Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Caraca, meu. Essa é Gump!

Você sabia que os soldados de Napoleão que eram prisioneiros de guerra passaram mais de uma década captivos em prisões britânicas?

Para passar o tempo, e para ganhar dinheiro, ao invés de praticar esportes, estes prisioneiros de elite faziam modelos de navios da Marinha fracesa… de ossos humanos!




Valia tudo. Os modelos de navio eram feitos de carne bovina, carne de carneiro, osso humano e qualquer osso se eles davam a sorte de encontrar. Os porcos em volta do campo prisioneiros de guerra também ajudaram a escavar os esqueletos humanos que foram enterrados em covas rasas. Depois de recolher os ossos dos prisioneiros mortos, os que ainda restavam vivos os ferviam para que eles ficassem limpos e os deixavam no sol para branquear e também para fazer os ossos ficarem mais frágeis, facilitando assim o trabalho de moldar e esculpir.

Além de ossos humanos, gado, e os ossos de carneiro, os presos fizeram uso do seu próprio cabelo para gerar o encordamento das miniaturas, e usaram papel de seda para criar velas. Em várias ocasiões, os visitantes do acampamento ( em parte moradores das proximidades e oficiais britânicos) foram pegos contrabandeando pedaços de carapaça de tartaruga, seda, ferramentas e pequenas folhas de metal para os franceses de usarem em suas miniaturas.

Para criar os cascos os artistas usaram ossos grandes. Os ossos menores eram usados para detalhes como armas e mastros. Alguns modelos ainda eram equipados com um mecanismo que permitia que o leme girasse , empurravam ferramentas ou velejavam de verdade. Os britânicos venderam a maior parte do trabalho, a fim de cobrir os custos de manutenção a longo prazo dos prisioneiros de guerra, ou davam as esculturas como presentes de alta categoria. Assim, navios originais acabaram sendo desviados para coleções particulares, e depois, surgiram em museus ao redor do mundo. Hoje, eles só podem ser adquiridos em leilões de somas fabulosas, por exemplo, em 2007, a casa de leilões britânica Bonhams vendeu o navio modelo Victoria por US $ 55.000.

fonte

Modelismo com ossos humanos

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

8 ideias sobre “Modelismo com ossos humanos

    • 3 de setembro de 2012 em 12:41
      Permalink

      E muito bem trabalhado tbm!

      Resposta
  • 3 de setembro de 2012 em 17:47
    Permalink

    Muito legal e bonito… Mas deve trazer um karma ruim para o dono.

    Resposta
  • 4 de setembro de 2012 em 2:07
    Permalink

    increíble

    Resposta
  • 6 de setembro de 2012 em 22:30
    Permalink

    Lindo, o nível dos detalhes é impressionante.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Related Posts