De volta para o futuro e o skate levitador

Compartilhe

Quem não sonhou em ter aquele skate que levita do Marty Mcfly? Eu sonhei, e hoje dando uma olhada num dos sites que eu leio, me deparei com o depoimento de um cara que realmente acreditou que aquele skate existia. Na verdade, ele apenas foi mais um dos milhões de meninos que realmente acreditaram naquela coisa. Para ajudar a vender o filme, Robert Zemekis nunca assumiu que o skate de McFly era um efeito especial. Ele sempre dizia que era um protótipo da Mattel que ainda não havia sido lançado, e que estava em desenvolvimento. Aquele papo furado que todo mundo engole.
Pra piorar, os caras liberaram (ainda no fim da década de 80) vídeos mostrando os “testes” com a tecnologia. Hoje eles são risíveis, mas naquele tempo, parecia realmente que ia acontecer. Isso ajudou a criar toda uma lenda urbana conspiratória sobre pessoas tentando impedir o lançamento do “brinquedo” por ele ter propriedades que desafiam a ciência conhecida até então – pelo menos na Terra.

E desde este video, muitas pessoas frustradas daquele tempo, começaram a pensar maneiras de fazer o sonho do Robert Zemekis virar realidade. 99,9% dessas pessoas acabaram tentando fazer a coisa usando colchões de ar. Assim, a idéia deles era criar mini-hovercrafts. Ou seja, algo caro, barulhento e feio.

airboard12387158 De volta para o futuro e o skate levitador

A coisa parecia sem solução (e ainda está assim) até que eu me lembrei de uma conversa que tive com meu pai há alguns meses atrás. Estávamos batendo papo sobre o uso potencial da tecnologia de levitação lá do Maglev Cobra. A tecnologia de levitação por supercondutores ainda está na pré-história.  A cada ano, novidades interessantes são descobertas. Há muita coisa que acontece e que não sabemos ainda a explicação e esta tecnologia não é exclusiva para o transporte de passageiros e carga. O campo de aplicações da levitação é absurdo. Um exemplo disso é a montanha-russa lá do Felipe. Naquele dia surgiu uma aplicação potencial: Diversão. Puramente diversão.

Fazer o skate que levita existir. hoverboard8777939 De volta para o futuro e o skate levitador

O sistema, na verdade, é bem simples. Trata-se de um rinque, como aqueles rinques de patinação que são montados em shoppings. O Rinque pode ser gigantesco, pode ter o tamanho que o cara quiser (e puder pagar). Dá até para o sujeito construir uma espécie de cenário de cidade em cima dele.
A única característica desse rinque é que ele seja forrado com um piso fino e por baixo deste, milhões de placas de ímã de neodímio ferro boro.
Como eu já falei e repeti, este ímã é muito potente e ele é capaz de provocar o efeito Meissner, na levitação de um supercondutor quando este é resfriado a -199 graus.

A levitação é gratuita e passiva, ou seja, o cara não gasta nem um tostão para andar no skate que levita. Ele só precisa de:

1- Um shape de skate normal, onde é aplicado abaixo dois pequenos criostatos circulares com vácuo molecular e na parte interna, as placas cerâmicas supercondutora. Só. O resto é diversão.
A cada seis horas ou mais o skate tem que ser enchido com pequenas quantidades de nitrogênio líquido.
hoverboard08711972 De volta para o futuro e o skate levitador

Infelizmente, esta idéia não permite que o cara saia por aí se agarrando em carros e fazendo loop em túneis, mas convenhamos, é o mais perto que a tecnologia de agora nos permite chegar do futuro vislumbrado nos anos 80.
Só basta alguém com coragem e grana para mandar fazer a pista de ímãs.
Uma boa idéia para parques temáticos.
Esta idéia também viabiliza o levitation blade. O que é isso?

rollerbladedowntown2539 De volta para o futuro e o skate levitador
Meu photoshop expirou. Imagine isso sem as rodas. No lugar delas, um criostato central.

É um patim, como aquele de gelo, só que… Sem nada em baixo! Ia ser legal, hein? Isso abriria novas possibilidades para manobras e diversões.

O problema maior seria conter o desmaio. Isso porque sem atrito com o piso, se a patinadora fizesse uma pirueta, ela poderia permanecer girando em seu próprio eixo por mais de uma hora.

Saiba mais sobre supercondutores aqui

16 comentários em “De volta para o futuro e o skate levitador”

  1. Cara realmente é imensa a aplicação da levitação utilizando a tecnologia do Maglev.
    Porque você não manda um e-mail pro contato do BetoCarrero World? estive lá a pouco tempo e os caras estão sempre investindo em novos brinquedos. A pouco tempo terminaram a construção de uma montanha-russa em que você “viaja” invertido. Os brinquedos em sua maioria são montados por empresas européias especializadas. Mas vender a idéia e a tecnologia pra essa galera não é má idéia visto o quanto eles investem pra proporcionar a diversão alheia.

  2. Cara, idéia muito boa, um dia eu invisto nela, eu espero.

    Agora Philipe, já ouviu falar do experimento de um russo chamdo Podkletnov, sobre sua descoberta acidental sobre um dispositivo anti-gravidade. Renderia um bom post.

  3. Philipe, o que é mais caro? Fazer a “pista” de ima ou ao contrário? colocar os imas no skate e fazer uma pista resfriada (como os ATUAIS ringues de patinação)

    Claro que eu compreendo que não é colocar o ima no GELO que ele vai flutuar… tem que ter o material supercondutor… mas a pergunta é: Qual é o preço do “metro quadrado” de ima e qual o preço do “metro quadrado” de supercondutor resfriado?

    • A pista de ímã é infinitamente mais barata.
      Pra se ter uma idéia, um único criostato do maglev custa cerca de 48 mil reais!
      Isso porque o processo de fabricação ainda é manual e bastante primitivo. Com a utilização em larga escala, será possível desenvolver uma fabrica de grande porte dessas coisas e na minha opinião, é justamente isso a maior de todas as contribuições do maglev cobra.
      Há também o plano de construir a fabrica de ímãs de neodímio no Brasil. Atualmente eles são comprados da China, que os vende para o mundo todo. Mas a segunda maior jazida de terras raras no Planeta está no Brasil. Estamos com a faca e o queijo na mão. Se os políticos que governam o Brasil não aproveitarem isso é porque são muito mentecaptos mesmo!

      • Philipe, na boa, ignore malucos desse tipo…
        Eu fico contente toda vez que acho um posto sobre o Maglev no MundoGump! Estou torcendo para que nesse clima de Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016 as autoridades tirem logo o Maglev do papel!

        Teu pai não quis participar daquele “O Aprendiz” em que a pessoa entrava com uma idéia e o Roberto Justus com 1 milhão de Reais não? 🙂

  4. Puxa! Faz muito tempo que eu não encontro nada a respeito do HOVERBOARD.
    Sabe Philipe, à alguns anos atrás eu estava fuçando na net para saber mais sobre hoverboards & antigravidade e, sem querer, topei com o site da hovertech (hoje Space Magnetics):

    http://www.spacemagnetics.com/home/home.html)

    Fuçando um pouco no site, eu achei um documento explicativo sobre um ”suposto” funcionamento destes discos ”antigravidade”.
    Este documento tem uns cálculos matemáticos ou físicos, sei lá, além do design e função dos ”hovermagnets” como ele diz. Sei e conheço toda a lenda urbana sobre o hoverboard que a internet coloca por aí. Tu gostaria que eu te enviasse este doc para algum e-mail apenas pela curiosidade?

    Fica aqui um abração e parabéns pelo site. É um dos meus favoritos desde o tempo que era blog.

  5. Essa ideia eu ja tinha falado com meu pai, e bem interessante, porem tem uma serie de ¨restrissoes¨ e provaveis defeitos.
    1 – Imaginando uma grande area cheio de ima de neodimio, vc teria de entrar ali sem nada de metal, ou se cair algo no chao desiste de pegar.
    2 – O criostato tem de ser resfriado na altura certa para manter a memoria magnetica, isso sem um controle bem feito podia dar muito problema
    3 – Depois de colocado sobre o campo magnetico e resfriado, a pastilha fica presa a ela, assim sendo nao vejo como fazer muitas manobras, outro fator q complicaria o blade de maglev seria para movimentar as pernas, o campo teria de ser muito bem penssado.
    Mas que seria maneirasso seria.
    Andre

  6. HAHAH VÉI TO FAZENDO FACUL DE ENGENHARIA DAI PESQUISANDO SOBRE ELETROMAGNETISMO TIVE A MSMA IDEIA SUA MAS CLARO UM POKO DIFERENTE E NEM SEI SE MINHA IDEIA REALMENTE FUNCIONARIA RSRS MUITO DAHORA!!!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.