O misterioso caso do fantasma que enviou emails

Durante décadas muitas pessoas pelo mundo todo juram ter tido encontros com pessoas mortas. Há quem acredite ter vivido estranhas situações com conhecidos, amigos e até parentes desencarnados, ou mesmo terem sido assombrados, assutados ou perseguidos por assombrações (eu sou um!).

Claro que em meio a isso tudo deve estar cheio (senão totalmente) de coincidências, situações curiosas, campos elétricos incomuns, fraudes deliberadas, erros de interpretação e “N” outras razões que a mente lógica usa para justificar -volto a dizer, com toda a razão – esses estranhos fenômenos. Há casos muito esdrúxulos envolvendo fantasmas, como o dia em que meu avô deu carona para um casal de fantasmas… Hoje me deparei com outro desses casos insólitos envolvendo fantasmas: Um fantasma mandou email!

Hahaha, parece que a velha táboa ouija já é coisa do passado. PIscografia? Que nada. O lance agora é email, e se bobear, até twitter! A história curiosa envolvendo o fantasma que enviou emails começa com o próprio, quando ainda era vivo. Jack Froese tinha apenas 32 anos de idade quando morreu em decorrência de uma grave arritmia cardíaca.

%name O misterioso caso do fantasma que enviou emails

Jack Froese (na direita) e seu amigo de infância

Aparentemente era só uma fatalidade comum, do tipo que ocorre todo santo dia em emergências hospitalares do mundo. Só que apenas quatro meses após o funeral, um parente e um amigo de Jack receberam insólitos emails. Uma das pessoas receberam as mensagens foi seu amigo de infância, Tim Hart. Na mensagem a Tim, Jack Froese mencionava coisas que apenas os dois sabiam.

Ocorre que pouco antes de Jack perecer devido a inesperada morte de arritmia, os dois haviam tido uma conversa sobre o que deveriam fazer com o sótão da casa de Tim. Na mensagem de Jack ele diz que “está observando”, que “está na casa” e que Tim deve “limpar a porra do sótão”. O email é assinado pelo morto!

%name O misterioso caso do fantasma que enviou emails

Jim respondeu o email do amigo morto, mas nunca obteve uma tréplica.

Como se não bastasse, Jack Froese ainda manou outras mensagens do além. Seu primo, recebeu também uma estranha mensagem. A do primo era anda mais estranha, pois no email, Jack o avisava sobre uma lesão no joelho, que só ocorreria após sua morte.  Na mensagem, Jack diz: ” eu sabia que você ia quebrar o tornozelo, tentei avisá-lo que você devia ter cuidado.”

Embora as mensagens contenham coisas que não poderiam ser sabidas antes da morte de Jack, como o acidente de seu primo, a maioria das pessoas encara isso como uma estranha brincadeira de algum amigo joselito. As pessoas que receberam as mensagens acreditam que elas sejam provenientes do morto realmente, mas ninguém sabe explicar como um morto manda email lá do outro lado. A mãe de Jack não se importou muito com o caso e diz que mesmo sendo uma piada, ela não acha ruim que seus amigos ainda estejam pensando nele, à sua própria maneira.

Existe uma outra possibilidade para explicar os emails insólitos do morto. Ele realmente os mandou, mas quando estava vivo!

Ocorre que existem alguns serviços aos quais você pode enviar emails e programar quando eles devem chegar. Talvez Jack possa ter programado o serviço sem imaginar que iria morrer antes de sua mensagem chegar aos destinatários. Isso não explica o caso do tornozelo, mas faria sentido no caso do sótão, embora seja meio sem sentido a linha “estou na sua casa” que aparece no email, e o título “estou observando”.

Seja como for, fraude, coincidência incomum ou evidência do mistério além da vida, é um caso no mínimo curioso.

fonte fonte

 

Artigos relacionados

Comments

comments

28 comentários em “O misterioso caso do fantasma que enviou emails”

  1. hehehe, se ele realmente estiver no paraíso, a conexão la deve ser ótima. rsrs
    não sério, li não me lembro aonde uma vez que existem empresas, que se você quiser elas enviam emails, para familiares, após sua morte, tipo uma brincadeira mórbida, mas bota mórbida nisso, já pensou recebe um e-mail do seu avo falecido a tantos anos???? O_o

  2. Por alguma razão isso me lembra um anime chamado Serial Experiments Lain. No primeiro episódio uma menina morre, mas as amigas de escola dela recebem um e-mail/SMS (não estou certo sobre qual dos dois foi) da amiga morta e isso desencadeia toda a trama…

    Isso tem mais cara de ser uma brincadeira (de mal gosto) do que algo realmente sobrenatural…

  3. Há uma outra explicação, que você não citou no texto.

    Existe pelo menos um serviço de envio de mensagens após a sua morte. O funcionamento é simples, você se cadastra no site e coloca os e-mails que gostaria de enviar após a sua morte. De tempos em tempos você tem que entrar no site para confirmar que você não está morto. Um belo dia, após a sua morte, não vai ter ninguém para fazer essa confirmação, e o serviço será ativado enviando os e-mails.

  4. Isso me lembrou o livro “A Corrente”, mas a menina que mandava os e-mails não estava morta, mas já estava com o pé na cova

  5. Philipe, existe um nome para isso…. Chama-se transcomunicação material.
    Não sei como funciona, mas isso não é uma coisa nova. Há muitos anos, pessoas alegam existir formas de captar sinais do além pela televisão. Claro que quando eu vi matéria sobre isso, experimentos eram feitos ainda em antigas tv’s de tubo. Também por radio parece ser possível.
    Eu nunca testei, então não tenho perícia nenhuma para afirmar isso, mas é algo que já escutei muito falar.

  6. Pelo que vi no triller do filme Nosso Lar, tem tipo umas lan-house lá no céu! hkauhuakha. Mas como o rapaz não respondeu com a treplica, de duas uma: Ou a conexão é muito ruim lá, ou a pornografia é muito boa.

  7. Adoro esses posts sobrenaturais..hahaha E eu tenho história parecida com essa e assim que li esse post precisei comentar. Meu tio morreu há 4 anos e uma das minhas tias (que não é a minha tia mulher dele) recebe todo ano o mesmo e-mail com uma foto deles em um restaurante que eles iam muito quando meu tio tava vivo. Detalhe, o primeiro email foi no mesmo ano, depois que ele morreu e ela não conhecia a foto. Tão gump quanto essa história (e ps: duvido que meu tio sabia desse serviço de ativar e-mails após a morte!)

  8. Histórias de fantasmas, na minha família, é o que não falta! Pra começar, minha irmã tem várias….. de luzes, vultos, névoas, e sonhos em que eu e ela nos encontramos….

  9. Antes de morrer eu tbém não acreditava nestas possibilidades, e agora consigo até fazer coments aqui no mundogump. E a conexão aqui é mto boa sim.

  10. ser humano eh um bixo imbecil msm, a maioria idiota e prepotente daqui frescam, tiram onda….mas tds vao morrer ainda, e isso td eh verdade e eh super normal, ate um foton que eh luz tem materia, entao td eh materia seus bando de burros negatorios de baixa densidade….o corpo morre , a consciencia fica, a memoria tb, e a energia tb, e eh supernormal, anormal eh vc ser ruim e sem humildade, jesus existe existiu e julga viu. comer sal nao eh bom nao, o cara simplesmente eh mt sabido, conhecimento inimaginavel, e eh tao bom q consegue perdoar um bando de otario qnd morre e q frescam com o conhecimnetosuperior dele

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.