Tesouro Viking é comprado por mais de um milhão de libras

Um incrível tesouro viking foi descoberto enterrado graças a experiência de “caçar tesouros”, passatempo de um homem inglês e seu filho. Estima-se que o tesouro tenha ficado enterrado por mais de 1000 anos.
Image Hosted by ImageShack.us

O tesouro foi efetivamente descoberto com um detector de metais em um campo de Harrogate, North Yorkshire em janeiro de 2007. Mas agora um museu de Londres comprou o tesouro por cerca de um milhão de libras. (é dinheiro que não acaba mais)
Image Hosted by ImageShack.usO ponto central do tesouro é uma botija de prata finamente decorada com padrões da época. A botija foi descoberta recheada com moedas, braceletes e jóias de vários lugares do mundo. Alguns tão distantes quanto o Afeganistão. Também existem peças de origem russa, scandinava, e de varias partes do continente Europeu.
São anéis, brincos, correntes, broches e agulhas, de valor histórico incalculável.

Estima-se que o tesouro pertencia a um rico viking que morreu durante uma batalha e foi sepultado com seu tesouro.
Os especialistas acreditam que a análise dos elementos encontrados no tesouro pode revelar detalhes desconhecidos sobre a era dos vikings. Estima-se que boa parte do tesouro seja do ano 927/928 DC.
A dupla de caçadores de tesouros caseira generosamente ofereceu aos donos do terreno a metade do valor oferecido pelo Bitish Museum e pelo York Museum.
Fonte



Tesouro Viking é comprado por mais de um milhão de libras
Aproveita e compra logo um detector de metais, meu!

Related Post

7 comentários em “Tesouro Viking é comprado por mais de um milhão de libras”

  1. Essas peças me lembram um trecho do livro O Senhor da Guerra, onde os reis e nobres antigos compravam apoio uns dos outros e as b. das princesas disponíveis oferecendo tesouros pilhados em terras distantes. Deve ser exatamente esse o caso. Ah! Falou em Merlin apareceu o rabo…

  2. Cara, moro em João Pessoa na Paraíba, uma cidade com mais de 400 anos e que sofreu invasão holandesa.

    Morro de vontade de comprar um detector de metais e sair vasculhando a parte mais antiga da cidade a procura de “botijas” que com certeza deve haver, já que os comerciantes da época da invasão devem ter escondido o ouro com medo dos holandeses roubarem.

    Fora no interior, onde deve haver muito ouro enterrado, oriundo da época do cangaço (tanto tesouro de cangaceiros, quanto de pessoas com medo deles).

    Pena que um bom detector de ouro e prata seja tão caro.

    =P

    • Tem coisa de uns seis anos mais ou menos, eu frequentava um forum de ufologia onde volta e meia surgiam uns malucos. O papo ia de gnomos a duendes, passando por aliens, fantasmas, monstro de lock ness e etc.
      Um dia, surgiu um cara com uma história de que havia achado um livro antigo que continha um mapa desenhado em suas paginas. O livro era uma biblia e o cara estava certo de que o “tesouro” era ouro dos padres. A cidade que não me recordo, pois não dei muita importância ao fato. Sei que ocara entrou e pediu ajuda da galera para localizar o tesouro, pois o mapa não era preciso e coisa e tal.
      Daí ele sumiu e coisa de quase um ano depois, surgiu na lista dizendo que achou o tesouro no oco de uma árvore. Ninguém ligou e eu achei que ele era maluco, até que apareceu na televisão, hehehe. O cara achou mesmo. Não era muita grana, se não me engano, mas imagina que foda poder contar pra todo mundo que você encontrou um tesouro de verdade? Isso não tem preço.

  3. Bela matéria pessoal! No Rio Grande do Sul, em função das várias guerras que ocorreram por lá, os fazendeiros enterravam diversas jóias e moedas com medo de serem saqueados. Tem gente que encontrou estes tesouros juntamente com as ossadas dos escravos que cavavam e depois era morto ali mesmo pelo dono do tesouro, afinal, era um segredo e só um podia saber. Triste…

  4. Um detector de metais não serviria pra muitas coisa se eu levar em conta aonde eu moro. =P

    Mas seria legal construir um… Hoje mesmo ‘taco’ o rádio do meu pai no chão, qualquer coisa é culpa do Mundo Gump.

    lol²

    Zuando… Ótimo artigo, me interesso pelo assunto. Quando eu era pequeno vivia cavando o quintal de casa, mas nunk achei nada de muito espantoso.

    rs

    Abras//

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares