Eco dome – Uma casa que lembra a do Yoda

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Lembra da casa do mestre Yoda em Dagobah? Ele vivia enfiado numa casa que aproveitava o espaço oco de uma árvore no planeta pantanoso. No interior, ela era quase totalmente orgânica.

Assim era a casa do Yoda do lado de fora

 

Assim era a casa do Yoda por dentro

Pois veja só se esta casa aqui, chamada Eco Dome, não lembra bastante a casinha do mestre Jedi em seu exílio:

A Eco dome é um projeto residencial que foi criado visando uma solução de baixíssimo custo e pequeno impacto ambiental. Rápida de ser construída, ela usa em grande parte os materiais que estão no próprio terreno.

A forma de construção é engenhosa e sua aparência orgânica é decorrente disso. Olha só a planta da casa:

Uma eco Dome tem cerca de 40 metros quadrados. Ela consiste de um domo central que se interliga a quatro nichos “filhotes”. Ela é pensada justamente para ser pequena, pois assim pode ser construída rápido e por pouca gente. Mas também é possível modularizá-la interligando outras eco-domes formando um complexo do tamanho que você quiser. Isso se chama Eco-cluster.

A casa é feita com um processo construtivo chamado superadobe. Pelo que eu entendi, são sacos de terra empilhados. Olha só o processo:

Seguindo a planta original os caras traçam na terra a área da casa. Depois com pás e picaretas cavam a mesma, para preparar ali as fundações. Essa terra retirada ajudará a fazer a casa.

Com sacos especiais feitos numa maquina que foi inventada no tempo da guerra, para fazer barricadas de terra (hoje o material ainda é usado para contenção em desastres naturais) os caras ensacam a terra seca. Os sacos são numerados e vão sendo empilhados seguindo uma ordem pre estabelecida no projeto. É como montar um quebra cabeça em 3d.

Tecnicamente nada impede que este processo venha a ser automatizado.

Os sacos vão sendo cuidadosamente empilhados e presos uns aos outros com uma coisa que parece ser um arame. Passagens de tubulações diversas são embutidos durante o processo construtivo.

Uma forma de compensado é usada para gerar as janelas e porta. E à medida em que mais sacos são adicionados, a casa começa a ganhar forma.

O sistema de construção em domo foi dominado primeiramente pelos romandos e se mostrou extremamente forte e eficiente, de tal maneira que muitos arcos romanos estão de pé até hoje, sobrevivendo a terremotos, tempestades, enchentes e toda sorte de cataclismas.

Depois que a casa está construída, o domo é recoberto com uma generosa camada de argamassa (eu acho que é argamassa) externa e internamente, que ajuda a aumentar sua resistência e faz parecer ainda mais a casa do Yoda:

O salão interno é iluminado naturalmente com uma claraboia. O pé direito do salão principal dá uma sensação de de espaço bem legal.


Outra grande vantagem do sistema Eco Dome é que ele permite que a casa reduza o consumo elétrico com calefação, pois a terra é um excelente isolante térmico, deixando a casa fresca no verão e quentinha no inverno. Coberta de neve ela parece um iglu:

O sistema da casa foi criado por Nader Khalili, que foi um arquiteto, lider de ações humanitárias, consultor das Nações Unidas e da NASA. Ele faleceu em 2008.

A Eco dome é apenas um dos vários projetos construtivos similares de Nader. Um dos mais interessantes é uma vila inteira, planejada para ser construída em situação de emergência para atender a desabrigados.O projeto de construção de Nader deverá ser o usado pela NASA para a estação espacial lunar.

 

 

Muito gostei eu!

fonte

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

5 respostas

Deixe um comentário para André Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.