Video interessante sobre levitação com supercondutores

Ontem estive no Laboratório de supercondutores da UFRJ com a equipe de designers que vai dar o visual ao Maglev Cobra. A reunião foi bem legal e eu estou feliz por fazer parte do time. Na ocasião, pudemos ver alguns testes de operação do supercondutor, a maquina de vácuo mais escalafobética que eu já vi na minha vida e a base de levitação, que já está pronta.
Video interessante sobre levitação com supercondutores

Aproveitando que falo sobre isso, gostaria de publicar aqui um videozinho que eu achei bem interessante. Nele dá pra entender a idéia do Felipe de fazer uma montanha russa com este troço. Ele não descola nem de cabeça para baixo. Dá um confere aí:

Em breve trarei mais novidades sobre o Maglev Cobra.

Related Post

26 comentários em “Video interessante sobre levitação com supercondutores”

  1. Fantástico!

    Se não rolar de implantarem nas cidades, podiam vender como brinquedo mesmo. Já pensou “Supercondutor Estrela”? Seria a sensação do Natal.

  2. Eu não entendi um lance… se o magnetismo só rola enquanto a cerâmica está resfriada, e assim que acaba o nitrogênio o negócio vira uma cerâmica comum…
    O que aconteceria no caso de uma montanha russa ser “mal abastecida” e acabar o nitrogênio bem no meio de um looping? 🙂

    • Acontece um show de horrores no parque! Hahahahaha. Sacanagem, na verdade e claro que uma montanha russa nao vai circular assim, sem nada de seguranca ne? O troco levita e tudo mais, mas sempre e preciso seguir normas de homologacao para o uso dom pessoas. Certamente os egnheiros aplicarao sistemas de seguranca para caso haja algum problema.

  3. Incrível hein? Só creio que seja perigoso lidar com esse nitrogênio líquido, uma vez que a temperatura dele é baixíssima. Fascinante também o fato dele poder andar conectado pela vertical ou por cima, não sei se com um trem em tamanho natural isso seria possível, mas seria uma revolução um trem que andaria pelas paredes, sem que pedras ou paus no caminho pudessem atrapalhá-lo, sem falar que o único atrito que desacelera o trem aí é o com o ar, então seria necessária bem menos energia para mantê-lo se movendo ou acelerá-lo. Espero que a idéia do seu pai não seja como a de vários brasileiros que, ao invés de as aplicarem aqui e evoluirem o Brasil, as vendem para os países mais ricos a preço de banana. Boa sorte! Um dia vou andar de Maglev! :]

    • Ja caiu na minha mao. Na verdade ele so faz cocegas. O perigo e voce deixar o notrogeio liguido muito tempo na mao. ai ela congela e vira pedra igual ao robo do terminator, hehehe. Mas leva um tempao para ele conseguir resfriar uma pessoa. E o nitrogenio fica no interior de caixas de aco blindadas a vacuo, em pequenas quantidades. Nao tem problema nenhum.

  4. Agora Gump, diz aí: O trilho é energizado, né? Digo, o trilho é um eletroimão. O que acontece se acabar a energia com o trem em movimento? Assim, uma falha catastrófica: caiu um raio na central de força e todos os sistemas (principais e de backup) falham. O trem cai em cima do trilho? Em uma curva, ele “sairia” dos trilhos?

    • Nao acontece nada, cara. O sistema maglev cobra usa levitacao por supercondutores de alta temperatura. Se acabar a energia nao acontece nada, porque o que faz ele levitar nao necessita de energia. O que precisa de energia e o motor linear, que faz o trem andar pra frente ou para tras. Assim, se acabar a energia, o que vai acontecer e o trem andar mais devagar. Mas nem parar ele para, porque nao tem atrito. A levitacao do cobra nao exige energia nenhuma. A pista nao e eletroima. E uma pista de imas de neodimio verdadeiros.

      • Neodimio é?
        aqueles superimãs de terras raras? entao eles nao precisam ser resfriados…
        mas e os que ficam no cobra? sao do mesmo tipo? ou utilizam o nitrogenio?

          • ahh entendo… entao da pra desligar o troço… porque eu pensei como seria se os dois fossem magnetos constantes…
            Philipe… uma coisa me intriga: qual é a força desses magnetos? eu to pensando se posso chegar perto dos trilhos com meu bolso cheio de moedinhas ou o bicho vai me arrancar as calças?

          • Não é tanto assim. Mas se vc chegar perto demais realmente sua calça vai agarrar e vão ter que te ajudar a descolar da linha. Os ímãs são bem perigosos. Recentemente um cara nos EUA deu mole e dois ímãs prenderam o dedo dele, que virou uma pizza, fragmentando totalmente o osso. Tiveram que amputar a cabeça do dedo do cara. Nas áreas próximas às estações, os ímãs serão recobertos com uma capa de proteção.

          • Sei como é perigoso, quando criança, brincando com imãs juntei dois daqueles que tem em bocas de som de carro, gigantes…

            ao juntar os dois deixei a mao perto demais e tomei um belo beliscao.imagino isso em imas de supercondutores…

            E nas areas abertas fora das estaçoes? como fica?

            Humm isso vai dar um novo sentido a colocar moedas nos trilhos. :ohhyeahh:

            P.S. mandei uma mensagem pra tu no [email protected], viu o video?

  5. Aproveitando a deixa ai do Edu. Cara que bom que acabou o relato de um MIB, agora o MG volta ao normal, com coisas muito interessantes. Ficava com uma curiosidade monstra de saber? Como as pessoas deliravam e brigavam tanto sobre um assunto que foi dito aos 4 ventos que é pura FICÇÃO? Sabe de uma coisa, isso mostra sua influencia na vida de muitos…
    Cuidado com isso… Abraçosss
    VIVA o MG esta de volta ao normal!!!!

  6. Legal!
    Então, ele não sai de jeito nenhum dos trilhos, não descarrilha!
    Achei muito louco ele poder andar de lado!
    Não precisaria construir elevados, poderia andar nas paredes de prédios ou mesmo fazer um elevado bem estreito.
    Diz aí, Phillipe, ele poderia levitar até que altura?
    Seria possível ele passar por cima das ruas sem construir os elevados?

    • Não, ele levita a poucos centímetros, em certos casos, milímetros. Ele não tem como descarrilhar, até porque ele anda preso em uma guia de aço, que está ali em função dos motores lineares.

      • Que pena!
        Já estava imaginando ele passar por cima dos carros…
        Mesmo assim, é muito bom ver que um maglev também pode levitar lateralmente, não seria necessário escavar encostas ou fazer aterros para assentar os trilhos.
        Se a ferrovia já tem impacto ambiental menor que a rodovia, melhor ainda com a levitação!
        E o veículo poderia ser pivotante para manter os passageiros na horizontal.
        Ficaria parecido com os carros de “Minority Report”!

        • Lendo novamente, acho que não me expressei bem.
          Horizontal não é bem a idéia…
          Quis dizer manter os passageiros perpendiculares ao solo.
          Nesse caso seria necessário os módulos terem forma de anéis.

  7. Gump……teu blog ta no meus favoritos a um BOM tempo… mto util..e didático… vc abrange uma extensa área,,o que realmente prende o leitor.
    esse post de supercondutividade ta o maximo,,,principalmente o video……. as duvidas q eu tinha ..foram tiradas ,,eu ja li tudo aqui nos comments ..era exatamente o que eu queria saber!
    nao costumo visitar blogs,,pq a maioria é mto fora de foco ,ou infantil demais.. mas o Mundo Gump …só elogio.
    grande abraço,, nao é confete,,,é apenas meu relato…

    Gerard

    • Cara eu acho que se vc conseguir, é quase um milagre. E quando achar, vai descobrir que é caríssimo, e é dificílimo de achar onde fabrica.
      O que usa no Maglev cobra só é produzido sob encomenda, de uma companhia da Alemanha, que tem contrato de exclusividade com a gente e com a NASA. Eles não vendem pra mais ninguém.
      Comprar urânio enriquecido é BEM MAIS FÁCIL.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares