Uma bela casa nas montanhas do Chile

Conforme eu já disse aqui mais de uma dezena de vezes, um desejo fortíssimo que eu tenho na vida é comprar um terreno no meio de uma área de mata degradada, e reflorestar a porra toda, e após isso, construir ali uma casa elevada, perto da altura das árvores. Eu tenho certeza que um dia eu vou fazer isso. Então, de vez em quando, nos meus (cada vez mais raros) momentos livres, acabo vagando a esmo por alguns sites de arquitetura. Vou vagando e olhando projetos diversos e absorvendo ideias interessantes sobre construções com baixo impacto e que envolvam a recomposição dos elementos ambientais nativos.

Uma coisa que percebi ao longo do tempo, é que esse meu projeto da casa na mata precisa fundamentalmente de ser elevada, talvez até debruçada numa encosta, para tirar proveito da inclinação, (e também porque terrenos assim são sempre mais baratos) justamente para facilitar fazer a casa elevada em relação ao solo. A razão disso é simples: Uma casa elevada tem muito menos chance de infiltrações e umidade provinda do solo. E numa área de mata ou nas proximidades de qualquer reserva, há sempre muita umidade no solo.
É por isso que achei bastante interessante esse projeto dessa casa chilena. O cara focou num uso bastante racional dos recursos de sua construção, usando madeira, aço e vidro. Uma combinação que você tem que ser muito ruim de bola para conseguir fazer dar errado.
Uma bela casa nas montanhas do Chile

Nesse projeto chileno a primeira coisa que notamos é que a casa parece ter “nascido” ali do nada, não aparecem ruas ou estradas. É arvore para todo lado.
As arvores protegem do vento e dão também um pouco de privacidade. E no verão, esse verde mantem o ambiente bem fresco.
Uma coisa que notei nesse projeto que me interessou é que ele é praticamente todo estruturado em vigas de aço. Esse sistema é bom por dois motivos: Durabilidade e rapidez de construção. Você tendo um bom soldador, e uma equipe reduzida, levanta isso em poucos meses! Também é interessante observar que existe um monte de tipos de aço, e alguns deles são muito resistentes à corrosão. Mas sempre ele precisará de uma pintura própria, que dê uma certa elegância no projeto pra não ficar com cara de ferrugem, e essa pintura especial ainda prolonga a resistência à oxidação.

 

Uma bela casa nas montanhas do Chile

 

Outra coisa interessante que acho bom de manter em projetos de casas enfiadas na natureza, é que isso aí não é pra quem tem medo de bicho. Obviamente, pelas minhas fotos vocês devem imaginar que aqui em casa quando aparece bicho bizarro em vez de medo eu comemoro como se meu tive tivesse feito gol. No entanto, não sou muito burro e eu também vou usar esse tipo de escada aí de cima, que já começa a colocar uma “barreira” de dificuldade para que os seres (preferencialmente os serpentiformes) não pensem em virar meus inquilinos.
Adorei a ideia dessas ripas verticais, que além de barato, dão um tchã na casa, tirando um pouco a sensação “conteiner” dela. Isso também deve quebrar o vento, já que no Chile venta pra caramba. Uma ideia que me ocorreu seria usar um sistema pivotante nas ripas de modo que usando um simples motor de passo eu poderia girar elas em 90 graus e deixar a casa “fechada” para o lado de fora e abrir quando me conviesse.

Uma bela casa nas montanhas do ChileUma parada legal que é praticamente obrigatório num projeto como este é a varanda. Tem que ter varanda, tem que ter deck com churrasqueirinha e de preferência umas redes. Adorei a ideia do piso de madeira. Mas num lugar com muita umidade essa madeira vai ter que ser tratada senão isso gera uma trabalheira extra com tábuas apodrecendo a cada ano. Repare também que legal aquele recorte do piso ali na foto em cima para passar uma árvore que já estava ali antes da casa ser feita. Respeitável e legal.

Uma bela casa nas montanhas do Chile

A sala é ampla, muito iluminada e com o pé direito (altura do teto) alto. Eu simplesmente amo esses janelões. No entanto quem tem deles sabe que eles são quase que um item que obrigam a compra de uma daquelas maquinas de jato de pressão, porquê logo, logo, isso fica tudo turvo e cheio de cocô de passarinho, morcegos e similares.

Uma bela casa nas montanhas do ChileOlha a simplicidade dessa estrutura de aço. Todo esse aço você já compra pronto e cortado nas medidas. Fazer uma casa com isso é como brincar de lego gigante e pesado. 
Uma bela casa nas montanhas do ChileA ideia dessa parede rustica com pedras (que podem até ser do local mesmo) deixam o ambiente muito legal. Essas madeiras no teto são meramente decorativas, já que o teto é uma laje.  Achei a poltrona meio que “forever alone” aí. Essa parte eu deixaria como uma casa normal. A lareira é indispensável.

Uma bela casa nas montanhas do ChileObserve que o maluquinho fez a malandragem do terreno em desnível. Acho que eles são mais baratos em qualquer lugar do mundo.

Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do ChileO cara integrou a cozinha na sala, uma ideia interessante.

Uma bela casa nas montanhas do ChileApesar de que se olharmos numa foto como esta abaixo, parece que o cara mora na Amazônia, ele não está distante da civilização…
Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do ChileUma estrada passa relativamente perto da propriedade, e podemos ver uma cidade a poucos quilômetros dela. Isso é interessante, porque morar é uma coisa e se esconder é outra, hehehe.

Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do ChileEu acho que o dono dessa casa tem uma estranha obsessão com mangueiras, elas aparecem em diversas fotos. Eu daria um jeito de disfarçá-las.  Mas uma parada legal e fácil de implementar é essa proteção no guarda-corpo da varanda com cabos de aço. Barato, bonito, rápido e resolve sem poluir o visual.
Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do ChileSe você está curioso sobre esta construção, eu conto. Trata-se de uma casa de família no município de Olmue, região Valparaiso do Chile, construída em 2016, projetada por Rodrigo Pérez Kenchington. A casa fica em uma encosta da colina em uma área de floresta perto do Parque Nacional La Campana, no meio das montanhas costeiras. O projeto tem uma estrutura mista, que é concebida em torno de uma rocha com paredes de betão. Ela usa pilares de aço reforçados e uma laje de concreto em uma plataforma de aço. Nesta placa foram instaladas as paredes estruturais e também painéis de dry wall.
A estrutura do telhado é principalmente construída usando longarinas. A casa térrea tem uma forma quadrada. As fachadas são decoradas com painéis cinza grafite, de modo que a estrutura se adapte com a paisagem circundante. Ela usa uma treliça de madeira com diferentes graus de transparência, para garantir a privacidade e proteger o edifício da luz do sol nos dias quentes. Sua área total é de 138 metros quadrados.

A entrada para a casa é no lado leste. O quarto está virado para o norte, e você pode passar por elas para o corredor.  A casa tem 3 quartos e 2 banheiros.

Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do Chile Uma bela casa nas montanhas do ChileEssa varanda com plataforma suspensa entre as árvores é quase que como ter um arvorismo em casa.
Algumas coisas que eu agregaria nesse projeto são um forno de lenha com churrasqueira la no final do deck, comedouro de pássaros, uma bela horta, um pequeno observatório ali no alto da casa, onde eu colocaria também uma daquelas lareiras externas com sofás em volta para ver as estrelas e – lógico – Um puta estúdio GIGANTE para eu poder trabalhar. Afinal, um maker sem seu playground é como um pássaro sem asas.  E falando em escritório gigante, não sei se você já viu meu post sobre incríveis espaços de trabalho para artistas. (AVISO: Um post que requer babador)

Related Post

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares