A cadeira obscura – Parte 11

-Nossa comi pra caralho! – Disse Jamil soltando um arroto que mais parecia um rugido e ecoou pelas ruas escuras da cidade. -Também, com essa pança aí, você quase leva o velho à falência! – Riu o pai deles. -Vamos nessa que eu tô desmaiando aqui. – Disse Renato, entrando no hotel. -Seu Renato, que […]