Uma tarde na praia

Como já dizia o Roberto Carlos, “Minha vida é muito louca, bicho”.

Já acordo tarde tendo que fazer uma máscara pro meu filho enquanto tomo café. Daí já tomo um banho e sento com meu chapéu de escritor, traçando umas porcas linhas e fazendo livros e minutos depois já estou criando uma marca de empresa, para uma hora depois estar lá no estúdio, no meio da mata, imprimindo um monstro em 3d e já boto meu chapéu de fotógrafo e saio para fotografar no meio das pedras perto do mar, volto pra casa e pego meu chapeuzinho de escultor, dano a esculpir e pintar, daí almoço respondendo emails, boto meu chapéu de motorista, levo o bacuri pra escola e dou carona aos filhos do meu vizinho, retorno pra logo do cliente, modifico um website de outro cliente e editoro mais uma pagina de revista, vou buscar meu filho na escola, volto, modelo mais um monstro e daí vou botar meu chapéu de cozinheiro e fazer jantar, dar banho, ver tv e enquanto mexo no celular respondendo clientes, e então começo a pensar um post pra esse blog, escrevo e tomo mais um banho, dali direto pra cama ver dois filmes seguidos… É mais ou menos assim. Mas nunca é igual. Às vezes, lógico, eu surto.

Mas num dia desses eu estava trabalhando com meu chapéu de consertador de placa mãe de impressora pifada que veio quebrada pela fucking segunda vez da China*,  de modo que eu estava ligeiramente puto ao ponto de querer esfaquear um Bolsonaro, de tacar a impressora da janela e chutei o pau da barraca. Peguei meu equipamento fotográfico e fui para a beira do mar, espairecer. Se liga nessa espairecida:

Uma tarde na praiaFui para a praia sem saber o que eu ia encontrar. O mar estava lindo e fiz varias fotos interessantes, que mostrarei aqui. Uma coisa que me deixa muito satisfeito, é fotografar desconhecidos com uma tele. Me sinto o cara do Discovery na África escolhendo os animais na savana.

Uma tarde na praiaUma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia
Nesse dia encontrei o Leo, um surfista que estava lá fazendo magica, aproveitando umas ondinhas bem furrecas. Com meu equipamento bem primitivo, uma lente 70-300mm quebrada, sem controle de foco direito, e uma 500mm fixa eu tentei fazer umas fotos dele.

Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praiaO dia estava bem bonito, e consegui fazer umas fotos interessantes da luz do sol na água, que geravam uns efeitos de arco-iris legais;

Uma tarde na praia

Em resumo, é isso. É, eu sei. Esse post é uma descarada propaganda das minhas fotos, hahaha. A ideia é essa mesmo. Você pode ver mais no meu instagram

Curiosamente ontem um cara que estava la fotografando no mesmo dia me mandou uns flagras que fez de mim. Não sou só eu que fotografo desconhecidos aleatórios, hahaha.

 

Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia Uma tarde na praia

Related Post

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares