fbpx

bizarro, videos

O homem cigarra – Ou Leandro e leonardo da Mongólia

http://br.youtube.com/watch?v=6vkejOp9wOc Uma canção romântica na mongólia é algo bem diferente. Tente conseguir ver até o final com o som no ultimo volume....

Escrito por Philipe Kling David · 10 segundos de leitura >

[youtube]http://br.youtube.com/watch?v=6vkejOp9wOc[/youtube]

Uma canção romântica na mongólia é algo bem diferente. Tente conseguir ver até o final com o som no ultimo volume. Eu quase não consegui.

Fala sério. Esses mongóis…. Tsc, tsc.

Dica do Gustavo

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Ted Serios: O paranormal que gerava fotografias com a mente

em bizarro
  ·   9 Minutos de leitura

11 respostas para “O homem cigarra – Ou Leandro e leonardo da Mongólia”

  1. [quote comment=””]Pqp…. e a paisagem? Dá uma vontade irresistivel de conhecer a Mongolia…

    (mas falando sério, o cara faz esse som absurdo MESMO?)[/quote]

    Faz. Incrível, né?

  2. Eu curti pakas, enquanto eles arrotam sai um tipo de assovio que parece aquele apito de vendedor de algodão doce

  3. Os cantores da Mongólia são famosos por esse canto super grave de garganta. Eu já ouvi uma gravação de um (eu falei 1 mesmo) cantor Mongol que fazia até três vozes diferentes.
    Eles atingem notas tão graves combinad com a ressonância do seu próprio corpo que produz aquele “apito de vendedor de algodão doce”, que na verdade são os harmônicos produzidos neste pela voz do cara.
    Os monges do Tibet, que também são famosos pelo canto superhipermega grave comem gelo desde pequenininho para atingir essas notas graves (Esse método não é comprovado cientificamente).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.