Gizmo, o filme Gump

O meu amigo Kentaro Mori do site 100 nexos me deu a dica e eu fui conferir. Gizmo é um documentário de 1977 criado por Howard Smith que mostra centenas de filmagens antigas, a maioria das décadas de 20 e 30. O interessante sobre estas filmagens é que são o retrato de uma época, quando as pessoas tentavam construir maquinas para toda sorte de funções. Ali estão coisas realmente interessantes, como a maquina de balançar o berço e verdadeiras tragédias pré-anunciadas como alguns aviões sem motor inspirados na forma de pássaros. O resultado do filme não podia ser mais interessante. Gizmo mostra claramente uma radiografia da inventividade humana. A necessidade de ultrapassar os limites e ser visto como alguém além da maioria parece a tônica do filme. Do homem que suporta um disparo de bala de canhão com a barriga ao cara que planta bananeira vendado sobre uma estreita viga de prédio no alto de Nova York sem redes nem proteção (e ele cai, para logo depois se agarrar desesperado na viga) o documentário não mostra nenhum acidente fatal, embora alguns produtos inventivos mostrados no filme tenham o objetivo de matar, como a pulseira revólver.
O filme está abarrotado de coisas do arco da velha. Algumas bastante impressionantes até os dias de hoje, quando achamos que já vimos de tudo.
Lógico que tem idéias completamente absurdas, como o taxi que libera gás lacrimogêneo, a maquina de lavar cujo motor é tocado por um cão correndo numa roda de hamster gigante, uma “maquina de lavar” que se resume a uma piscina enorme cheia de algum liquido estranho onde a pessoa entra vestida e sai do outro lado, alegadamente seca e limpa. Há também o tênis com solas de 30 centímetros para jogadores de basquete e os óculos com ventilador embutido e limpadores de pára-brisa.
Eu penso que o melhor deste filme são as demonstrações dos inventos, registrados pelos próprios inventores para a posteridade. A maioria é um fracasso retumbante e é hilário ver a expressão deles quando as coisas dão errado. Sem falar no aspecto teatral de certas demonstrações de produtos, que lembram muito as propagandas da polishop.
É um show de maluquices. Apesar de grande para os padrões da internet, com mais de uma hora de duração, Gizmo é um festival de diversões. Vale a pena ver:

Related Post

12 comentários em “Gizmo, o filme Gump”

  1. Algumas são realmente hilárias. Uma coisa que dá pra se notar no filme, é que o pessoal é realmente ingênuo (imagina o filme, vintage!!!) ou muito corajoso.

    Caraca, tinha coisa ali emque os caras realmente se arriscavam…

    Valeu, muito bom o post….

  2. O filme é de 1977 pelo que andei pesquisando e tem até trilha sonora. Veja no link:
    http://www.imdb.com/title/tt0074573/soundtrack
    Eu adorei a música “Let It Go – P.J. & J. Steven Soles” que é a trilha usada na parte das demolições, procurei feito um doido esta música em tudo que é lugar da web e nada, se alguém puder me ajudar a encontrar, agradeço. Abração e parabéns pelo site.

  3. Eu vi uma parte desse documentário na TV Cultura há muito tempo atrás (e põe muito nisso)… Parece que eles reeditaram o filme e tiraram as partes em que os “inventores” morrem durante a demonstração; como é o caso do sujeito que pula da Torre Eiffel com asinhas iguais às do gavião negro e se esborracha diante da platéia… No texto do 100nexos diz que foi para não cortar o barato das pessoas que assistiam as projeções… Depois das cenas de morte, paravam de rir por 15 minutos- Será que na época, entre esses curiosos que compareciama a esses “shows” não rolava um bolão do tipo vai “morrer-vai morrer”? eheh

  4. Não é uma idéia tão absurda o táxi que libera gás lacrimogêneo.
    Quem inventou isso foi um visionário!
    Pergunte aos taxistas de hoje o que acham da idéia.
    Atualmente existem táxis que possuem uma divisória à prova de balas para separar motorista de passageiros, acho que são aqueles de Londres.
    E teve um brasileiro que inventou um cabine à prova de balas para instalar nos táxis daqui e isso foi há poucos anos.

    • Cabine a prova de balas ainda vai, mas gas dentro do taxi iria afetar os bandidos e o próprio taxista, além do mais gas não impede tiro. Acho que o vidro a prova de balas é uma boa idéia mesmo.

  5. Um dos melhores posts do Mundo Gump na minha opnião. Os Anos 20 eram os melhores.

    e eu acho que a piscina é só pessoas entrando de trás-prá-frente e o filme rodando em reverso. Usaram a mesma tecnica no “imã pra peixe” (e tambem em vários filmes dos Trapalhões)

    Mas Philipe, eu ainda acho que este é o momento certo pra você postar a segunda parte daquele post sobre “hipnose e invocação de demonios”, e por favor nada de “Mib 2.0” (ou talvez sim. seria engraçado ser enganado de novo)

    • Provavelmente mesmo, Mario. Acho que vc matou a charada da piscina, mas daí eu penso qual o sentido de um invento que recorre a truques de efeitos especiais da época?
      Sobre o outro post, eu já comecei ele três vezes e apaguei. O problema é que essa história envolve pessoas que não querem e nem podem aparecer. É difícil falar sobre certas coisas, porque eu fiz um juramento de segredo e me foderia de verde e amarelo se abrisse o jogo. O segredo é parte integrante das ordens místicas há séculos. Mas eu não abandonei a idéia deste post. Eu só não sei como contar algumas coisas. Mas que vou dar um jeito eu vou.

      • Ahhhh….eu e minha namorada também nunca esquecemos este post sobre as sessões de hipnose que você fazia…..não vemos a hora de ler a continuação….!!!
        Eehhehehe… abraços

  6. E tb o dos professores incriveis, esse seria um bom post para o inicio das ferias, ja que seguramente muita gente estara abandonando seus respectivos maestros incriveis, mesmo que ainda nao tenham se dado conta.
    Abs
    Andre

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares