Hans Donner propõe uma nova bandeira para o Brasil

%name Hans Donner propõe uma nova bandeira para o Brasil
Esta notícia está circulando na lista de discussão Design Grafico. Não sei se é verdade, mas a julgar pela prepotencia egocêntrica do Hans Donner, eu acho que deve ser real mesmo. Só faltava essa. Uma bandeira nacional com aquela cara de Rede Globo.
O cara nem brasileiro é e quer meter a mão na nossa bandeira. Tá de sacanagem. Como se não bastasse meter a mão na morena Globeleza…
Tudo bem. “A césar o que é de César”. O relógio que ele projetou é legal. Muito legal mesmo. E uma outra idéia de marca dos produtos da Globo são leais. Mas fala sério. neguinho bota muita moedinha no cofrinho dessa figura. Não é isso tudo não, né?
Tá aí a notícia bizarra:

Hans Donner propõe uma nova bandeira

(vindo do 16º Festival Mundial de Publicidade de Gramado)

Hans Donner está convencido de que o Brasil só vai melhorar quando mudar o design da bandeira. Principalmente a inclinação da frase “Ordem e Progresso”: “Os positivistas não entendiam de design, hoje todo mundo entende, e sabe a importância dos símbolos. Aquela inclinação prejudica o país”. A proposta dele é dar um giro na esfera azul transformando a faixa branca de descendente em ascendente e incluindo a palavra “amor” no início da frase. Recuperaria, assim, o lema dos positivistas, “o amor por princípio, a ordem por base o progresso por fim”, que originou o “ordem e progresso”.

O designer Hans Donner não mudaria as cores da bandeira, mas acrescentaria um leve degradé dando “volume”. É a aplicação do jogo “claro-escuro” um dos focos da sua palestra no 16° Festival da Publicidade de Gramado. Ele mostrou várias situações de sua vida onde estiveram presentes situações de claro-escuro.

No logo da Globo, o “claro-escuro”está agregado a esfera, elemento que considera permanente ponto de partida de suas criações. “Sou apaixonado por futebol. Vi, aos nove anos, todos os jogos da Copa do Mundo. Me apaixonei pelo Brasil por causa do futebol, era fã do goleiro Gilmar”.

Uma história dele na Globo. “Uma vez, o Boni me disse: ‘Hans, gasta, eu quero o melhor do mundo”.

No encerramento, fez uma declaração que contradisse o elogio à tecnologia: “Não sou muito ligado a computadores. Mas a outra dimensão, muito mais transcedental”. Isso depois de informar sua página na Internet ( www.timedimension.net) e mostrar sua participação no lançamento do Windows Vista.

Comments

comments

15 comentários em “Hans Donner propõe uma nova bandeira para o Brasil”

  1. O Hans esteve no programa do Jô não faz mto tempo e a entrevista dele foi um saco! literalmente! o cara contando sobre o relógio, parecia um fanático religioso pregando! uma coisa estranha, absurda! fanática! só assistindo pra ver… ele deve ser inteligente, mas é mais chato do que inteligente! 🙁

  2. eu acha que o bandeira deve ser igual minha relocio, porque minha relocio é tuda na meu vida. Ate meu filha apontado dedo pra relocia…. Banda de invezossasss

    assinada Hans

  3. Ele é podre. Prepotencia só. Tudo bem q fez isso e aquilo, mas isso nao muda a podridão. Um estrangeiro mudar a bandeira nacional!?!! Po fala serio.

  4. tá, e ele vai por uma foto da globeleza na bandeira nacional????

    o negócio dele é fazer abertura de novela, e pintar o corpo das globeleza.

    gente mais capaz fez nossa bandeira.

  5. Hans Donner está convencido de que o Brasil só vai melhorar quando mudar o design da bandeira.
    Frase absurda.Muda bandeira, a educação,saneamento básico,saúde, segurança…;Lembro que no “Show do Milhão”, do Silvio Santos, a pergunta de um milhão era:”o que está escrito na bandeira do Brasil?”.O participante era um professor e a resposta dele foi:”ordem OU progresso”(p.s.os dois não pode).Independente de nervosismo ou não,
    Se um cara que é responsável pela formação das pessoas não sabe, imagina o Chico Barbudo, do boteco da esquina vai saber.
    Conclusão:O povão não conhece nem a atual bandeira, quem dirá se reformularem, que efeito isso vai ter na prática.

  6. Philipe,

    o fantástico Mundo Gump está cada vez mais fantástico e maravilhoso de se ler.

    Eu só me pergunto, primeiro, onde você arruma tempo para tanto e onde busca essas notícias exóticas. Aquela do Mickey Mouse num afresco medieval foi demais.

    Beijos.

    Ah… mudei a conexão do meu micro e tenho acessado o Mundo Gump bem mais fácil.

    Outra coisa: tiraram os mendigos daqui. Será que Godô leu meu e-mail??? hehehehe

    Valeu!

  7. caidaço, você disse tudo. É isso aí.

    Nikita, obrigado pelo elogio. Dá trabalho catar coisa estranha pela internet afora.

    Espero que o Godô leia seu blog. Espero que ele leia o meu também. Quem sabe assim ele se coça e começa a fazer alguma coisa sem ser especulação imobiliária em áreas de preservação ambiental.

  8. Esse Alemão FDP tem é que mudar o design da bandeira do país dele, prepotente de merda!
    Minha Bisavó com 16 anos costurou essa bandeira, a primeira de todas, no Imbuí, aqui em Niterói!

  9. Hans é brega. Quando tinha 7 anos, apanhou de um moleque na escola e descobriu o degradée roxo-rosa na testa de otário que ele exibia na época e nunca mais se desvinculou desse conceito. Mais que forma, design usa contraste, equilíbrio e outros elementos nem sempre visíveis no trabalho dessa toupeira que se acha o reformulador do universo, mas que só faz cagada. Vi, certa vez, uma mesa que ele fez e que resumia seu trabalho: consistia num tampo de vidro cujo suporte era um tecido enrijecido por qualquer forma de resina, formando um “U” deitado e esquisito. Esse papo de degradée na bandeira tinha que ser coisa desse mané, que, dentre os conceitos mais básicos, esqueceu um dos mais primordiais, que é a REPRODUTIVIDADE da imagem, e, nesse caso, degradée não se aplica na bandeira de um país. Me deu vontade de acrescentar “volume” à testa de Hans com uma garrafada, numa aplicação do jogo “claro-escuro” que ele prega por aí. ;D

  10. Até como assassino você é um bom designer. Se a garrafa for de vinho, o bordô com o vermelho-sangue dará um belo conjunto sobre a cor branca do gringo.

    Falando sério. O que me irrita no Hans donner é se achar bem mais foda do que é. E piorar isso tudo com um papo pseudo-new age tipo aqueles da Xuxa… Já viu a Xuxa falando sobre mistérios e universo?
    Aquela filosofia pós castanheda-new age-califórnia? Pois é.
    Vomitável.

  11. Sem Chance!

    Ele é uma Lenda, só que no país dele ele não foi valorizado como profissional…
    Cresceu profissionalmente no Brasil, e mais uma vez uma empresa brasileira importa um profissional para trabalhar aqui, a onde está o nacionalismo, vamos valorizar o que temos aqui…
    Isto é um desrepeito com o país que “deu” a oportunidade de crescer…

  12. Esse cara é um brincalhão
    Mas se fossem reestilizar nossa bandeira acho que deveriam mudar o tema “ordem e progresso”
    deveriam escolher algo menos militar e que de fato desse uma identidade ao País

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.