Chocolate: Uma Jornada Do Cacau ao Doce Amado Mundialmente

Como que pode um negocinho ser tão gostoso, né gente?

O chocolate é um dos doces mais amados em todo o mundo, presente em diversas culturas e tradições. Desde suas origens antigas até se tornar uma indústria global, a história do chocolate é fascinante e repleta de curiosidades.

Origens

A história do chocolate começa com os antigos povos da Mesoamérica, como os maias e os astecas. Esses povos foram os primeiros a cultivar a árvore do cacau (Theobroma cacao) e a utilizar suas sementes.

Se você vê a novela, já está de SACO CHEIO dessa joça de cacau, mas como nem todo mundo curte um folhetim da Vênus Platinada, aqui está o cacau:

O chocolate é feito com a semente, que está dentro do fruto
Ele fica pendurado no tronco da árvore, meio que como uma jabuticaba gigante

 

Os Maias

Os maias, que viveram na região que hoje compreende o México, a Guatemala, Honduras e Belize, foram os primeiros a transformar as sementes de cacau em uma bebida amarga conhecida como “xocolatl”. Eles acreditavam que o cacau era um presente dos deuses e o utilizavam em cerimônias religiosas e como moeda.

Os Astecas

Os astecas, que dominaram a região após os maias, também adotaram o cacau. A bebida de cacau era consumida principalmente pela elite e pelos guerreiros, sendo valorizada por suas propriedades energéticas e afrodisíacas. O imperador asteca Montezuma II era famoso por consumir grandes quantidades dessa bebida diariamente.

A Chegada do Cacau na Europa

pelo menos isso de bom esse miserávi fez!

O cacau chegou à Europa no século XVI, trazido pelos conquistadores espanhóis. Hernán Cortés, um dos mais famosos conquistadores, foi quem apresentou a bebida de cacau ao rei Carlos I da Espanha. Inicialmente, a bebida não agradou ao paladar europeu devido ao seu sabor amargo. No entanto, ao adicionar açúcar e especiarias, o cacau rapidamente se tornou popular entre a nobreza espanhola.

A Evolução do Chocolate na Europa

Com o tempo, o chocolate passou por várias transformações e melhorias tecnológicas. No século XVII, a popularidade do chocolate se espalhou por toda a Europa, especialmente na França e na Inglaterra. Cafés que serviam bebidas de chocolate se tornaram centros sociais e culturais.

Inovações Tecnológicas

A Revolução Industrial trouxe inovações significativas para a produção de chocolate. Em 1828, o químico holandês Coenraad van Houten inventou um método para extrair a manteiga de cacau das sementes, resultando em um pó de cacau que podia ser facilmente misturado com água ou leite. Isso levou à criação do chocolate sólido, que conhecemos hoje.

A proposito, Nescau é melhor que Toddy. Agora, continuando  o post…

Em 1847, a empresa britânica Fry and Sons criou a primeira barra de chocolate sólida, misturando pó de cacau, manteiga de cacau e açúcar.

Parecia um tijolo de obra, mermão!

Poucos anos depois, Daniel Peter e Henri Nestlé, na Suíça, desenvolveram o chocolate ao leite, adicionando leite condensado à mistura.

A Indústria Global do Chocolate

No século XX, o chocolate se tornou uma indústria global, com grandes empresas como Hershey, Cadbury, Mars e Nestlé dominando o mercado. O chocolate deixou de ser um luxo exclusivo da elite para se tornar um doce acessível a todos.

Hoje existe chocolate de todo tipo qualidade, preço e marca que você puder sonhar

O Impacto Econômico e Social

A produção de cacau e chocolate tem um impacto significativo nas economias de vários países, especialmente na África Ocidental, onde a maior parte do cacau mundial é cultivada. No entanto, a indústria do cacau também enfrenta desafios, como questões de sustentabilidade e condições de trabalho nas plantações.

Curiosidades sobre o Chocolate

  1. Chocolate Branco: Embora chamado de chocolate, o chocolate branco não contém sólidos de cacau, apenas manteiga de cacau, açúcar e leite. Ou seja, “chocolate branco” é uma fraude.
  2. Chocolate é Saúde: Estudos mostram que o chocolate amargo, rico em cacau, pode trazer benefícios à saúde, como melhorar a função cerebral e reduzir o risco de doenças cardíacas.
  3. Dia Mundial do Chocolate: O Dia Mundial do Chocolate é celebrado em 7 de julho, uma homenagem à introdução do chocolate na Europa.

Seis curiosidades estranhas com chocolate

1. O Chocolate Mais Caro do Mundo?

O provável chocolate mais caro do mundo é o “La Madeline au Truffe” da chocolateria Knipschildt, nos Estados Unidos. Cada trufa custa cerca de US$ 250 (aproximadamente R$ 1.200). Esse chocolate luxuoso é feito com trufas francesas de alta qualidade e coberto com cacau Valrhona. A trufa é envolta em uma fina camada de chocolate escuro e apresentada em uma caixa de prata. Pra quem pode, amor.

 

2. A Maior Barra de Chocolate do Mundo

A maior barra de chocolate já registrada foi criada pela Thorntons plc em Alfreton, Derbyshire, no Reino Unido, em 2011. Pesando impressionantes 5.792,5 kg, a barra foi feita para celebrar o centenário da empresa. Essa gigante barra de chocolate entrou para o Guinness World Records como a maior do mundo.

3. Chocolate com Sabor Estranho

O chocolate mais estranho do mundo pode ser considerado o chocolate com sabor de alho. Esse peculiar chocolate é uma especialidade encontrada em algumas regiões da Itália e do Japão, combinando o doce do chocolate com o sabor forte e pungente do alho. Embora possa parecer uma combinação inusitada, não acho estranho que haja quem aprecie essa curiosa mistura de sabores, já que até para o mosca burguer tem um comensal.

4. Chocolate na Era Espacial

Os astronautas da NASA também podem desfrutar do chocolate no espaço. O chocolate foi incluído nas rações alimentares dos astronautas desde as missões Apollo. Hoje em dia, eles podem consumir chocolates em formas que não desintegram em gravidade zero, como o famoso M&M’s.

5. Chocolate mata cachorro

Embora o chocolate seja um deleite para os humanos, ele é tóxico para cães e outros animais de estimação. O componente teobromina, que os humanos metabolizam facilmente, não é metabolizado pelos cães, podendo causar envenenamento. Por isso, é importante manter o chocolate longe dos nossos amigos peludos.

6. Chocolate como Dinheiro

Lembra da moedinha de chocolate?

Os maias e os astecas usavam grãos de cacau como moeda. Eles valorizavam tanto o cacau que o usavam para negociar e pagar tributos. Um escravo asteca, por exemplo, poderia ser comprado por 100 grãos de cacau. Esse uso econômico do cacau demonstra sua importância cultural e material naquelas civilizações.

7. Chocolate Como Medicamento?

Na Europa do século XVI, o chocolate era considerado um remédio. Quando os conquistadores espanhóis trouxeram o chocolate para a Europa, ele era vendido em farmácias como um medicamento que poderia tratar várias doenças, desde problemas digestivos até fadiga. Sabe o que também era usado como remédio? Múmia! Sim, o defunto!!!

8. Museus de Chocolate

Escutura de chocolate no Museu do chocolate em Barcelona, Espanha

Existem vários museus de chocolate ao redor do mundo, dedicados a contar a história e o processo de fabricação do chocolate. Alguns dos mais famosos incluem o Museu do Chocolate em Colônia, Alemanha, e o Museu do Chocolate em Barcelona, Espanha. Esses museus oferecem exposições interativas e, claro, muitas degustações de chocolate. Vale à pena!

9. Chocolate na Guerra

Durante a Segunda Guerra Mundial, os soldados americanos recebiam barras de chocolate em suas rações. Essas barras, conhecidas como D-Rations, eram feitas para fornecer energia e eram muito duras para evitar que os soldados as comessem rapidamente como um deleite.

10. O Maior Ovo de Páscoa de Chocolate

O maior ovo de Páscoa de chocolate já feito foi criado em 2011 em Cortenuova, Itália. O ovo pesava incríveis 7.200 kg e tinha uma altura de 10,39 metros. Esse gigantesco ovo de chocolate entrou para o Guinness World Records como o maior do mundo.

BÔNUS GUMP- O Pum de chocolate

Acredite se quiser, existe uma pílula que faz seu pum sair com cheiro de chocolate. 

Conclusão

A história do chocolate é rica e complexa, refletindo mudanças culturais, tecnológicas e econômicas ao longo dos séculos. De uma bebida sagrada das antigas civilizações mesoamericanas a um doce amado mundialmente, o chocolate continua a encantar e deliciar pessoas de todas as idades.

Eu vou ficando por aqui, e se você gostou desse post, não deixe de dar uma olhada no MANANCIAL de outros posts de chocolate e de curiosidades que eu escavo diariamente, apenas e tão somente para o seu prazer!

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimos artigos

Gripado

O dia da minha quase-morte

Palavras têm poder?