Ladyhawke

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Eu ia escrever alguma parada aqui, algo sobre os filmes atualmente em cartaz, mas então meu windows media player começou a tocar “Love Theme – Ladyhawke” e acabei sendo teletransportado.

Voltei para o passado, quando vi pela primeira vez um filme sobre um homem que amava linda uma mulher, mas eles não se encontravam nunca, pois de manhã ela virava um falcão e a noite quando ela ficava humana, ele virava um lobo…

Quando um deles estava na forma humana, nunca conseguia ver o outro, que estava na forma animal.

Vocês conhecem Ladyhawke o filme? Um clássico da Sessão Aventura, que passa quase todo ano na Globo, SBt e etc. No Brasil ele tem outro nome, não menos legal:
“O feitiço de Áquila”

Realmente devo reconhecer que é uma obra prima. O filme tem uma história sensacional. Perfeito para dar uns beijnhos no cinema, graças a sua base romântica. Também uma fotografia bem maneira, efeitos legais, dinâmica e personagens com certa profundidade, algo um tanto incomum nos filmes hollywoodianos.

A trilha sonora é bem legal mesmo, que parece meio pop, meio antigo. A trilha é do Alan Parsons Project.

Eu acho que Ladyhawke é mais ou menos do mesmo ano de Highlander ( o um, único que de fato presta) e ambos fazem um par de filmes antigos porém inesquecíveis pela temática incrível porém arquetípica. Foi um período interessante do cinema.

Se por um lado Highlander nos leva a sonhar com a imortalidade, um desejo básico do ser humano de suplantar a inexorável sombra da morte, Ladyhawke nos leva a sonhar com a libertação de uma maldição: a transformação humana em animais, presente na maior parte das culturas e mitos do nosso planeta como castigo e punição divinas. Punidos pelo amor. Uma estrutura narrativa tão clássica quanto pode ser Romeu e Julieta ou mesmo Adão e Eva.

Vale a pena. Soube outro dia que saiu numa dessas revistas vagabundas de DVD o filme. Pena que não vi na banca, pois eu compraria na hora.

Bem, sem mais o que falar, este post acaba aqui.
Fiquem com este desenhinho meu do filme.

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

5 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.