Recorde de masturbação e curiosidades


O leitor Pendragon mandou a dica de uma notícia curiosa.

Um sujeito chamado Kaneel Shatters bateu o recorde de masturbação, atingindo a impressionante marca de 36 orgasmos num período de 24 horas.
Kaneel é no novo campeão mundial de “5 contra 1″, desbancando o antigo líder, o alemão Hanz Blickstein que detinha o título de maior punheteiro do planeta, com 27 orgasmos em 24 horas.

Para esta difícil missão, Kaneel dormiu intermitentemente durante o perído da “maratona onanística”, sendo ajudado apenas por seu acervo de revistinhas de sacanagem e filmes pornográficos. Com mais de 400 filmes e 3 televisões passando os filmes direto, Kaneel manteve-se em estado de permanente excitação. (pessoalmente, eu acho que ele tem disfunção psicológica)

Ao ser entrevistado por um jornal, Kaneel disse que estava “treinando” para este desafio desde que tinha 13 anos de idade, e que para ele a masturbação é um “meio de vida”.

Kaneel não tem pêlos na mão nem excesso de espinhas. E também não tem um braço de fisiculturista e outro normal.

Fonte da notícia

Agora algumas rápidas curiosidades sobre a masturbação:

1- Masturbação previne o câncer de próstata.

2- Onanismo não é exatamente o mesmo que masturbação. Hoje o termo é usado como sinônimo, mas tudo decorre de um engano histórico. No Gênese, capítulo 38, Onã (de onde veio a palavra onanismo) é obrigado a manter relações sexuais com a cunhada após a morte de seu irmão, tudo para gerar um descendente. Mas ele preferiu ejacular fora da vagina da cunhada. Portanto, onanismo é distinto de masturbação, mas a confusão em usar a palavra como sinônimo se estabeleceu pelo fato de ambas as práticas levarem à “perda” do sêmen.

3- A masturbação é observada em muitas espécies de mamíferos, especialmente nos grandes primatas e em indivíduos masculinos jovens ainda em fase de maturação sexual. Na espécie humana, a masturbação é comum em ambos os sexos e em uma larga faixa etária, iniciando-se no início da puberdade, ou, segundo alguns, ainda durante a infância – mas sem a carga erótica nesta fase.

4- Masturbação melhora o humor. Com a masturbação, o corpo produz neurotransmissores ligados à sensação de bem-estar e prazer. Isso colabora com a diminuição do nervosismo e do estresse, melhora o humor e há até quem diga que ajuda a prevenir a depressão. “Assim como a relação sexual, a masturbação ativa a produção de neurotransmissores. O cérebro não diferencia os dois: o que importa é o estímulo que chega a ele”, diz o psiquiatra Alexandre Saadeh, do Projeto de Sexualidade do Hospital das Clínicas de São Paulo.

5- Masturbação não transmite doença. Uma vez Woody Allen disse: “Não menospreze a masturbação. É sexo com a pessoa que você mais ama”. Em tempos de aids, a masturbação é o único tipo de sexo realmente garantido, que não apresenta nenhum risco de você contrair uma doença sexualmente transmissível. (desde que você lave a mão)

6- Nas mulheres pós-menopausadas, a capacidade orgástica relaciona-se positivamente com o relacionamento mais afetivo com o companheiro e com a prática da masturbação. Mulheres que apresentam secura vaginal, mas que praticam a masturbação e mantêm relacionamento afetivo com o parceiro, conseguem obter o mesmo número ou um número maior de orgasmos se comparados à freqüência do coito.

7- No Japão existe uma escola de masturbação feminina.

8- O sucrilhos é produto da masturbação. John Harvey Kellogg inventou o “corn flakes” ou como chamamos no Brasil, o sucrilhos, em 1898 como parte de sua dieta para diminuir o desejo sexual e a masturbação.

9- Em algumas tribos Australianas os homens cumprimentam uns aos outros pegando um no pênis do outro, como se estivessem dando as mãos. Mas a masturbação é punida com chicotadas.

10- Em 1999 mais de 4 bilhões de dólares foram gastos com sexo por telefone, (masturbação) porém mais da metade das pessoas que usaram os sistemas de tele-sexo não pagou suas contas.

12- O ator pornô Peter North detém o recorde de volume ejaculado em penetração e também com masturbação. Ele também acumula o recorde de maior distância ejaculada. A cada orgasmo, Peter North consegue produzir entre quatro e cinco longos esguichos de sêmen, lançando-os a dez vezes a distância de seu pênis. Peter fez 1300 filmes.

12 Comentários

  1. maykon 25 de junho de 2007
  2. Joao 7 de julho de 2008
  3. Lucas Maiceli Lopes 31 de janeiro de 2010
  4. Jennefer Gonçalvez 4 de fevereiro de 2010
  5. sei lá quem 17 de fevereiro de 2010
  6. DANIEL 18 de setembro de 2010
    • Philipe 19 de setembro de 2010
  7. 100%gata, e gostosa rsrs... 6 de dezembro de 2010
  8. Beuzinho_01 11 de setembro de 2011
  9. Naovoudivulgar 7 de janeiro de 2012
  10. Crazy man 14 de janeiro de 2012
  11. Lucian 9 de abril de 2014


Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *