Gigante pela própria natureza

Achei algumas imagens de coisas gigantes na net. A maioria são vegetais recordistas, mas é curioso ver tudo isso junto.

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

%name Gigante pela própria natureza

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

%name Gigante pela própria natureza

 

 

E para acompanhar, nada melhor que uma bela lagosta.

%name Gigante pela própria natureza

Ou quem sabe duas.

%name Gigante pela própria natureza

Artigos relacionados

Comments

comments

11 comentários em “Gigante pela própria natureza”

  1. O tamanho destes legumes e frutas é documento, sim. É certidão que sacia a fome do mundo. Basta o querer dos governantes, que a terra produz a vida.

  2. Esses vegetais gigantes são dignos de Wallace & Gromit! Chame a Anti-pesto!!! X)

    Abraços,

    .faso

    Off: Uma “beliscada” daquela “lagostinha” deve amputar um membro…

  3. só a título de informação, a primeira foto é um fungo….

    (sim, eu sei o quanto isso é chato, hauhaahhauhaua!)

    [quote comment="19748"]O tamanho destes legumes e frutas é documento, sim. É certidão que sacia a fome do mundo. Basta o querer dos governantes, que a terra produz a vida.[/quote]

    Eliane, estes legumes e hortaliças nãoo são produzidas de modo convencional. Não haveria recursos para criar colheitas inteiras de vegetais gigantes!

  4. Isso ae (os legumes gigantes) é a alegria dos vegetarianos 😀

    Engraçado que gradativamente as coisas estão engrandecendo.

    Será que onde estamos se tornará uma terra de gigantes? :shocked:

  5. Jeny, embora pareça que as coisas estão crescendo, a realidade é o inverso. Infelizmente. Por exemplo, o bacalhau hoje já tem a metade do tamanho que já teve décadas atrás. Os animais pescados e com maior valor comercial são sempre os maiores. Com isso, os menores costuma ser jogados de volta ao mar. Assim são eles que se reproduzem. Isso faz com que reduza a disponibilidade dos genes dos animais maiores, sobrando peixes cada vez menores. Com a sardinha se dá a mesma coisa.

    É uma pena, mas com a demanda alimentar crescente no mundo a tendência é que espécies acabem completamente (como a sardinha, o salmão, o bacalhau e o atum)e o início do declínio dessas espécies é o encolhimento progressivo. A única solução plausível para isso seria um intenso trabalho genético para gerar peixes transgênicos de maior porte. Mas por melhor que sejam as intenções, criar peixes transgênicos pode ser tão danoso ao ecossistema quanto a extinção que nós humanos estamos causando. :argh:

  6. Essa batata ae dá até medo meu…. hahahahaha… Imagine só sua mãe falar… “Filho descasca essa batata aki pra mim….” heheheheheheh 😎

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.