Gump Cast

%name Gump Cast

Eu estava na dúvida aqui se devia ou não me arriscar no desconhecido universo do podcasting. Mas uma bicheira bizarra aconteceu com a minha conexão da internet ontem e eu aproveitei meu “tempo livre” forçado do blog para me dedicar a esta idéia maluca.

Basicamente, (pelo pouco que eu sei, pois sou semi-ignorante nesse treco) um podcast é um tipo de pequeno programa de rádio que você mesmo faz e distribui para quem quiser ouvir.

Com o advento dos iPods e mp3 players de bolso, com celulares tocando mp3 e tudo mais, me parecia uma boa idéia mergulhar nesta tecnologia como forma de expansão dos domínios Mundogumpescos.

Depois de tentar entender como fazer um, eu acabei metendo a cara e fazendo alguma coisa assim, meio de rascunho. Mas já aviso logo que não tá uma coisa profissional, obviamente. O microfone é aquele de dez reais. E eu tenho muito que aprender ainda sobre isso. O melhor jeito de aprender é fuçando, então eu resolvi fazer um podcast para aprender fazendo. Como era um podcast de teste, digamos um “testecast”, eu resolvi pegar uma aventura do Mundo Gump, escolhida aleatóriamente e contá-la.

Eu achei que seria uma boa idéia narrar as aventuras do melhor do Mundo Gump, porque isso em tese permitiria que deficientes visuais pudessem ter acesso às merdas da minha vida%name Gump Cast.

Claro que em breve eu pretendo dar uma aperfeiçoada no negócio e fazer um podcast com assuntos novos e coisa e tal.

[display_podcast]

Este podcast ficou com 20 mb. Sugiro clicar com o botão direito aí em cima de download e salvar na sua maquina.  Mas então fica a dica aí. Eu queria saber a opinião de vocês, se continuo com isso ou se devo limitar-me à minha insignificância e apenas escrever.

Artigos relacionados

Comments

comments

14 comentários em “Gump Cast”

  1. Sua voz é boa e você sabe se expressar muito bem, acho que daria certo…

    A música foi uma boa idéia mas troque ela para uma “aventura/drama” mas bem leve!

    Valeu.

  2. Pois é,

    você consegue expressar muito bem. Um bom contador de histórias. Pode fazer mais.

    Só baixaria um pouquinho o volume da música de fundo para não ficar tão chatinha a repetição dela no pé do ouvido.

    parabéns

  3. aeee,
    depois de mto tempo só fazendo numero nas visitas ao blog, eu resolvi comentar rsrs
    po Philipe, ainda nem ouvi o breguet, mas tenho certeza que tá bom, pq afinal, suas historias sempre foram “narradas” na familia, a novidade aqui é justamente o fato de voce ter escrito muitas delas…vc contando historia sempre foi hilario, logo, eu diria pra vc continuar nessa empreitada de podcast!
    abrçs

  4. Ah, e se houver esta opção, tenta reduzir o bitrate do podcast, assim fica consideravelmente menor, o arquivo.

    Quando não é musica, e sim uma narração, algo como 64kbps ou ate mesmo 32 sao suficientes pra te ouvir alto e claro 😀

    []s

  5. Nao ouvi ainda, to baixando. Só uma observação, os deficiente visuais já tem acesso ao seu site. Eles usam sintetizadores de voz com leitores de tela, assim o programa “dita” pra eles o que está na página, basta seu site ser acessível 🙂

    []’s

  6. Então, eu estou baixando seu “testcast”. Estou querendo saber como funciona os podcast também, vc deve ter se saido, pelo menos pelos comentários e pela coragem de postar dá pra se ter uma idéia.
    Vou terminar de baixar, daqui a pouco eu comento, rs…porque 20 mb, é um chute no s… mas acho que dá pra fazer uns menores…faz parte…rs..abraço, visita meu blog !

  7. Otima idéia!

    Ainda mais para pessoas, como eu, que fazem trinta coisas ao mesmo tempo! (no momento estou trabalhando, almoçando e lendo seu post!)
    Se eu pudesse ouvir em vez de ler poderia até adicionar outra tarefa! (assoviar por exemplo)

    Abraço

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.