17 Comentários

  1. Juju

    Muito bom!!! Venho mil vezes ao dia ver se vc já postou uma nova parte da história! Tá perfeita… meu coração pula cada vez que a Alice fica só. Coitada! Vc REALMENTE deveria tentar fazer algo mais com esse conto… filme, história em quadrinho (gibi ou virtual), desenho animado, sei lá, mas vê-la tomando formas e cores seria fenomenal!!! Parabéns mesmo Philipe, sua criatividade é algo impressionante!
    Bjos de uma grande Fã!
    Juju

    Responder

  2. Realmente, depois de tanto tempo alguém adicionou algo novo no mundo dos zumbis (como eu já havia comentado contigo).

    Lendo esse conto, não pude deixar de pensar nas ramificações que um zumbi homo habilis permite. Ele é quase como um ser de outro mundo – um extrangeiro, talvez.

    Pergunta que não quer calar: as pessoas matariam zumbis se elas soubessem que eles ainda são pessoas por dentro?

    Abraços,

    tio .faso

    Responder
    1. Philipe3d

      Acho que matariam. As pessoas matam pessoas sabendo que elas são pessoas por dentro e por fora, né? Hahahaha

      Responder

      1. Essa resposta foi um tiro na cabeça da minha pergunta! XD Mas deixa eu tentar me salvar:

        Se você soubesse que sua esposa que virou um zumbi, ainda racionalizava, você ficaria perto dela como a Alice? Trancaria-a em um quartinho e iria embora?

        Fiquei matutando sobre isso. Uma amiga minha comentou que o legal dos zumbis é que eles são os vilões perfeitos: não sentem nada, te ameaçam a vida como ninguém e nós não nos importamos com eles.

        Em apocalipses zumbi, a coisa meio que vira cada um por si justamente por ter esse inimigo implacável, mas se as pessoas soubessem que os seus entes queridos ainda estavam ali dentro, mesmo que fosse um corpo morto-vivo que em qualquer momento poderiam surtar e comê-los vivos; essas pessoas se atreveriam a matar um zumbi habilis?

        Como eu disse, essa história dá muito pano para manga…

        Abraços,

        tio .faso

        Responder
        1. Philipe3d

          É verdade isso, cara. Daria um conflito desgraçado no sujeito. Até que ponto o amor consegue conter o instinto de auto-preservação?

          Responder
  3. Diogo

    Que bom que mudou de idéia e resolveu aumentar um pouco a introdução. Já estava triste achando que está era a última parte. Valeu.

    Responder
  4. Vanderson

    Noossa Philipe, está muito bom esse conto. A cada parte um novo desdobramento. Eu tento ficar imaginando como vai ser as proximas ações do casal e vc vai e muda tudo. Parabéns continue assim que está ótimo.
    Eu estou tenso que a cada parte o final da saga se aproxima e me parece que ainda há muito o que se contar – Estou promovendo de Conto para Saga a partir de agora 😉 .

    Responder
  5. Podritos

    Muito bom!
    Cara uma escultura com a Alice e David zumbi ia ser mto awesome! =D

    Responder
    1. Philipe3d

      Pode crer. Eu faria o David na boa, mas a Alice eu ofereceria pro meu parceiro Roberto fazer. Ele é o fera em mulheres voluptuosas de seios perfeitos.

      Responder
  6. DanXP

    Totalmente diferente do que me passou pela cabeça ontem, concordo com o Vanderson, de conto passou pra saga. Fantástico

    Responder
    1. Philipe3d

      Porra não quero botar pilha errada, mas a parte de hoje (tá pronta mas não posso publicar ainda) Vai ser escalafobética!

      Responder
  7. Chico Xavier

    Faz um esboço da Alice aí, quero ver se ela é realmente gostosa! =]

    Responder
    1. Philipe3d

      Alice está nas nossas mentes. Em breve ela estará ilustrada no livro que essa joça vai virar. Vamos ter fé!

      Responder
  8. Juju

    Não sei pq, mas toda vez que imagino a Alice eu vejo a Salma Hayek, exatamente ela, sem tirar nem por! rsrrs, vai entender!

    Responder
      1. Philipe3d

        Ulha, imaginou direitinho. Mas misture um pouco da Diana de “caverna do dragão”.

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.