OSNIs (submarinos, também) nunca exibiram um artefato, nave ou ser alienígena de fato. São fotos borradas, filmagens tremidas e depoimentos de pessoas sobre fatos “legítimos”, mas ocorrido anos atrás e foram mantidos em silêncio por “forças superiores”. Esses países “admitem” a existência alienígena por mera conveniência, para manterem seus segredos militares e desviarem a atenção do público de seus reais objetivos. Lembre-se de que a máquina de guerra nazista chegou a desenvolver máquinas com os mais variados formatos, como sinos, por exemplo, mas nunca admitiram que seriam “extraterrestres”.

    Sua pesquisa impressiona, mas sempre é bom lembrar que, mesmo não se tendo certeza dos ETs, não custa muito pesquisar sobre eles. Além de benefícios indiretos, eles podem acreditar na máxima “não acredito em bruxas, mas elas existem!”.

    Enquanto não apresentarem formas de vida e equipamentos legitimamente estranhos ao nosso planeta, prefiro desconfiar da sua existência… ou então, mesmo existindo, eles não se interessam em se apresentar à nós.

    Parabéns pelos comentários – mantenho os meus – e o importante, sempre, é o debate saudável.

    Responder
    • Meu ponto de vista é que essas coisas, por mais que não nos tragam provas concretas e irrefutáveis da HET, elas não podem ser deixadas de lado e consideradas delírios, enganos e fraudes peremptoriamente. Cada caso deve ser investigado com o máximo de critério científico possível, afim de desmistificar a questão e encontrar a realidade. Se esse produto da pesquisa nos levar a civilizações inteligentes vindo de algum lugar que desconhecemos, será uma descoberta revolucionaria que talvez signifique a última ferida narcísica da humanidade. Se revelar que o caso é só um erro-engano-fraude, será um a menos para produzir elocubrações.

      Eu não vejo aliens com “problemas em se mostrar”, até porque aqui mesmo, no Brasil, em Colares PA, nos anos 70 chegou a ter toque de recolher, dada a profusão de naves e ataques, o que inclusive culminou na operação prato da FAB, que registrou o insólito fenômeno em fotos e filmes, além de observações da equipe de campo, que em alguns casos chegou a ser “posta para correr” pelas naves, que conforme escrito no relatorio, “tinham comportamento inteligente e manobrabilidade desconhecida para a tecnologia civil ou militar da época”. (está tudo no relatório)
      Eu não tenho esta percepção de “por que eles não se revelam?” Penso que esta pergunta traduz o ponto de vista de nossa espécie, limitada a um padrão de reconhecimento científico estruturado que nos diz o que é a verdade. Porém, se uma civilização ignora nossos pressupostos do que é considerado realidade – e é lógico que seja assim, bem como devem ignorar também a estrutura geopolítica do nosso planeta, só separando o que é “terra” do que é “água”, – pode ser inconcebível para um alienígena a noção de que deve se apresentar a uma espécie subdesenvolvida em relação a ele. É como fazemos. Invadimos a floresta e não pedimos permissão e não nos apresentamos aos macacos. Talvez porque nem sequer pensemos que eles podem entender nossos motivos e interesses. Vemos aqueles seres como parte do ecossistemas em que imergimos. Talvez, do ponto de vista alienígena, seja a mesma coisa. Ou, talvez, se as teorias da conspiração forem baseadas em algo de real -e não temos dados que garantam e nem que refutem estas alegações – pode ser que alguma espécie já tenha de fato se apresentado, mas num nivel hierárquico tão alto que não temos acesso por sermos da “base da pirâmide”.

      Claro, tudo isso é teoria. Mas espero não estar invalidando a lógica, já que no desconhecido, só podemos contar com a lógica para nos guiar na direção da verdade. Também temos que nos amparar ao máximo em dados científicos. E esses dados, nos dizem que o espectro conhecido do nosso universo comporta, apenas em estrelas, um volume total superior a todos os grãos de areia do planeta Terra juntos. (tem um post sobre isso com os cálculos aqui no Mundo Gump)
      Se partirmos do pressuposto que um sistema solar produz inerentemente à sua existência um sistema planetário ao seu redor. Com tamanho volume de matrizes solares de todos os tipos e tamanhos, certamente pode haver muitos planetas terra por aí, variando clima, composição de gases, gravidade e inúmeros outras características que podem ser positivos ou negativos para a formação da vida. Muito provavelmente, a maioria desses planetas no cinturão de vida deve estar muito, muito longe do nosso sistema solar. Mas só na Via láctea, com 300 bilhões de estrelas, provavelmente deve ter mais que somente a Terra com condições de abrigar a vida. Mas os aliens potenciais desses planetas, interessa mais ao projeto SETI do que à ufologia, que se concentra mais nos conjuntos de fenômenos localizados aqui. Eu arriscaria dizer que uma parcela significativa do trabalho ufologico visa eliminar as possibilidades de engano, fraudes e efeitos corriqueiros, como satélites e meteoritos, deixando no balaio do “desconhecido” algo entre 1 a 4% do total investigado.
      Ao que parece, até o momento, este é um trabalho que não terá um fim até que algo extraordinário aconteça, tipo uma nave cair no meio de uma cidade e os corpos dos tripulantes serem analisados e seu DNA alienígena comprovado. Mas ainda assim, acho que vai ter gente duvidando.

      Responder
  8. Concordo com algumas de suas afirmações, e me permito divergir de outras. Mas, como o tema é muito amplo, possivelmente seria difícil chegar a um denominador comum. Acredito que nesse tipo de assunto, onde não se pode nem “provar” nem “negar” de forma 100% os fenômenos ditos ufológicos, resta a cada um escolher entre acreditar, ou duvidar. Pessoalmente, fico com os que duvidam, até que fatos mais convincentes venham a ser de conhecimento público. Sempre, claro, de mente aberta aos novos relatos que surgirem. E para que o debate não se estenda “ad infinitum”, nesse tema, vou encerrando por aqui.

    Mas me interessei muito pela sua maneira de abordar este e outros temas no blog. Debate aberto e busca de conhecimento. Sempre procuro por isso. Então, caro amigo de mente curiosa, você conseguiu mais um fã. São muitos assuntos e temas, que vou conferindo aos poucos. Mas volta e meia você verá um comentário do “John Doe”, que passou a admirar o seu trabalho.

    Fique na paz, com saúde e prosperidade (tá, me considero “trekker” também!).

    Responder
  9. Em minha paranóica opinião, acredito que o ex-presidente JFK foi morto porque iria divulgar a existência de alienígenas presentes no planeta Terra. Mas acredito também que ele foi morto porque iria denunciar a existência de seitas secretas com ramificações em todas as esferas do governo americano. Pra quem não acredita, acesse no You Tube: “O último discurso de JFK”.

    Responder
  10. JFK confessa domínio alienígenas: http://rebento.bugs3.com/videaud/Ejfkconspiret/index.html

    http://rebento.bugs3.com/MARCELE-SETE_Os_protetores_dos_aliens_grays.html

    O maldito covarde dominador que enganou a humanidade:
    08/11/2011 | Obama [USA] negou a existência de alienígenas.

    12/02/2011 | Norte americanos do FBI liberam arquivos com relatos de óvnis

    22/03/2007 | Franceses deixam público arquivos sobre óvnis

    18/02/2010 | Ingleses liberam arquivos com relatos sobre óvnis

    18/02/2010 | Reino Unido libera maior arquivo sobre ‘discos voadores’ do país

    14/08/2010 | Aeronáutica brasileira libera documentos sobre aparição de óvnis
    Read more at http://rebento.bugs3.com/MARCELE-SETE_Os_protetores_dos_aliens_grays.html

    Responder
  11. JFK – John Fitzgerald Kennedy | Denuncia Conspiração ET USA
    https://www.youtube.com/watch?v=qY0Q6XzOE1o

    AVISADO DESDE: Close Encounters of the Third Kind (1977)

    https://www.youtube.com/watch?v=j0bBUmZHb8o

    https://plus.google.com/117369046258657817093/posts/eri7uKfQHVY

    DO RE MI FA SOL LA SI = 7

    http://facebook.rebento.com/index.php/2015/04/13/do-re-mi-fa-sol-la-si-7/

    AS PEDRAS [ROCKS] DE ESQUINA, NA RUA DAS PALMAS

    https://plus.google.com/117369046258657817093/posts/Dah6CKYcGq4

    31 OUT 2015 | M1º A2º R3º C4º E5º L6º E7º

    À Flor Maravilhosa do Homem Soberano do Universo Justo

    https://www.youtube.com/watch?v=7q6Ug0zdLzE

    Desenho ET Censuradíssimo

    http://facebook.rebento.com/index.php/2015/05/11/desenho-censuradissimo/

    M1º A2º R3º C4º E5º L6º E7º

    http://facebook.rebento.com/index.php/2015/05/27/m1o-a2o-r3o-c4o-e5o-l6o-e7o

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoie este projeto

Criar este website não é uma tarefa fácil. Mais de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários e conteúdo próprio, demandam muito trabalho. Saiba como você pode ajudar a manter o Mundo Gump cada vez melhor e evitar que ESTE SITE ACABE
Ajuda aí?
MUNDO GUMP – © 2006 – 2020 – Todos os direitos reservados.