fbpx

Novo design de turbina eólica gera seis vezes mais energia

Como todos nós sabemos, o advento das energias não poluentes vem se tornando uma demanda progressiva do mundo. Cada vez mais, se busca e investe em sistemas de geração de energia que sejam não poluidoras e produzam menor impacto ambiental. Muitas soluções surgiram nas últimas décadas na tentativa de ampliar o leque no arsenal de geração de energias renováveis. De equipamentos que acumulam energia com base nas ondas do mar aos mais sofisticados sistemas de captação e utilização da energia do sol, energia geotérmica, e claro, as usinas eólicas, que transformam o vento em energia elétrica.

leia mais »

O dia em que os Ets falaram conosco e outras histórias

A nave gigantesca paira sobre uma Washington petrificada pelo pânico. Com seu brilho prateado e som que lembra um theremin, a enorme nave desce lentamente, diante do Capitólio, onde uma guarnição armada até os dentes com tanques e soldados aguarda as ordens superiores para atacar aquela estranha forma de vida provinda do inescrutável espaço.
Minutos passam arrastados. Os canais de Tv, limitados a uma área distante do epicentro do contato transmitem o momento histórico em todas as línguas para os mais distantes rincões do planeta.
É o dia do contato final. Em alguns lugares há festa, em outros há o medo. Na maioria das cidades não há ninguém nas ruas. Todos estão em casa, com comida estocada, olhos fixos nos monitores, temendo o pior. As crianças não tiveram aula e poucos funcionários públicos tiveram a coragem de ir para o trabalho quando estamos na iminência de conhecer seres de outro planeta de verdade.

leia mais »

Sombras de Hiroshima

“Mais brilhante do que mil sóis” – esta é a descrição de uma mulher (atualmente cega) que olhou para a explosão da bomba, lançada pelos Estados Unidos sobre Hiroshima e que culminou no fim da Segunda Guerra.
De fato, a explosão parece ter sido tão violenta que a sombra de inúmeros objetos e até pessoas ficaram “gravadas” em substratos diferentes, como mármore, paredes e até no asfalto. Há relatos de que pessoas foram volatizadas com o calor da bomba, isso é, passaram do estado sólido para o gasoso instantaneamente.

leia mais »