21 Comentários

  1. L. L. Santos

    Finalmente um lugar onde o Google Earth (ainda) não chega… ^_^

    Responder
  2. Glauber

    Um drone aquatico, seria esse o nome? rsrs ou mini submergivel nao tripulado, talvez mate a curiosidade de saber o que há la em baixo

    Responder
    1. Gabs

      Pensei nisso tb, poderiam inseri-lo lá e fazer as filmagens, porem com a baixa visibilidade acho que a tarefa ficará dificil não?

      Responder
    1. Emerson

      Mas esse Everest ninguém nunca conseguiu chegar ao topo. Quer dizer “fundo”.

      Responder
  3. ou

    Cara que agonia do cão , só de ler as historias sobre o lugar me deu mal estar …. Tem um vídeo de dois maluco mergulhando sem equipamento e indo até uma parte que quase não tem mais luz e só dá pra ver a escuridão embaixo…. aff

    Claustrofobia nível 1000 aqui

    Responder

  4. Eu li essa matéria relembrando o inferno de Dante. Um inferno aquático né, deve ter muito mais "câmaras" nisso e se brincar tem um capiroto vivendo na ultima câmara HAHAHA.

    Responder
  5. Maria Eduarda

    Meu Deeeus… assustador, cara. O poço é lindo, mas eu sou claustrofóbica, então… nunca. Nunca, jamais, jamé, vou chegar PERTO desse poço do Satã. Credo.

    Responder
  6. Paulo

    Gente, não sei se compreendi a matéria direito. Mas qual o problema de se aprofundar nas cavernas usando equipamento de mergulho profissional?

    Pela descrição das câmaras, na minha cabeça da pra mergulhar tranquilo usando cilindros de oxigênio. Eu sei que o espaço pra mergulhar é estreito. Mas no lugar de lacrar, o cara lá devia era ter aberto mais pra facilitar o mergulho.

    Responder

    1. O mergulho em cavernas é uma das atividades mais perigosas na Terra. Parece-me que além da passagem estreita, há problemas de deslizamentos internos. Creio que o cara fez isso pensando em impedir que mais mergulhadores se arrisquem e morram lá em baixo. POrém, sua ação de boa intenção teve um efeito inverso.

      Responder
  7. Paulo

    Imagina ai que um mergulhador descobre que na verdade são seis câmaras, sendo que no fundo da última ele descobre um boneco do fofão estranhamente conservado em uma caixa de vidro. Dentro, além do boneco, ainda haveria velas como se acabassem de ter sido apagadas. E por último uma mensagem escrita em vermelho “não olhe pra trás”.

    Responder
    1. Furanus Alheius

      fosse no Brasil ainda ia… lá tinha que ser um boneco do Chuck … XD

      Responder
  8. André

    Paulo isso deve ser imaginação há mais, kkkk, mas tenho acerteza que um dia tal mistério irá ser desvendado, era fixe que ká em Portugal houve-se um maravilhoso poço.
    A Natureza é fantástica.

    Responder

  9. O perigo nem é o poço em si,pois lugares perigosos existem dos mais variados,mas a atração e facínio que exerce nas pessoas que desafiam algo desconhecido.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *