24 Comentários

  1. Andre

    Caramba, que maneiro, o da minhoca e igualzinho ao do segredo do abismo mesmo, e o peixe planta de cima e como deveria se mover os Ents em senhor dos aneis, ficaria muito foda!

    Responder

  2. Philipe, esse post me deu uma ideia interessante pra vc, mas queria poder falar direto com vc. acho q vc vai gostar.
    entra em contato pra gente conversar ok!

    Responder
  3. Jackie

    É por estas e outras que prefiro as águas calmas das enseadas, mas mesmo assim sempre há um bicihino suspeito escondido pelas águas. Agora a do lagarto que menstrua pelos olhos,… ele vive de tpm.

    Responder
  4. Frederico

    O tio biólogo aqui pode ajudar.
    A tal “minhoca” é na verdade alguma espécie do gênero Pyrosoma (ou corpo de fogo, traduzindo). Ele é uma colônia de milhares de tunicados, como ascídias minusculas, em forma de um saco. Tem desses bichos com colônias bem pequenas até muito, mas muito grandes mesmos. Os tunicados, conhecidos como Urochordata, são um grupo de animais bem próximo a nós, na verdade, também pertencendo ao filo Chordata, o dos animais que apresentam medula espinhal.

    Responder
    1. Heitor

      Pra ter medula espinhal não é preciso ter espinha, não?

      Esse bicho parece tão homogêneo… tão monótono… cada célula do corpo dele parece igual a todas as demais. Difícil crer que esse bicho possua qualquer estrutura diferenciada.

      Mas eu sou leigo.

      Responder
      1. Renato M

        Também sou biólogo… gostei da explicação do Frederico, também nunca tinha visto ou ouvido falar desta “minhoca”, mas não esqueça, Heitor, que trata-se de uma colônia. São vários tunicados. Realmente de cara lembrei de “O Segredo do Abismo”.

        O cefalópode é impressionante. E esse lagarto sanguinário é demais, ele tem outras defesas, como inflar o corpo ou emitir um sibilo pra assustar predadores. Infelizmente é muito procurado por colecionadores de lagarto (sim, é ridículo, mas isso existe) e por isso ameaçado de desaparecer.

        Os seres abissais sempre facinam a gente. Pouquíssimo, praticamente nada, se conhece das profundesas dos oceanos. Cerca de 3% do mais obscuro pacífico, pra se ter uma noção.

        Esses animais são incríveis para serem admirados assim, em livros, vídeos e onde devem permanecer: na natureza. x_x

        Responder
      2. Frederico

        Cara, a medula espinhal é o feixe de nervos, os ossos só aparecem depois e para ser um chordado basta ter em pelo menos um momento da vida: cauda pós anal (que a gente perde), fendas branquiais (que a gente também perde), cordão nervoso dorsal (a medula espinhal) e notocorda (um eixo de sustentação, que na gente acaba virando os discos intervertebrais). Em seu estágio larval os tunicados apresentam tudo isso, mas o adulto retém apenas as fendas branquiais. E, acredita, se você ver uma colônia desses bichos de perto e examinar umindivíduo não vai achar nada monótono. São incrivelmente complexo, com estruturas únicas, como a túnica e uma faringe em forma de cesto. Também são os únicos animais em que o fluxo sanguíneo se inverte a cada batida de coração.
        São muito legais mesmo.

        Responder
  5. Rafael Trilhadovento

    Ah, tava com saudade destes posts bizzaros no Mundo Gump… e esse foi muito bom!

    Agora, a foto do polvo-concha-chupador-de-água-viva não abriu aqui não.

    Responder
  6. Dani

    é, como sempre digo, o oceano é um universo perdido…
    só um comentário besta: esse lagarto nº4 é o verdadeiro SANGUE NO ZÓIO! hehehehe :ohhyeahh:

    Responder
  7. Lucas Fazzi

    Esses bichos são a prova de que Deus não existe.
    Deus não seria tão cruel ou desocupado a ponto de criar coisas tão escr***s assim.

    Responder
    1. elvis

      e tem coisa mais escrota que o Homem ????
      rs sou ateu mais seu comentario nao tem fundamento nenhum

      Responder
  8. Rodrigo

    cara, aqueles grideyes são darth vaders vestidos de peixe…
    hauhauhauahuahuahauhauha

    Responder
  9. Karine

    Esse peixe com a vara não é aquele do Procurando Nemo? (desenho animado tbm é cultura! rs)

    Responder
  10. Matheus

    mano sérião será que ainda tem dinossáuros subaquáticos no fundo do mar? é uma teoria de botequim mas sei lá

    Responder
  11. Dorivaldo Aleixo

    Isto é a prova de que existem mais coisas ainda entre o céu e a terra, que a gente desconhece.

    Responder
  12. Isadora

    Eu num consigo pegar as imagens do bicho transparente, para o meu trabalho

    Responder
  13. Laura

    achei bem interesante  e mi surpriendi com o largato sangrento cara que nojo !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.