12 Comentários

  1. IDÉIAS SEM TETO

    Philipe, lí todos os seus casos inimagináveis do Mundo Gump (sem mentira, me identifiquei, pois metade da minha vida quado conto me acham mentiroso, como quando tirei uma de guia em Paris sem saber uma só palavra em francês e pedia aos brasileiros que me acompanharam “je podê saquê un fotô de iquí” eles tiraram fotos do alto da Einfel. Coisas no mínimo assim (parentese entre parentese: Acho que gente aberta a aventuras atraem aventuras)) e fechados ambos parênteses, hei de dar uma mal notícia. Pare de beber coca e noticie quem ganhou o John locke. ABS.

    Responder
  2. Andre

    opa, sempre passo aqui mas nunca comento, mas dessa vez eu tenho que postar esse link

    http://blip.tv/file/94203

    você provavelmente já deva ter visto, mas aproveitando a promoção do boneco , seria bom assistir um making of do processo em escala gigante, e por falar em escala, como ele fez aquele menino em escala monstro? não é possível que seja o mesmo processo.

    abraço,

    continue assim

    Responder
  3. fabio

    Na minha opinião o melhor é “o medo vem do alto”. Estou ansioso para ler a terceira parte! Também achei o final de “à procura da luz” meio paracido com roteiro de filme adulto, hehehe…

    O que você acha de tomar uma garrafa de coca de uma vez e imaginar um final possível para o lost?
    Com certeza sairia alguma coisa no mínimo criativa…

    Um abraço!

    Responder
  4. Anonymous

    Ah, fala sério!
    Cadê os detalhes? Preguiçoso sei que não é, pois não faria um Locke daqueles se o fosse.
    Por favor, se o texto ficar grande, melhor para quem quer ler e se ficar cansativo para alguém, ele marca e termina de ler depois (o que não acredito que ocorra pois seus contos/roteiros tem muita “velocidade”), não precisa ser nada barroco, mas não se segure por nossa causa.
    Quem sabe se você usar algo mais forte… Quem sabe se com Fanta-Uva?!! (Hehehehe…)

    KCesar

    Responder
  5. negentropia

    aproveitando o comentário acima – sobre lost, vc viu a dica que o CC e o DL deram sobre as explicações finais de lost? parece que a coisa vai funcionar bem, afinal. eles sabiam o que estavam fazendo, desde o início, e lost é ficção científica mesmo.

    enfim, coca zero dá mais piração do que a comum, pelo que vi. gostei mto do argumento de o carteiro, e achei que o medo vem do alto poderia ser ainda mais trash, tipo o enigma do horizonte..

    Responder
  6. Rafael Assumpção

    Estou intrigado.

    Ao tomar a Coca tradicional vc escreveu um roteiro de longa metragem com um tema aleatório sorteado no MediaPlayer.

    Mas, com a Coca Zero, vc escreveu um roteiro pra cada gênero cinemaatográfico existente.

    Quer dizer então que a Coca Zero induz uma maior criatividade?

    Como um amante (leia-se viciado) do nectar negro tradicional, me sinto extremamente ofendido com os resultados do teste.

    Trate de manipular esses resultados… rsrsrsrs

    Responder
  7. Philipe

    Calma. Isso tem explicação. acontece que a Coca Cola zero tem mais cafeína, e mais sódio. deve ser por isso. Além do mais, comparado com a coca-light, ela tem menos aspartame.
    Seja como for, eu prefiro a coca clássica. Meio quente e sem gelo.

    Responder
  8. Roberta

    ah Felipe.. Suas histórias são demais.. Todas elas… mas a TOP TEN é a da lombriga gigante…kkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Abs 🙂 Roberta

    Responder
  9. koveiro

    caraca q doidera tomar coca e começar a escrever parabens as histórias são maneiras

    Responder
  10. Johny

    Promoção Coca-cola

    Um casal de namorados decide transar de uma forma bem natural, ao ar livre, um pic-nic. Pegam o fusquinha e vão a uma praia bem afastada. Estacionam e prosseguem a pé. Finalmente chegam à praia linda e deserta. Ele, amoroso, estende a toalha e, como ventava muito, decide colocar uma garrafa de Coca-Cola em cada ponta para que não voasse. Se sentam e se beijam… Fazem juras de amor. Depois do lanche, ele, cuidadoso, coloca a moça de quatro, venda os olhos dela, como planejado, mas, na hora H, esquece a camisinha. Então diz: ‘Amor, esqueci a camisinha. Vou correndo buscar, me espere desse jeitinho.’ E sai correndo para buscar a camisinha. Depois que ele sai, passa pelo local um bêbado e vê a cena. Coça a cabeça e, mesmo sem acreditar no que via, decide ir lá conferir. Não resistindo, o bêbado transa com a garota, que não pára de gemer. Depois que tudo termina, satisfeito, o bêbado olha para as garrafas em volta da toalha e diz: ‘A COCA É FODA…DUVIDO QUE A PEPSI FAÇA UMA PROMOÇÃO DESSAS!

    qual a Nacionalidade de Adão e Eva?

    Um alemão, um francês, um inglês e um brasileiro apreciam um quadro de ‘Adão e Eva no Paraíso’. O alemão comenta:
    -Olhem que perfeição de corpos: ela, esbelta e espigada; ele, com este corpo atlético, os músculos perfilados… Devem ser alemães.
    Imediatamente, o francês contesta: -Não acredito. É evidente o erotismo que se desprende de ambas as figuras… Ela, tão feminina. Ele, tão masculino… Sabem que em breve chegará a tentação… Devem ser franceses.
    Movendo negativamente a cabeça, o inglês comenta: -Que nada! Note a serenidade dos seus rostos, a delicadeza da pose, a sobriedade do gesto. Só podem ser ingleses.
    Depois de alguns segundos mais, de contemplação silenciosa, o brasileiro declara: -Não concordo. Olhem bem: não têm roupa, não têm sapatos, não têm casa, tão na merda… Só têm uma única maçã para comer. Mas não protestam, ainda estão pensando em sacanagem e pior, acreditam que estão no Paraíso. Só podem ser brasileiros!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.