Holly shit! Inventaram o lightsaber!

A cena é clássica e está estampada em nossa memória pop desde que foi mostrada na tela prateada dos cinemas. Na cena, Darth Vader, um sujeito todo vestido de couro preto usando uma assustadora mascara que mais lembrava uma caveira high-tec, parado, impassível, diante de um jovem príncipe Luke Skywalker, ilumina a câmara escura com sua espada feita de luz vermelha. Ao som impressionante de um “wuoooon” aquela coisa brilhava e pulsava como uma espada de samurai incandescente. Se você não desejou ter esta merda, me desculpe dizer, mas você não é normal.

sw_empire_4

Não me interessava, naquela época se quilo era possível ou não. Era foda, era maneiro pra dedéu e isso me bastava. Hoje, dando uma olhada nos jornais, me deparo com a notícia de que inventaram o lightsaber!

A descoberta se deu por acaso, como acontece com quase tudo que é super maneiro. Físicos de Harvard e do MIT publicaram na nova edição da Nature que descobriram uma maneira de vincular os fótons em conjunto para formar uma nova molécula que se comporta quase exatamente como aparece nos dispositivos mortais de George Lucas! Segundo o professor Mikhail Lukin da Universidade de Harvard:

“A maioria das propriedades da luz que conhecemos se originam do fato de que os fótons não têm massa e não interagem. O que temos feito é criar um tipo especial de meio em que os fótons interagem uns com os outros tão fortemente que eles agem como se tivessem massa e unem-se para formar um tipo de molécula. Não é uma forçação de barra comparar isso com sabres de luz. Quando esses fótons interagem uns com os outros, eles estão empurrando e desviando uns dos outros. A física do que está acontecendo nessas moléculas é semelhante ao que vemos nos filmes! “

fonte

Tudo bem que ao ler essas afirmações bombásticas, eu me pego meio Velosiando:

Mas não custa sonhar, afinal eu sempre quis esta porra. E me agarrarei a qualquer rarefeita notícia disso vir a ser possível.

Notícia que aliás, qualquer fã de Star Wars sempre desejou ler, e que nos leva a pensar o quão correto estava o escritor de 2001, Arthur Clarke quando ele estabeleceu seu terceiro postulado. Os três postulados de Clark são:

  • Quando um cientista distinto e experiente diz que algo é possível, é quase certeza que tem razão. Quando ele diz que algo é impossível, ele está muito provavelmente errado.
  • O único caminho para desvendar os limites do possível é aventurar-se um pouco além dele, adentrando o impossível.
  • Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível de magia.

Agora, se eles conseguirem fazer um sabre de luz que realmente funcione (acho que nunca fará uwóóóón) espero que gastem algum tempo para também inventarem isso:

speeder

De modo que depois, viabilizem isso:

rsz_hoverboard-action-shot

 

E então todos seremos felizes!

11 comentários em “Holly shit! Inventaram o lightsaber!”

  1. e tem mais…comprando um sabre de luz na cor verde neon vc ganha inteiramente gratis uma camera tecpix…ela filma…eh mp3….eh pen drive…caneta espiã…acende seu churrasco e remenda seu pneu furado….

    Responder
  2. ah sim…minha mãe hoje para mim,que tanto tu faz nesta m**** de computador? ai eu falei,to lendo pô? e ela…que tanto tu lê que não sai dai? ai mostrei o blog…e adivinha…ela nao sai do pc kra…ta lendo tudo…parabéns ai phillis….ganhou mais uma assidua leitora…

    Responder
  3. Porra se tinha uma coisa que eu sempre quis mais do que um sabre de luz foi uma hoverboard, mesmo eu não tendo um mínimo de equilíbrio nem pra andar de skate.

    Responder
  4. O problema com o “sabre” de luz reside no fato de que, além de forçar os fótons a interagirem, para que se comportem como matéria, o seu comprimento precisaria ser limitado, senão ele se distenderia praticamente ao infinito. Ou seja, a luz teria que ser confinadaem um espaço delimitado ao “comprimento” da lâmina do sabre, como um envoltório ou recipiente. E essa tecnologia, até onde se sabe, não existe. Nem na física de partículas, nem na mecânica de fluidos, uma vez que a luz é considerada uma partícula-onda, que ora se comporta como uma, ora como outra.

    Por enquanto, “lasersabre” só nas empresas lucasfilm, mesmo!

    Abraços.

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares