Descoberto o vinho mais antigo do mundo

Cerca de trinta garrafas do vinho mais antigo do mundo foram descobertas por mergulhadores num naufrágio no Mar Báltico. As garrafas são de champanhe, e tiveram sua origem estimada entre 1782 e 1788, ou seja, elas são de um tempo anterior à revolução Francesa. Todo este tempo as garrafas de vinho estiveram no escuro e silencioso leito do oceano.
Descoberto o vinho mais antigo do mundo
As garrafas que teriam sido produzidas pela Clicquot, (agora Veuve Clicquot) trouxeram aos especialistas de vinhos uma intrigante e monumental surpresa: O vinho está em ótimas condições.
De alguma maneira a temperatura e escuridão do leito do oceano fez com que a bebida se mantivesse intacta. Após o vinho e as garrafas serem enviadas para análise em um laboratório francês, os resultados comprovaram que as garrafas de vinho guardam em seu interior o mais antigo e em boas condições champanhe existente.
Agora, como era previsível, as garrafas do vinho mais antigo do mundo irão a leilão. Especialistas concordam que o preço provável para cada garrafa de vinho seja de U$ 69.000.
A marca de garrafa de vinho mais antiga do mundo até então era de um Perrier-Jouet datada de 1825. As 30 garrafas de vinho descobertas no fundo do mar são cerca de 40 anos mais antigas que ela. As garrafas de vinho do naufrágio foram descobertas na costa de Aaland, uma parte autônoma da Finlândia.
fonte

Related Post

9 comentários em “Descoberto o vinho mais antigo do mundo”

    • Champanhe é um vinho branco espumante.
      Obs. Para um vinho espumante ser denominado Champanhe/ou Champagne é obrigatoriamente (consta na legislação) ser produzido na região de Champagne, na França, são vinhos espumantes fermentados pelo método Champenoise (só pode receber essa nomenclatura vinhos provenientes da região francesa de Champagne). Outras regiões de vinhos fermentados pelo mesmo método, são nomenclaturados como Método Tradicional (consta na legislação).

  1. Tá, agora me diz uma coisa, eu nao sou especialista nem de vinho e muito menos de Champagne, mas essa caralha nao estraga? Pqp, eu é q nao tomaria isso por melhor que vagabundo diga que estaja, ainda mais de tivesse que pagar mais de 5 mil por 1 dose.

    • Pois é. Eu me faço a mesma pergunta, Wellison. Até porque a rolha é um tecido vegetal, orgânico. É intrigante como o material se conservou. Mas eu creio que quem comprar isso será para coleções particulares, o que significa que as bebidas estando boas ou ruins provavelmente nunca serão consumidas.

  2. O pensamento desse pessoal é intrigante: “que guardar pràs futuras gerações, o que! Vamo tomar tudo!”. Na minha opinião, algo assim devia ser guardado, ir para um museu, sei lá.

    Quanto à sua dúvida sobre a rolha, bem, estava no fundo do mar, cheio de sal. Faz sentido?

  3. Vinho não estraga, caso ele seja mal conservado vira um tipo de vinagre …
    Mas se for bem conservado não estraga e fica muito bom, quanto mais velho mais saboroso …

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares