Uma pedra com um conector elétrico: Uma história muito estranha

Em 1998, o engenheiro eletricista John J. Williams descobriu o que parecia ser um conector elétrico que estava saindo do chão. Curioso, ele começou a cavar e constatou o plugue de três pinos estava incorporado em uma pequena pedra.
De acordo com Williams, a pedra curiosa foi descoberto durante uma excursão numa zona rural da América do Norte, longe de assentamentos humanos, complexos industriais, aeroportos, fábricas e usinas eletrônicos ou nucleares. Embora possa prejudicar a credibilidade de sua descoberta, Williams se recusa a dar a localização exata de seu “achado”, por medo de que o lugar possa ser saqueado de suas potenciais outras “relíquias” misteriosas…

O dia em que o cara com a faca na mão me olhou nos olhos e me pediu propina. Não dei.

Foi no dia em que o Brasil perdeu para a Alemanha de 7 a 1, nas finais da Copa de 2014.

Eu tinha aproveitado aquela manhã para ir fazer compras no mercadão aqui de Niterói, chamado Guanabara. O tal do Guanabara (já falei dele antes aqui num post sobre a merda que é fazer compras) é um mercado que foca em preço baixo. Você não vê Tv sendo vendida no Guanabara, nem celular. Mas em compensação a fila da carne é quilométrica.

Ao me deparar com a fila, percebi que talvez não fosse uma boa ideia ir naquele mercado na véspera de uma semifinal da copa do mundo, onde se bobear, até vegetariano quer comprar picanha pro churrasco.

Após amargar horas e horas de fila, fui atendido por um sujeito super gentil. Pedi a carne e ele com uma boa vontade que me surpreendeu. Ficou limpando, tirando nervos em tal concentração que passei a admirar aquela atividade que era quase artística. A habilidade do cara com o facão impressionava.

Marimo – a “coisa” de estimação mais estranha do mundo

A novidade que descobri hoje já existe por lá há décadas, e chama-se “Marimo”. Trata-se de uma espécie de “pet”, sendo que o troço não é um bicho, mas sim uma bola de musgo uma bola de algas.
Os caras cultivam esta bola viva como se ela fosse um bichinho. Sinceramente, eu nunca tinha ouvido falar dessa porra e então fui atrás para ver se isso era verdade mesmo, e é.
Eles adoram o tal do “Marimo” ao ponto de haver até um “festival do Marimo”…

A estranha foto da família Cooper

A estranha foto da Família Cooper

A estranha foto da família Cooper. Diz a história que acompanha esta foto que a família havia acabado de se mudar para a casa nova quando fizeram esta foto. Na revelação apareceu este corpo pendurado de cabeça para baixo aí. Ninguém sabe quem – ou o que é. Eu sou intrigado com esta imagem desde que a vi pela primeira vez, há muito tempo atrás, porque ela parece estranhamente montada. Raramente uma foto de família não centraliza os membros no enquadramento, o que deixa um espaço bem “conveniente” para a estranha aparição. Claro, a foto poderia ter sido cropada, mas ainda assim, era para a vinheta estar cortada e ela não está. Pode ser que a motivação do fotografo era mostrar também o candelabro… Sei lá. É estranha.

O video lisérgico que te faz ficar zoado sem usar drogas

O meu irmão André mandou o link de um video que diz que consegue te deixar doidão sem usar drogas. Você vê o vídeo em tela cheia e pronto. São alguns segundos de puuuura viagem.

Eu tenho grande dificuldade de acreditar nessas coisas e sempre que me deparo com essas alegações sensacionais acho que se trata de algum gênio do mal que resolveu usar esse caô para aumentar seus views do youtube. Mas como foi meu irmão que indicou, levei fé e… Porra, funciona!