11 comentários em “Gump Cast 10”

  1. Cara, pra mim, aquele conto que voce colocou no MundoGump em que voce se cagou todo no carro, foi me deixou solucando, fiquei ate preocupago, pois nao parava mais de solucar.

    Parabens, sou seu fa, moro em Charlotte NC USA, e curto muito seu blog, agora que eu descobri este seu trabalho na radio. Parabens,
    Nilton junge

  2. Olá Philipe,
    Primeiramente parabéns pelo blog e pelo Gumpcast, sou de Recife e sou leitor do blog já algum tempo e sou fã do Gumpcast, já ouvi todos os programas pela internet, que devo dizer que está ficando melhor a cada programa, concordo com o Nilton em relação ao conto “O dia em que me caguei” quando eu li quase que eu também me cago só de rir, e sorriu até hoje quando lembro, acho que você contando o fato no Gumpcast seria hilário.

    PS: A vóz do Belzebu está muito Dããããã, parece que ele é retardado, está parecendo mais o Sloth (dos Goonies) do que o rei das trevas.

    Forte abraço.

  3. Philipe, muito bom! Adorei a volta dos casos estranhos ao Gump Cast: as listas de filmes foram legais, as HQs e tal, mas acho que o Estranho e que realmente justifica o termo Gump, ne? :). Ah, a ideia de ler contos e sensacional! E adorei escutar o technotango no bg. Era Gotan? Que tal tocar na trilha principal? Abracao e parabens!

  4. Olá, Philipe!
    Sou leitor há muitos anos e agora ouvinte assíduo! Moro em Praga, Rep. Tcheca e fiquei bastante surpreso com o Codex Gigas. ?áblova bible (bíblia do diabo). Tenho que dizer que sua pronúncia de Tcheco deixou bastante a desejar! hahaha Mas tudo bem… é mesmo um idioma complicado. Vou ver se mando um email a tempo do próximo programa! Continue com a leitura dos contos! Os que eu mais gosto são: Kássia e Eu peguei Osama Bin Laden. Quem sabe agora ler alguma das suas aventuras? São minhas favoritas. Quem sabe alguma sobre os tempos de escola. Talvez seria interessante em vez de ler, você narrar! Você mesmo já comentou que algumas delas narradas seriam ainda mais engraçadas! 🙂 Um grande abraço! Espero que o programa continue por muito tempo!

  5. Quanto a as sugestões do podcast, eu pensei em lhe dizer o seguinte, nota-se uma melhora gradativa, inclusive na entonação, o texto está mais fluído e não mais aparenta ser lido. Parabéns.
    Porque você não convida pessoas para um bate papo? vc poderia continuar com o modelo atual com intervalos musicais e contos. Imagino que conheça o Nerdcast, o problema é qualquer pessoa que tente fazer um podcast acaba por ser comparada com quem é mais famoso no ramo, porém, o seu é diferente com uma estrutura totalmente diferente e, por tanto, não cabe comparação. Acredito que a manutenção da atual estrutura com a inclusão de um novo bloco com uma conversa bem humorada, mas que não tome todo o tempo do podcast seria um valioso acréscimo.
    por exemplo, 1 hora dividida em 25 minutos de conversa, 20 min aprox. 3 ou 4 músicas intercaladas por contos e considerações 15 a 20 min sobre diversos assuntos. A título de parâmetro nunca exceder 1h 30min, pra não ficar cansativo.
    E por fim a inclusão de vírgulas sonoras diferentes a cada podcast. Isso
    não foi inventado pelo nerdcast e é muito utilizado.

    • É uma boa ideia, mas no momento não tenho como fazer isso da conversa, porque eu gravo o gumpcast em diversos momentos, ao longo da semana, (quando faço intervalos entre meus trabalhos) o que é meio problemático, por questão de logística de produção mesmo. Se eu tivesse um determinado horário para fazer esta conversa, seria foda, e eu já teria até os amigos certos para isso. Só que eu precisaria investir numa mesa para gravação multicanal, e por enquanto ainda não dá.
      Tb não posso estender o programa, já que ele é programa de radio e eu tenho uma janela exata de 1 hora. Vc tem um exemplo do que são virgulas sonoras? Não sou ouvinte de podcast, então eu não sei como que é esse lance.

      • vírgulas sonoras são sons que duram no máximo uns 3 ou 4 segundos que servem para separar assuntos, por exemplo vc falou sobre um filme e em seguida vai falar de outro filme ou vai ler um conto. A vírgula sonora funciona como uma vírgula gráfica para separar os assuntos, pode ser um som de um vidro quebrando, uma fala de um personagem de um filme, um jargão famoso, ou um trecho de música, apenas deve obedecer a duração de poucos segundos e ser a mesma durante todo o podcast. Vc pode e deve mudar a vírgula a cada podcast. vá no site jovemnerd e ouça um podcast deles e reconhecerá a vírgula sonora assim que ouvi-la.
        Quanto a edição, existem vários programas para pc, mas dizem que os melhores são para mac.
        A medida que seu podcast for crescendo e quem sabe te dê algum retorno financeiro aí vc compra o um microfone apropriado para isso e faz os investimentos necessários. Tudo ao seu tempo.
        Em relação ao fato de gravar durante a semana toda, vejo o pessoal conversando por skype e gravando, mesmo em podcasts de qualidade esse recurso é utilizado com freqüência, uma boa conversa supera algum defeito de audio.
        Normalmente elege-se um tema os participantes estudam e conversam sobre ele pelo skype em grupo, assim já é feito no podcast de referencia que citei, no seu o diferencial é que tem seus contos e músicas.
        Estude a referencia, basta ouvir se divertir e nos divertir.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.