Você gastaria mais de cem pratas para comprar um perfume de… Cocô?

Pois é, meus amigos. A cada dia que passa, a gente percebe que está mais longe da meta utópica de testemunhar o fim da bizarrice neste planetinha.

A ultima é a ideia de um cara aí de fazer um perfume. Até então, tudo bem, já que existem milhares de perfumes diferentes no mundo, e a industria da perfumaria é uma das mais rentáveis do planeta, com cifras anuais girando acima dos cinco bilhões de dólares só nos EUA.

Você gastaria mais de cem pratas para comprar um perfume de... Cocô?

Só que o perfume desse cara aí não é um perfume normal, e sim um perfume de cocô! Ele custa cerca de 65 dólares o frasco. Por mais estranho que isso possa parecer, ele já vendeu 25 frascos de perfume de cocô, o que comprova aquela clássica teoria que por mais estranho e inútil seja qualquer coisa, sempre tem um demente para comprar.

O perfume de cocô foi inventado pelo artista britânico Jammie Nicholas, que depois de fazer algumas pesquisas e conversando com um monte de perfumistas e cientistas, aprendeu que há moléculas que são comuns a ambos os bons e maus cheiros, apenas em diferentes concentrações.

Você gastaria mais de cem pratas para comprar um perfume de... Cocô?
O poster não é lá muito atrativo, né?

Por exemplo, os aromas, tanto nas fezes, nas flores brancas como as flores de zimbro ou de laranja, são feitos a partir da molécula “escatol”.

Jammie Nicholas também descobriu que muitas empresas alimentícias utilizam o material proveniente do “cocô”, como o da civeta, afim de obter uma emulação das secreções anais do gato-almiscarado, e Ambergis, que imita o perfume peculiar do cálculo biliar de uma baleia cachalote. (perfumistas são pessoas estranhas, né?)

Você gastaria mais de cem pratas para comprar um perfume de... Cocô?

Questionado sobre o processo de produção do seu perfume de fezes, (o artista usa seu próprio cocô no processo) Jammie disse que tudo acontece em seu apartamento, onde trabalha com todas as janelas abertas e usa prendedores no nariz. Ele conta que levou apenas uma semana para extrair os “óleos essenciais” de seus excrementos. Posteriormente, Jamie passou muito mais tempo na criação de seu aparelho de destilação e mistura para criar o perfume de cocô.
Até agora ele já fez um total de 85 frascos de 60 ml, e espera vender todo o lote antes de expandir sua produção.Você gastaria mais de cem pratas para comprar um perfume de... Cocô?

Não demora, o perfume de cocô deve aparecer por aqui, já que o Brasil foi alçado à condição de maior mercado para perfumes no mundo em 2010, superando os Estados Unidos, segundo dados da consultoria Euromonitor.

Enquanto o faturamento com a venda de fragrâncias em território americano permaneceu na casa de US$ 5,3 bilhões no ano passado, as receitas no Brasil subiram de US$ 4,5 bilhões, em 2009, para US$ 6 bilhões, em 2010 – uma alta de 33%.

fonte, fonte, fonte

 

Related Post

8 comentários em “Você gastaria mais de cem pratas para comprar um perfume de… Cocô?”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares