A arte da caça – Parte 2

Antes de começar a ler este texto, sugiro que vocĂȘ leia a parte 1.

Um ĂŽnibus corta a estrada no entardecer…

Leia maisA arte da caça – Parte 2

Eu desarmei a bomba atĂŽmica

Depois de passar uns dias com a minha esposa em Long Island, apenas pescando e me divertindo, eu havia esquecido completamente como o deserto Ă© frio de madrugada. A verdade Ă© que apenas as lembranças dos Ășltimos dias me mantinham de olhos abertos. Eu estava morrendo de sono e preenchia um irritante formulĂĄrio de segurança, …

Leia maisEu desarmei a bomba atĂŽmica

Viajando sem drogas

É impressionante o poder da mente humana. NĂłs temos a fantĂĄstica capacidade de viajar, de sair por aĂ­ em devaneios semi-delirantes, indo onde nenhum outro pensamento jamais esteve. Muitas pessoas precisam de drogas e instrumentos artificiais que libertem sua mente das garras cruas do real. Mas eu preciso confessar que bastam duas coisas para que …

Leia maisViajando sem drogas

VocĂȘ visto de perto

NĂłs costumeiramente temos a tendĂȘncia de pensar que somos aquela pessoa que aparece refletida no espelho para nĂłs. Mas… SerĂĄ mesmo? SerĂĄ que vocĂȘ Ă© realmente como aparece no espelho? Talvez nĂŁo. Quem sabe as pessoas que vĂȘem vocĂȘ tenham uma outra visĂŁo acerca do que vocĂȘ pensa ser vocĂȘ. Eu sei que parece estranho …

Leia maisVocĂȘ visto de perto