Rã touro é servida VIVA nos restaurantes do Japão

E pensar que tem gente que sente nojo só de ver uma rã… Imagina só chegar no restaura e pediu um sushi de rã. O cara pega a rã, pica ela arranca-lhe as tripas e serve ela no seu pratinho, ainda viva, piscando e olhando pra você enquanto com os hashis você se delicia com os seus pedaços crus, aos poucos. Rã touro é servida VIVA nos restaurantes do Japão

O video causou uma pequena comoção, e o site Stomp de Singapura, publicou frames do tal video.

Rã touro é servida VIVA nos restaurantes do Japão

É provável que você se sinta mais constrangido com a cena em que o reporter mostra os consumidores sorrindo e arrancando os pedaços da pobre rã com requintes de crueldade do que no momento em que ela é dilacerada na ponta da faca.

Videos assim nos fazem questionar o quanto o ser humano deve realmente ser considerado um caso à parte em relação aos animais deste planeta. Comer animais é parte da mecânica da natureza neste planeta, mas qual a razão para fazer um animal sofrer desta forma? Isso é um desrespeito para com a vida.

fonte

Related Post

26 comentários em “Rã touro é servida VIVA nos restaurantes do Japão”

  1. Já tinha visto, é algo aguniante. Eu sei que tem aquele lance da cultura, que para eles é normal, e devem até ter nojo de comida que não se mexe dentro do prato rsrs Mas não consigo imaginar como alguém tem estomago pra comer um animal vivo enquanto ele olha pra sua cara.

  2. Já tinha visto, é algo aguniante. Eu sei que tem aquele lance da cultura, que para eles é normal, e devem até ter nojo de comida que não se mexe dentro do prato rsrs Mas não consigo imaginar como alguém tem estomago pra comer um animal vivo enquanto ele olha pra sua cara.

  3. que horror, sou vegetariana, isso é uma falta de respeito a vida das mais horriveis..aaaff
    não posso mais chamar essas pessoas de seres humanos, já são outra coisa, monstros…aaaff

  4. Absurdo… respeito outras culturas, mas tem coisas que não tem jeito.
    Pior que procurei no youtube e tem um monte de coisas desse tipo com peixes:
    http://www.youtube.com/watch?v=wVXSJZr5L8Q&feature=related
    http://www.youtube.com/watch?v=NMIK6ZgMXwk&feature=related

  5. Nenhuma cultura deve justificar crueldade contra animais e outros humanos (principalmente). Já pensei muito em até quando os direitos humanos ou dos animais devem interferir em uma cultura, mas certos hábitos não se justificam. MESMO.

  6. Na verdade o animal morre em poucos segundos, tudo isso que você vê são apenas os reflexos pós morte, quem já limpou caranguejo sabe disso.
    Na próxima Philipe acho melhor colocar isso, afinal o bicho não está REALMENTE vivo, nem poderia sem seus órgãos vitais… eu na verdade acho que comeria, sempre tive vontade de experimentar.
    Fora isso, ótimo post.

    • Cara no video da pra ver o bicho agonizando desesperado, com as patas da frente, tentando sair da cumbuca. EU acho que ele tá vivo ainda.
      Veja só o corte que o cara faz, é logo no topo do abdômen do sapo, ele corta dali para baixo, e dali para cima está tudo intacto. O cérebro do animal, cheio de sangue e oxigênio está ativo. Logo, em termos fisiológicos, ele esta vivo!

      Curiosamente, essa observação me lembrou o caso de Antoine Laurent de Lavoisier, o famoso cientista que disse que “na natureza nada se cria, tudo se transforma”. O famoso cientista francês que durante a revolução francesa percebeu que seria decapitado por pertencer a classe nobre. Minutos antes de ser preso, e ja sabendo o que o destino lhe reservava, ele combinou com seu ajudante que iria piscar os olhos enquanto ainda tivesse consciência após a decapitação, dando cerca de uma piscada por segundo. Ele mandou que o seu ajudante anotasse quantas piscadas e calculasse quanto tempo levaria para que uma cabeça decapitada na guilhotina perdesse completamente a consciência.
      No dia combinado, com a autorização dos executores, o ajudante acompanhou de perto a queda da cabeça de seu mestre no cesto e descobriu que ele ficou consciente por mais de vinte segundos, piscando e olhando com cara de susto as pessoas em volta, até que finalmente parou. Lavoisier mostrou que era fiel a Ciência e à curiosidade científica até seus últimos segundos de existência.
      Então, trocando em miúdos, penso que se uma cabeça decepada junto às primeiras vértebras dão cerca de 20 segundos de consciência, o sapo que teve a coluna seccionada pelo meio, provavelmente esta com MUITO mais sangue e oxigênio circulando e vai ficar “vivo” sofrendo por mais tempo.

  7. eu vi o video e me lembrei da familia dinossauro kkkkkkkk eles conversavam com a comida , e as vezes a comida ainda tava na boca!!!

  8. De-su-ma-no…
    Certeza que somos animais racionais?
    Meu Deus a que ponto chegamos… Matavamos para não morrer de fome, mas isso aí é um desrespeito a vida do sapinho (morroooo de nojo de sapo) mas jamais faria isso com um bichinho… Deveríamos fazer igual no filme Avatar, pedir perdão antes de matar e só quando necessário cometer esse crime – pois não deixa de ser um crime…

  9. Nossa, fiquei chocada com esse vídeo, além daquele do peixe. Tb sou vegetariana, mas não me acho melhor do que ninguém por isso. Só penso que se pelo menos 1 via for poupada pela minha atitude, meu esforço valeu a pena. Pra nós é um paladar, pros animais é a vida. Aliás, odeio o argumento “eles nasceram ou foram capturados pra isso”, se alguém fosse capturado por uma tribo de canibais, aposto que ia mudar de ideia rapidinho, afinal no c* do dos outros é refresco.

    Aliás, to também com a história de Lavoisier. Achei que essa fosse uma forma mais prática de morrer, mas pelo visto me enganei. Tem gente que diz que quer morrer dormindo, eu sempre penso, como vai saber se a pessoa não ficou agonizando na cama, mesmo que por alguns segundos, antes de morrer?

    Tá aí uma sugestão pra um post: Qual melhor forma de morrer???

    • Acho que uma das melhores formas de morrer que tem é como se mata bandido nos EUA. Injeção letal. O cara não sofre. Um poderoso analgésico é aplicado antes e depois que o cara desmaia outro remédio para o coração.

  10. Por que tem ser humano que não deixa os animais em paz…..? Sou totalmente contra isso, pior é saber que tem lugares que, por causa da cultura inútil, eles matam e comem cães. Pelo amor de deus!!!
    Se for assim…. Eles comem de tudo, até um ser vivo. Então seria uma boa comer bosta, quem sabe vira cultura. Afinal, esse mundo que nós vivemos está cheio de coisas bizarras.

    • Existem culturas que comem MESMO bosta!
      Matar cachorro para comer é o de menos. O pior mesmo é o que o cão passa antes de virar rango! Isso porque os caras acham que a dor e o sofrimento “amaciam” a carne.

  11. O pior é ver as pessoas que se alimentam de carne inconformadas .. A única diferença é que você entra no frigorifico e já encontra tudo morto, em estado de decomposição só esperando por você. E no vídeo a carne esta “fresquinha” de mais.

    Criticar os outros é sempre facil, criticar quem come rã, cachorro, jacaré, cobra …a humanidade se alimenta de todo tipo de animal.

    Mais quando se entra em uma churrascaria, ninguém se comove

    • Eu penso que há uma ENORME diferença entre matar um animal para comer, comer um animal já morto e comer um animal enquanto ele está vivo, olhando pra você. O destino final é o mesmo, lógico. O ser humano é um predador e enquanto predador ele está sujeito à condição de comer tudo que está abaixo dele na pirâmide, bem como o urso, que não hesita em comer seres humanos que dão mole nas florestas do Canadá e EUA (todo ano pessoas são comidas por ursos nesses países).
      A diferença é que o ser humano tem uma consciência e (pelo menos devia ter) uma compreensão ética sobre suas atitudes, enquanto o animal vive a mercê de seus instintos de sobrevivência. Na pratica, uma criatura viva é morta para a outra se alimentar, mas é inequívoco que há um prazer sádico em saber que se está comendo uma criatura que agoniza na sua frente.
      Nesse contexto, ninguém se comove na churrascaria porque lá não vemos um animal sofrendo no nosso prato.

  12. Eu já fui vegetariano uma vez e, confesso, a falta da carne não é uma sensação tão insuportável como dizem por aí. De vez em quando eu “assistia” (na verdade, eu nunca os via na íntegra, pois o ódio crescia tanto dentro de mim que chegava a ficar sem ar, sendo obrigado a parar de vê-los) a esses vídeos repletos de crueldade num site de uma ONG de proteção aos animais, o que me deixava triste e, ao mesmo tempo, sem entender como a maldade humana podia chegar a níveis, como você gosta de usar em seu blog, escalafobéticos.

    Em verdade, eu parei de comer carne não por causa desses vídeos, mas depois de ter visto um no qual um bando de monstros apreende os animais e arranca suas peles ainda vivos! Esses monstros faziam cortes nos tendões dos bichinhos, de modo que eles não pudessem reagir e, a partir desses cortes, eles “puxavam” a pele do animal grudada à carne. Era como se alguém estivesse arrancando uma tecido colado numa parede, ou um carpete colado no chão. O grito dos animais me fazia contorcer junto com eles, a dor era tamanha que seus olhos ficavam marejados (embora haja controvérsias se o “choro” dos animais seja oriundo dos sentimentos propriamente ditos)!

    No final de toda a crueldade, os animais sem pele eram jogados numa espécie de bacia, e lá ficavam, contorcendo de dor, à luz escaldante do sol, à espera da morte lenta, que também parecia tê-los abandonado.

  13. Eu acho que dependente de qualquer cultura,ninguém,NINGUÉM,tem o direito de maltratar um ser vivo.Comer a rã viva é uma maneira do seu humano brincar de Deus fazendo um animal sofrer e acha que está acima dos limites.Onde estão as as ONGs,Governos e Sociedades protetoras dos animas que (desculpem a palavra) deveriam regular essa putaria aí!??É da natureza do ser humano comer animais,mas que tipo de mente tem coragem que comer um animal vivo e ainda por cima vê-lo mexendo e agonizando no prato?E se isso se espalhar por todo o Japão?E se esse método se espalhar por outras culturas e países?O que falta hoje é o LIMITE!Como o Philipe disse,o ser humano tem consciência disso e ainda sente prazer em ver o bicho sofrendo diante dos seus olhos!Imagina se uma criança problemática e com sintomas de psicopatia visitar um restaurante desses?Não me surpreende se essa mesma criança ao crescer saia matando pessoas e deixá-las agonizando para sofrer.As pessoas do mundo causam as suas próprias tragédias e seus próprios conceitos.É assim que incentivamos a brutalidade e a maldade ao nossos filhos.Como o ser humano que dominar a natureza se antes não consegue dominar a si mesmo?Às vezes a sociedade me envergonha e penso o que será do futuro do planeta onde já em século XXI pessoas comem animais vivos por puro prazer sádico…

  14. Isso é algo feito por pessoas desgraçadas, isso não pode ser só cultura, isso é maldade e sadismo em doses cavalares, pobres animais, vendo isso chego a desejar que esses imundos sejam comidos por um leão ou tigre, ainda vivos, mas os felinos não seriam culpados, pois a sua natureza é essa mesmo, já esses humanos são verdadeiros monstros. Odeio esse tipo de coisa

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares