Mendigo´s fighter – Age of Heros I

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode


Hoje eu fui almoçar e no caminho vi que estão aumentando os mendigos aqui na Praça Mauá.
Isso é que é curioso no Rio. Bem ali no lugar onde param os ultra-caros transatlânticos que os gringos gastam os tubos para viajar, está uma pocilga lotada de escroques, putas, camelôs vendendo todo tipo de merda inútil ( a novidade tosca do momento são os porquinhos coloridos) e os mendigos.
Qualquer país levemente mais sério iria arborizar, urbanizar, assear e tudo mais com o final “ar” que uma prefeitura decente seria capaz de fazer para que os gringos tivessem uma sensação melhor ao chegar no Rio – a cidade Maravilhosa. Mas nós damos a eles um choque de realidade no melhor estilo George Romero.

Outro dia, eu estava voltando do almoço e ao passar ali na praça, eu vi que havia uma gritaria enorme e um bando de contínuos olhando. Parei pra ver. Era uma porradaria de mendigos.
Nossa, nunca imaginei que fosse tão legal ver mendigos se estapeando. Bem mais legal que ver telecatch ou boxe na Tv. Isso me deu outra idéia supimpa para criar um jogo que lançarei assim que meu PUTEIRO TYCOON me deixar milionário.
O jogo será Mendigo´s Fighter – Age of Heros I, e se tudo correr bem eu anço o Age of heros II e III com expansion packs.

Como será o jogo:

Você começa entrando no cinematic onde vemos mendigos ultra-realistas lutando até a morte ao som de um rock pesadão.
Sem seguida entra o crédito:

MENDIGO´S FIGHT – Age of Heros I

Daí vai para a tela de customização do seu mendigo.
Você poderá escolher uma série enorme de personagens já criados usando os controles direcionais ou criar o seu.
Para isso escolha primeiro o clã do seu mendigo. A escolha do clã afeta a jogabilidade diretamente.
Os clãs são:
Cachaceiro
Fugitivos de clinica psiquiátrica – também chamados de “birutas”
Loucos varridos – Não confundir com os birutas. Os loucos varridos são inimigos naturais dos Birutas.
Putas velhas
Boioletes recriminadas
Molecotes do sinal
Pedintes da rodoviária
Moradores dos esgotos
Viciado alucinado
Velhos do saco
Velhas da esquina
Disformes
Aleijão
Matusalém
Gigante bombado
Estivador demitido

Primeiro escolha o sexo. Mendigos homens são mais fortes. Mendigas mulheres, mais ágeis. Mendigos gays tem poderes especiais e mendigas sapatonas acumulam energia mais rapidamente.
Ao selecionar o sexo do seu mendigo, escolha a aparência dele. Nesta fase você opta por cabeleiras rastafaris ensebadas ou ninhos de piolhos espalhados para o alto como o cabelo do Don King.
Você pode escolher também careca raspada ( comum no clan de mendigos fugitivos de asilos psiquiátricos) ou cabeça pelada por doenças, que lhe dá alguns pontos a mais no item “aparência grotesca”. Os pontos de aparência grotesca ampliam seu ECA. O seu ECA é o seu potencial de grotescabilidade, isso é a sua capacidade de inspirar terror nos cidadãos normais. Quanto mais ECA você tiver, mais pontos ganhará e ao acumular X pontos poderá trocar por um item ou até mesmo poderá criar um novo item!

Por exemplo, você pode criar seu mendigo e no painel de aparência escolher feridas purulentas para recobrir seu personagem. Ali estão todas as mazelas da humanidade como aleijões, amputações, deformidades, dentes podres, queimaduras, elefantíases, lepras, além das classicas feridas com minhocas que mais parecem um pão doce com aquele creme em cima…
Lógico que seu potencial é reduzido à medida que você exagera na construção do personagem deixando-o excessivamente grotesco.
Se você cria o mendigo sem braços nem pernas, apenas o “cotoco” em cima de um skatinho ficará difícil de lutar com seu oponente só à dentadas. Mas em compensação, você ganha muitos pontos de ECA rapidamente, que permitirão turbinar seu skatinho infecto com lança-mísseis. Sacou?

Você escolhe depois a opção de barba ou no caso do mendigo gay, de acessórios como gilete, estiletes e seringas aidéticas.
Aí vai para a escolha da roupa. Nas opções de roupa, estão farrapos de todos os tipos, roupas clássicas, casuais, uniformes, casacos velhos, roupas sujas, cheias de lama, vestidos de noiva carcomidos, dejetos ou cheirando a bebida. Você poderá lutar peladão se for do clã doido varrido. Há ainda opções de tatuagens, colares mórbidos, cascão, piercings grotescos e cicatrizes horríveis.
O cheiro do seu boneco também pode ser customizado. Há o de vômito, a fragrância se sujeira, a fragrância de esgoto, a fragrância de perfume barato, A fragrância de cerveja ressecada e gordura no sol, além da a fragrância nauseabunda, o cheiro de podre, o cheiro de morto, o cheiro de urina e o indefectível cheiro de “cocô na calça”.

Em seguida, você escolhe entre poder ou arma.

“Poder” abre a janela pra escolher se você quer dominar as feras, ( um bando de vira-latas raivosos ou ratos, ou pior ainda, ainda baratas!) se quer ter o arroto nauseante de pinga , se quer jogar pedaços decompostos do seu próprio corpo no oponente, etc. E em “armas” você escolhe cabo de vassoura quebrado, bebê morto, garrafa partida, porrete, corrente, pedra portuguesa do chão, e até cocô!

Escolhido seu mendigo, você configura o teor alcóolico ou químico dele. Mendigos do clã dos mendigos de sanatórios sempre tem alucinações, visões duplas, etc.
Mendigos bêbados tem tonturas e é difícil se manter de pé. Mendigos loucos varridos podem ter dificuldade de achar o oponente. Cada escolha afeta a maneira pelo qual você lutará. O jogo usará a mais avançada tecnologia de pixel shader para simular alucinações e delírios, bem como alterará seu senso de proximidade e equilíbrio.

Combate – O combate se dá numa área urbana, então vale pegar a bolsa da dona que passa pra acertar na cabeça do seu inimigo. Jogar-se sem cima de carros para fugir dos golpes, etc.

A cada oponente, você ganha um território de esmolação. Cada território de esmolação cobre uma parte da cidade. Seu objetivo é dominar a cidade transformando-a num lugar melhor para seus vícios. A cada X inimigos mortos, você acumula um ponto de periculosidade. Ao somar quatro pontos de periculosidade, você terá a polícia, bombeiros, exército e até mesmo a SUIPA em seu encalço. O que dificultará o jogo.
Você tem uma energia limitada e cada golpe que você leva tira um pouco dessa energia. Para recuperar você pode escolher entre combater ou esmolar no intervalo dos combates. A escolha combater te leva ao segundo round, e a escolha esmolar te leva a um banco de praça, um ponto de ônibus ou uma porta de igreja, onde você tem três minutos para coagir, ameaçar e implorar por algum trocado. Mendigos com mais ECA ganham mais grana nesta hora. Mendigas com bebês mortos ou semi-inconscientes ganham também o bônus repulsa-pena e tem seus ganhos multiplicados por 2.
Comprar um bebê semi inconsciente ou morto custa o equivalente a três garrafas de cachaça.
A cachaça é a mensuração econômica no jogo e necessárias para você se manter vivo. Existem três tipos: da boa, da ruim e da péssima. A boa te recupera toda a energia, mas é cara. A ruim recupera metade e a péssima recupera só 10%.
A cada uso da cachaça, você perde dez segundos de zoação, tempo em que seus golpes demoram mais para sair.
Ao dominar toda a cidade, seu mendigo abre a opção game on-line, onde você poderá ambicionar outras cidades, desafiando os jogadores de todos os países para lutarem com você.
Apenas um mendigo estará de pé ( ou jogado no chão, como preferir) e ele será o King of fighter.

Comments

comments

13 respostas

  1. hauahuahuahauhau!!! eu compro….. recomendo a série “bum figths” ou aqui no brasil “violência urbana” muito a ver com esse joguinho….. hauahuahauhau!!! ou simplesmente o “Doni de Guaianazes” no youtube, e recomendo que o doni, seja um dos “chefões” do jogo, juntamente c o jeremias josé….. hauahuahauhauha!!!!!

    []’s

  2. A idéia é muito criativa…e acho que renderia um bom jogo mesmo, não fosse a hipocrisia social.
    Bem, o humor é meio doentio, mas eu entendi a reflexão(se é que teve alguma) por tras da brincadeira.

  3. É só mais um delírio urbano com um toque de crítica social velada.

    Mas se alguma produtora se interessar, a gente negocia os direitos do game design baratinho, hehehe.

  4. sabe pq porquinhos coloridos? por causa do ano novo chines com certeza sobrou porquinho por lá e mandaram tudo pra ca a preço de banan e cai na mao desses camelos.

  5. Adorei o texto, com tantos detalhes que realmente poderia dar origem ao jogo mais politicamente incorreto da história. Se eu soubesse fazer jogos em flash até te dava uma mão para lançar este.

    Mas o desenvolvimento dos personagens está digno dos melhores RPGs do mercado.

    Abraços

  6. adorei o seu blog, é muito original, eu também tenho um blog, eu criei ele hoje, e ainda está meio feinho, mas queria que você entrasse, desse umas dicas para me ajudar a melhorá-lo.
    gostei muito do seu blog :B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eu dei duro aqui

Com 15 anos de sangue suor e lágrimas, eu me esforcei para fazer um dos blogs mais antigos e legais do Brasil. Mis de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários, mais de 20 livros, canal, programa de rádio, esculturas... Manter isso, você pode imaginar, não é barato. Talvez você considere me apoiar no Patreon e ajudar o Mundo Gump a não sair do ar.
Ajuda aí?

Conheça meus livros

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.