fbpx

bizarro, videos

Obedece a la morza: Aditivos para o seu pesadelo

Volta e meia alguns leitores me mandam coisas bem bizarras. Alguns joselitam e mandam coisas tão bizarras que eu nem posso publicar...

Escrito por Philipe Kling David · 36 segundos de leitura >

Volta e meia alguns leitores me mandam coisas bem bizarras. Alguns joselitam e mandam coisas tão bizarras que eu nem posso publicar aqui. Mas volta e meia algumas coisas dessas são tão bizarras que fica irresistível não postar. O Leozão manda “obedece a la Morza”. Desde rubber johnny que eu não tinha uma sensação de estranhamento deste naipe.

Aposto que isso dará uma nova dimensão aos seu pesadelo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SGNGd53CzFo[/youtube]

[youtube]http://br.youtube.com/watch?v=Stbeg6msOUk[/youtube]

Segundo a comunidade do treco no orkut:

Esse vídeo trata-se de um documentário que se chama Goddess Bunny, documentário super bizarro sobre Johnnie Baima, um cara que teve poliomielite na infância, e ficou todo deformado.
Pra completar a tragédia, ele foi estuprado e virou um traveco anorexico, e ator. Como se não bastasse ele entrou para uma seita satânica de nome Obedece a la morza.

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Mortes incomuns e bizarras do século XX e XXI

em bizarro
  ·   9 Minutos de leitura

27 respostas para “Obedece a la morza: Aditivos para o seu pesadelo”

  1. E pensar que o Laozão pretendia colocar uma foto da La Morsa num Slide dum trabalho de geografia que apresentaria para toda sua sala…

    Ainda bem que ele se contentou com La Morsa mesmo.

  2. [quote comment=””]Depois de assistir a esta merda, nada mais me impressiona!!! :([/quote]

    🙁

    Que grotesco!

    🙁

  3. Rapaz, é muita desgraça pára um ser humano só. Nasceu com polio, ficou deformado, foi estuprado, virou traveco… Só falou ser argentino e chamar Maradona :lol2:

  4. Philipe, vc esqueceu de mencionar que Johnnie Baima pertence a uma seita satânicA…. daí o nome “OBEDECE A LA MORZA”(o nome da seita)

  5. Na comuna desse trem, tem gente defendendo a base de xingamentos vai gostar de gente assim lá na casa do baralho, se eu encontro com ele a noite num cemitêrio arranco a primeira cruz que ver pela frente e estraçalho ele todo… x_x
    Claro nada a ver de le ter tido polio conheci uma moça assim que é super gente boa teve até um filho a doença não influenciou na vida dela… 🙂

  6. [quote comment=””]Hahahahaha pode crer. [quote comment = “”] Hahahahaha can believe. E era cego.[/quote] And it was blind. [/ Quote]

    WHAT THE FUUUCK?

    who was that guy?

    were is he?

    is he dead???
    what happened to him??

    Interistiiing :/

    Freeeky! :omg:

  7. Vi o vídeo dessa coisa no youtube, há quem acredite que o lance da seita é pura invenção d povo. Isso eu n sei, só sei que demorei séculos p/ voltar a dormir bem. Medo. Mto medo. :omg:

  8. Nem assistir ao ví 😐 deo completo, Essa desgraça deveria se matar, não serve para nada, tem coisa mais horripilar que esse andrôgino? se eu visse essa catástrofe da humanidade o mataria e daria o seu cadáver para as hienas comerem.

    Obs.: Como essa miséria tem um lindo cachorro? é sinal que o cão e os animais são a melhor companhia para o mesmo. No primeiro vídeo 1:25 até 1:29 o cachorro queria morder o braço esquelético da aberração.

  9. Pro cara que falou do cachorro.

    Meu cachorro não gosta de gente feia. =P
    É sério mesmo, se for uma criatura mais esquisita, suja, maltrapilha, ele parte pra cima mesmo. =P

  10. Q q isso? Puta merda hein, perdi 1:30 vendo uma coisa dessa (naum vi o video completo), q aberração mais feia, putzrila hein

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.