25 Comentários

  1. ilha

    Só falo uma coisa: putaquepariu!!! Que narrativa, cara… perfeito.
    Meus parabéns, do fundo do coração!

    Responder
  2. Roque

    É, meu caro Forrest, parece que assim como no filme, em que você estava em todos os lugares aonde aconteciam as coisas importantes, você deu uma passadinha nesse bar que o Vanzolini cantou.
    Parabéns, texto flúido e que prende a atenção… virei seu fã!!!
    Abraço!

    Responder
  3. Leandro Carrasco

    puta merda king kling.. cada dia q passa vc consegue me impressionar mais .. sinceramente essa foi uma das melhores que li, vc escreve de um jeito envolvente .. conta cada detalhe .. isso prende o leitor ..
    PARABENS cara ..

    Abraço do seu fã

    Leandro Carrasco

    Responder

  4. Cara, muito bom o texto.
    Acho que vc deveria comprar uma coca 2 litros e escrever mais ai pra gente, hehehe.

    Responder
  5. ro_colombo

    Perfeito
    *__*
    nossa
    adorei mesmo a descriçao do bar !
    Deu pena da corna…
    Parabéns Philipe!!!
    E escreva mais crônicas…
    o/

    Responder
  6. Danilo Cássio Miranda

    Philipe meu amigo. Atrevo-me a te chamar assim por conhecê-lo de longa data, estive com você na torre com os “cana”, na aventura de bike, fui solidário com a sua dor quando abortou (o 8° passageiro)rs , conheço parte (bem pouquinho imagino) da sua imaginação, a exemplo : saci, dinossauros aventuras urbanas….
    Mas, até hoje, nunca havia me sentido compelido a comentar um post.
    Até hoje.
    Este texto caro amigo, está muito, mas muito bem escrito. Parabéns.
    Fico feliz e até orgulhoso por participar desde blog como leitor e ver que não perdeu sua essência Gump.
    Não desanima com a queda de ‘ibope’ não, sempre vão existir fábricas de Coca-cola pra consolar suas angústias….
    É isso, fica o abraço emocionado do seu amigo-leitor-fã.

    Responder
  7. Mindu

    Eu não comentava tinha um certo tempo, mas esse texto foi um dos mais incríveis que já li aqui.

    Parabéns 1000 vezes.

    Responder
  8. Marcel

    Cara! Mto Punk concordo com o cara ali! Mas acho que vc tinha que comprar uma máquina de coca cola daquelas de McDonald’s e deixar do seu lado… O texto prende mto a atenção… as imagens passam na nossa frente como se estivesse acontecendo… Show de bola!
    Parabéns!

    Responder
  9. sergipe

    Cara q texto, q narrativa me levou a imaginar tintin por tintin tudo que havia no bar, todas as formas dos personagens porra me fez lembrar Sincity.
    Não querendo comparar, mais leve isto como um elogio pois Sincitty e uma das melhores narrações do cinema se não a melhor…

    Cara o texto esta perfeito…

    Responder

  10. Nossa, como vocês gostaram, hehehe.
    Valeu mesmo pessoal. Obrigado pelo incentivo.
    Um abraço a todos vocês.

    Responder
  11. Judite Dinorá

    Estou aqui não para comentar o artigo, mas pra dizer que não vou para cama sem antes passar pelo MUNDO GUMP. Como internauta vicidíssima em buscar artigos e coisas interessantes pela internet, depois que descobri você, não fico sem passar por aqui para ler suas postagens! Mas não é só pela criativa forma de abordagem dos “posts”, mas pelo humor e críticas inteligentes. PARABÈNS! Tenho convidado aos meus amigos que estejam visitando aqui. Estarei linkando vc no meu BLOG. Abraço e Sucesso! Judite Dinorá – Budapeste/Hungria

    Responder
  12. Rodrigo

    caramba cada dia que passa o philipe se supera.
    eu ja sou leitor de longas datas do mundo gump, e confesso que essa foi uma das melhores.
    o philipe descreve tao bem as cenas que conforme eu vou lendo vou criando as cenas na minha cabeça, me teletransportando para dentro da historia.
    philipe cara, vc é um gênio. agradeço por vc poder compatilhar essa sua criatividade e esses seus talentos conosco.
    ainda quero ver voce dando uma entrevista no programa do jo.

    Responder
  13. Thales

    PARABÉNS!

    Faço minhas as palavras do pessoal aí de cima. Muito bom mesmo, prendeu totalmente minha atenção!

    Responder
  14. Helena Maris

    Gente, que coca é essa que esse moço bebe…
    oO
    Eu já escrevi um texto inspirado no “Domingo no Parque”, do Gil.
    Nhá, mas é claro que não chego a seus pés, né, seu coiso.
    >=[

    Responder
    1. Philipe3d

      Esse é um dos meus textos preferidos. Fico feliz que vc goste tb. E a musica é deslumbrante.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.