Onde hospedar um site? Eu sei!

Com esse lance de blog, muita gente volta e meia me pergunta onde que eu sugeriria que a pessoa hospedasse um site, blog ou algo assim. Responder essa pergunta não é fácil e eu me sinto sempre meio constrangido de responder, pois isso leva tanto tempo que é como falar com um doutorando sobre o tema da tese dele.

O universo da internet, sobretudo o dos blogs, como este, é marcado por migrações periódicas entre servidores. À medida em que um site cresce, você começa a descobrir que no gigantesco amontoado de empresas de hospedagem de sites potenciais, são realmente poucas as que prestam.

Acho que a maioria quase absoluta dos caras que resolvem criar um blog ou site pessoal estão mais preocupados com a questão da grana do que com outras questões, como aquele monte de siglas que algumas empresas oferecem e outras não.  Este é um dos maiores e mais dolorosos erros que um novato pode cometer.

Achar uma empresa de serviço de hospedagem de sites é fácil. Basta escrever isso no google e imediatamente aparecem milhares delas. Mas a questão que não quer calar é: Você realmente tem como diferenciar o joio do trigo? Páginas bonitinhas, cheias de firulas não significam que o servidor será seguro, estável e com uma taxa aceitável de uptime (no ar).

Eu já penei muito com isso e os leitores antigos sabem bem a minha via crucis em busca de um servidor que fosse estável, seguro e aguentasse o meio milhão de leitores mensais entrando e saindo do Mundo Gump.

Uma coisa que eu aprendi foi que hospedar o blog no exterior algumas vezes compensa, outras não. Eu explico:

Quando hospedei pela primeira vez o Mundo Gump no exterior eu entrei num daqueles planos ultra-baratos que te oferecem mundos e fundos lá do DreamHost.  Não vou negar. Funcionou por um bom tempo e eu até hoje gosto bastante da Dreamhost, porque foi lá que o Mundo Gump começou a crescer. O problema é justamente este. O blog começou a crescer, e à medida em que crescia, eu vi minguar a velocidade de acesso. O blog começou a sair do ar constantemente. Depois eu descobri que como a hospedagem era compartilhada, os caras haviam colocado o meu blog junto com um outro blog com uma taxa de acesso monstruosa. Como resultado, o cara ocupava todo o processamento do servidor (isso é algo para se preocupar) deixando uma miséria pra mim.

Os leitores reclamavam dos quatro minutos (sério) que a pagina levava para abrir. Tirando este problema, hospedar nessas empresas internacionais, que oferecem hospedagem ilimitada por um custo baixo é um bom negócio – desde que o site tenha pouca visitação, algo meio difícil de prever para blogs.

Você também precisa saber inglês, pois certamente ninguém jamais tratará com você no nosso vernáculo. Além disso exige-se um cartão de crédito internacional.

Outra coisa em que eu apanhei bastante foi em entender como funcionava o painel de administração. Nem todo servidor te oferece um Cpanel, e a DreamHost é famosa por seu painel de administração meio complicado de usar.

Depois de um tempo penando lá, um amigão meu, o Carlos Carvalho do blog IFTK, que tem um servidor em casa me ofereceu para morar lá por um tempo.  O Mundo Gump ficou hospedado no server do IFTK por um tempo, até que eu senti que estava ficando grande demais, comendo muito processamento do cara, abusando da boa vontade e paciência dele e já tava na hora de picar a mula.

Eu comecei a pesquisar um bom servidor para o blog e achei a resposta no Vilago, do famoso blogueiro Cris Dias. O Mundo Gump migrou de novo, dessa vez para o Vilago onde permaneceu rodando rápido e aguentando o tranco por vários meses. Por estar hospedado no Brasil, de onde  vem mais de 70% dos acessos, o blog passou a responder incrivelmente rápido. O que foi muito bom para aumentar a taxa de acessos, uma vez que a maioria dos leitores da net não tem saco de esperar um site carregar toda vida.

O Vilago foi então vendido para o HostGator e finalmente chegamos onde eu queria. Eu me impressionei com a migração, pois não imaginava que o blog pudesse carregar tão mais rápido. O HostGator é uma das 10 maiores companhias de hospedagem dos Estados Unidos e ele veio para o Brasil com uma estratégia de “chegar chegando”. Só no suporte os caras tem mais de 210 malucos pra te atender, meu.

Todo o contato que eu tive com o suporte foi excelente. Os caras são rápidos, eficientes e efetivos em te ajudar.

É por isso que eu resolvi escrever um post ao invés de apenas responder que “Host Gator é bom”.

Para hospedar seu blog no hostgator clique aqui

Os caras tem vários planos, cada um pensado para um perfil de usuário. Servidores rodando linux ou windows.

Eu não vou dizer que o HostGator é o melhor empresa de hospedagem do Brasil, até porque eu não conheço todos. Mas conheço muitos – alguns bem famosos – que não chegam nem aos pés do que o Hostgator oferece. Eu posso dizer que como cliente, eu estou bem feliz. Como dono de um site que consome muito, que não se encaixa em quase empresa alguma, eu estou muito feliz mesmo.

O que eu sugiro é que você que quer uma empresa para hospedar um site escolha sabendo que sites podem explodir em visitas de uma hora para outra. Então esteja sempre preparado.

Escolher pela facilidade de uso também é uma boa, já que se der algum galho sério, e isso pode acontecer com qualquer um, basta um plugin dar problema, um código mal projetado ou coisa do tipo, para você precisar falar com o suporte, você terá como se comunicar mais facilmente e entenderá melhor o que deve fazer para solucionar o problema.

Fique ligado também pois tem muita picaretagem por aí. Contratos mal redigidos que dão poderes além do necessário aos caras do servidor. Ofertas pega-trouxa onde você tem contas ilimitadas, quase tudo ilimitado mas na hora H descobre que os caras sobretaxam numa nota preta cada bit acima da banda contratada.

Banda não é banda de rock não, meu. Banda é quantidade de megabytes que sai do servidor dos caras por mês para atender aos usuários. Assim, um leigo pode se impressionar ao ver que um site oferece incríveis 1GIGA de banda… Mas quem entende do assunto sabe que um gigabyte pode se esvair em pouco tempo, basta seu site sair num Digg da vida ou ser citado por um blog grande, ou ainda ter uma imagem pesada chupada por outro site.

Outra coisa que você deve ficar ligado pra não se ferrar é que muitas empresas oferecem mundos e fundos, mas não falam abertamente das inúmeras taxas escondidas. A malandragem é pra te fazer gastar. Você quer colocar PHP? Seu plano tem, mas tem que pagar a taxa de liberação do php. Quer mais um email? Tudo bem, pague a taxa de configuração do email. Quer Asp, SSL? Mysql? Pague! Pague! Pague! Quer configurar o servidor? Pague!

Isso é uma das coisas que se vê por aí. A outra e talvez mais comum armadilha é o cara dizer que o site está sempre no ar e não está. Eu tive uma página que era hospedada na casa de um conhecido do meu primo e dizia ser uma empresa de hospedagem eficiente. Pois bem. Caí igual um trouxa. Eu paguei uma grana e o site ficava no ar dia sim, dia não. O cúmulo foi quando o cara viajou por 15 dias e deixou o servidor desligado! Imagina só. E ainda ficou puto quando eu liguei para reclamar.

Então, meu amigo. Abra teu olho. Cuidado com as pechinchas que aparecem nos emails: “site pré configurado, tudo fácil, barato e seguro. Loja on line embutida, tudo quase de graça”.Isso é o que eu chamo de “aumente seu pênis” na área de hospedagem de sites. As chances de se dar mal são amplas.

Se estiver na duvida, experimente o Host Gator. Os caras tem um plano lá que custa R$ 16,90 por mês e te dá tudo que você tem direito, sem taxas extras, sem letras miúdas, sem frescuragem. O Hostgator está oferecendo uma promoção onde você entra e coloca seu site no ar e fica em degustação por 45 dias. Se nesse período você achar coisa melhor, mais estável, mais rápido ou tiver qualquer problema e quiser sair, eles devolvem toda sua grana numa boa.

Tá aí minha dica. Eu penei muito até achar a HostGator e estou gostando. Se quiser tentar, vai fundo. Se quiser correr o risco com os zezinhos da esquina, boa sorte pra você.

Não seja burro de achar que eu estou te dando esta dica de graça. O Hostgator tem um programa de afiliados onde eles pagam comissão por cliente. Então, falando francamente e sem hipocrisia, eu ganho dinheiro para cada pessoa que se cadastra após ler isso aqui. Óbvio que se eu faço isso é porque confio na empresa. O Mundo Gump está hospedado lá e eu estou gostando. Sugiro que você vá lá e tente. O máximo que pode acontecer é você não gostar e pedir sua grana de volta. Só que eu duvido que você não goste.

Tá feita a dica de onde hospedar um site. Agora sempre que me perguntarem isso eu mando pra este post.

Artigos relacionados

Comments

comments

17 comentários em “Onde hospedar um site? Eu sei!”

  1. É Realmente. Eu no caso hospedo meu pobre blog numa parceria com a Rede Tech Brasil. Bem simples. Basta um AdSense e pronto ele me dão 750MB de espaço em 2MySQL e 99,9% de Uptime.

    Simples. Espero que um dia meu blog cresça.

  2. Bom, depois dessa nem dá mais para eu anunciar de novo no MundoGump heuheue

    Imagina, meu banner ali do lado, e um post deste tamanho elogiando um concorrente.

    • Na verdade, isso não afeta nada, uma vez que é perfeitamente possível existirem varias empresas de boa qualidade. Se todo mundo pensasse assim, só existiria uma marca de cada produto anunciando por veículo.

  3. Mas você é um belo pilantra mentiroso.

    Fazer propaganda beleza.

    Mas com mentira, me poupe…

    Seu site NÃO é hospedado no hostgator (que é um lixo, por sinal).

    Seu site é hospedado no theplanet.com (que também não é o melhor).

    DICA: quer boa hospedagem? hostmonster.com ou bluehost.com ESTES 2 SE ALTERNAM COMO MELHORES SITES DE HOSPEDAGEM NA AVALIAÇÃO DE ESPECIALISTAS DA ÁREA. EU MESMO HOSPEDO NO BLUEMONSTER.

    ESCOLHI HÁ MAIS DE 1 MÊS, SUPER SATISFEITO.

    FONTE:

    http://www.top10webhosting.com/

    • Tá satisfeito? Parabéns pra você. Agora me acusar de mentiroso requer provas concretas, não conversa fiada barata. Você chega aqui saído sei lá de qual buraco e quer cagar de especialista? Grande coisa a tua opinião. Imagino quão especialista você deve ser para não conseguir nem verificar direito onde um site é hospedado.
      Mas já que você quer debater, vamos debater seriamente.
      Primeiro, no rating da avaliação, todos os 5 primeiros tem 5 estrelas.
      Segundo, entrando no site do hostgator vemos que eles oferecem tudo que o hostmonster oferece, como a devolução da grana se você não ficar satisfeito. Além de aceitar um numero ilimitado de domínios.

      O hostgator na avaliação do site que você mesmo forneceu está entre os cinco melhores. Se você parar para ler o que o hostgator oferece e o que os demais oferecem, verá que ele oferece ilimitado em tudo que os outros limitam a 5000, 10.000 (mysql) 1 gb de email e etc.
      Se você olhar atentamente, perceberá que os 5 primeiros servidores estão separados do restante porque eles estão praticamente equiparados. Comparando o hostgator com o primeiro da fila, o mosnter host, verá que eles oferecem praticamente a mesma coisa. Sendo que o mosnter Host tá com um preço mais barato (era o mesmo preço do hostgator mas baixou pela metade numa promoção) E é por isso que ele está na frente.
      Olhando o script database higlight, você vai ver que o tal “melhor” limita a 100 contas de msql. Enquanto o hostgator tem planos de mysql ilimitados. O Monster host briga oferecendo um domínio gratis para todo o sempre. O hostgator de fato não dá domínio grátis. Mas olhando com cuidado você vai ver que isso é uma vantagem do hostgator. Por que? Porque ele não se intromete no que não deve. A propriedade de um domínio deve ser do dono do site e não da empresa de hospedagem. Ganhar um domíno gratis para sempre só é boa idéia para newbies, que vão pensar que iso é ótimo. O site dele vai crescer, ele vai querer mudar para um server dedicado e só então vai descobrir que se fodeu, pois o domínio que ele “ganhou” é registrado pela monster host e ela vai obrigar o cara a comprar o plano dedicado dela. Aí o cara está escravizado PARA SEMPRE. Na minha opinião de dono de site, só isso já basta para limar o monster host dessa lista.
      Outra coisa, e esta é MUITO IMPORTANTE: Ao derrubar o preço pela metade, o monster host lota os servidores dele de gente pagando pouco. Parece bom para um novato, mas o que acontece é o que acontece na dreamhost. Você vai ser colocado num mesmo server que um monte de nego. Quanto mais sites pendurados no servidor, mais divididos os recursos. Daí para o site ficar lento e saindo do ar toda hora é um pulo.
      Além do mais, das cinco empresas citadas nesta lista, me parece que só o Hostgator está no Brasil. Isso faz um PUTA diferença. De longe é o maior diferencial. E eu posso falar com propriedade disso, pois meu site recebe mais de um milhão de pageviews e eu comprovei que hospedando ele no local de onde provém o maior volume de tráfego as coisas ficam bem melhores. Além de não exigir um cartão de credito internacional para contratar.
      Assim, como eu falei no meu post, os sites gringos bartinhos que oferecem mundos e fundos só valem a pena quando seu site é pouco visitado e sua audiência é maciçamente gringa.

  4. QUEM QUISER VERIFICAR COMO O MUNDOGUMP NÃO É HOSTGATOR:

    http://WWW.WHOISHOSTINGTHIS.COM

    BASTA ESCREVER MUNDOGUMP.COM.BR NESTE SITE E VERÁ QUE O SENHOR QUE MANTÉM O MUNDO GUMP É UM MENTIROSO

      • Cara como este Carlos e burro, falou um monte de abrobinha fez comparações ridiculas, entre outros.

        http://intodns.com/mundogump.com.br < dns da hostgator Carlos, deixa de ser pseudo-jumento faz favor. :B

  5. EU indico a KingHost, pois além das mensalidades serem acessiveis ela presa seus clientes, migreii meu site para la a uns dois meses e o suporte que me ofereceram esta sendo demais.

    segue link com deconto de 10% na primeira mensalidade.
    http://www.kinghost.com.br/promo/KINGMEGADESCONTAO.html

  6. Carlos, vc é um cara muito mal informado, vou deixar um trecho onde pergunto no chat do HostGator aonde fica o data center deles e isso ja é o suficiente pra mostrar que vc não sabe nada.

    André: Seu data center fica aonde?
    Percio Andrade: Em Dallas no Texas, utilizamos a The Planet.

  7. Eu já utilizo a Inter.net é uma empresa não tão conhecida ainda, porém .. acho que ela vai dar um salto.. pois tem um otimo serviço… além de um suporte super prestativo.

    Quem tiver interesse na minha indicação : http://inter.net.br/

    • O meu blog cresceu demais, e com um volume de acessos muito grande, optei por buscar um server dedicado. Cheguei a contratar um dedicado gringo, mas no meio do caminho mudei de ideia e abri uma conta VPN na Portofacil, porque la sou amigo do dono e falo direto com quem manda.

  8. Olá pelo que eu vi no whois você não está mais na PortoFácil você agora esta na ServerLoft uma empresa brasileira que copiou o nome da ServerLoft Gringa.

    Os planos Cloud Deles são super caros..mas parece que o serviço é bom..queria saber se você esta satisfeito com o servidor deles ou se pretende sair tbm??

    Abraços,
    Rodrigo Porto

    • Oi Rodrigo, por enquanto estou bem satisfeito com o serviço, mas ele não é barato. EU ainda recomendo a PortoFacil. No caso, eu saí de lá porque teve um período, no início dessa crise aí que o adsense tava rendendo pouqíssimo, eu estava enforcado tendo que pagar umas outras contas, e estava com um problema dum blog muito grande, que consumia muito recurso, mas dava baixo retorno financeiro. Optei por sair da porto facil e fi para uma outra que não recomendo nem para o meu pior inimigo, uma tal de universehost, que tinha uns vps mega-baratos, que descobri depois ser uma revenda lá da digitalone dos EUA. Peguei uma maquina voltada para games, mas depois de milhares de ataques DDos, software pirata instalado no servidor, um bilhão de paus sem explicação no apache, fiquei puto e fui para a serverloft. Hoje eu pago o equivalente ao que pagaria na Porto Fácil. Eu recomendo as duas.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.