Cientista de fim de semana descobre um jeito de criar o moto-contínuo

Cientista de fim de semana descobre um jeito de criar o moto-contínuo

Desde sempre, o ser humano vem tentando (sem sucesso) desenvolver um sistema de motor que funcione permanentemente sem gastar energia. Até o gênio Leonardo Da Vinci tentou. Milhares de pessoas gastaram fortunas, perderam dias, meses, anos, décadas em busca desse tipo de engenho capaz de contradizer as leis básicas da energia. Mas ninguém conseguiu. Vendo que as invenções destruidoras de vida não acabavam mais, e todas eram embustes, erros ou simplesmente não funcionavam como imaginado, a companhia de registro de patentes de Londres decidiu que não iria mais gastar esforços em examinar os inventos de moto contínuo (também chamados de moto-perpétuo) que aparecessem.

Bom, a coisa parece que finalmente vai mudar neste campo, graças a um cientista de fim de semana que destruiu sua vida social por 20 anos, perdendo a mulher e posteriormente a guarda de seus filhos graças a seu fanatismo e idealismo de construir um motor de funcionamento permanente.

Thane Heins encontrou maior dificuldade em convencer cientistas a apenas olhar para seu invento do que de fato trabalhando em seu motor. Graças ao preconceito com a idéia de moto contínuo, (similar ao preconceito científico com a levitação) Thane perdeu um bom tempo fazendo ligações e tentando apenas demonstrar o que havia descoberto na garagem de sua casa anos antes.

Depois de penar muito para obter alguma atenção na comunidade científica (sabe aquele clássico medinho de ter o filme queimado entre seus pares da academia? Pois é.) Thane conseguiu que um professor do Massachusetts Institute of Technology chamado Markus Zahn, um expert em eletromagnetismo e sistemas eletrônicos desse uma olhada rápida no que ele fez.

O resultado surpreendeu o acadêmico, deixando-o sem ar. A coisa realmente estava funcionando.

A invenção, na pior das hipóteses, poderá melhorar a eficiência dos motores de indução, utilizados em tudo, desde carros elétricos para ventiladores de teto. Na melhor das hipóteses, isso significa uma forma de entrar com o pé direito nos misteriosos poderes dos campos eletromagnéticos para produzir mais trabalho com menor esforço, ou trocando em miúdos: criação de electricidade a partir de nada.

Tal inacreditável invenção obviamente contesta as leis conhecidas da física, uma coisa inimaginável no mundo rígido da ciência séria. Imagine uma bateria de carro-elétrico que pode ser recarregada quase exclusivamente pela frenagem e aceleração, ou o que Heins chama de “aceleração regenerativa”.

Isso economizaria bilhões de dólares em sistemas como metrôs. (Sabia que o metrô do Rio gasta UM MILHÃO DE REAIS POR MÊS só freando?) Eu sei isso porque o meu próprio pai tem um invento (mais um na coleção) que está em discussão com o pessoal lá do Metrô do Rio que poderia convertera energia cinética que atualmente é desperdiçada e transformada em energia térmica no processo de frenagem em energia elétrica que não seria consumida da rede e sim de energia armazenada em baterias no próprio veículo. O invento de custo baixo, geraria nada menos que um milhão de reais por mês de redução de consumo elétrico pra eles. Com uma invenção dessas, imagino que o metrô poderia funcionar praticamente sem consumir quase nada, repassando a redução de custo para o preço do bilhete. Só por aí dá pra imaginar que um invento assim pode alterar dramáticamente a vida das pessoas de todo o mundo e colocar sérias questões para a milionária -e assassina- indústria do petróleo.

Mas voltando ao outro inventor, o professor Marcus Zhan do MIT se impressionou com o invento batizado de gerador de periptéia. Thane Heins tem uma batalha bem difícil pela frente.E ela começa na formação. Ele não é um engenheiro.Ele não tem uma graduação em Física. Ele nunca sequer terminou o seu programa em eletrônica no Heritage College em Gatineau, Quebec.”Tenho um pouco de dislexia e não faço bem cálculos matemáticos e, por isso, não me saí muito bem na escola”, diz ele.

Ok, Einstein era considerado retardado pela escola. E ter diploma não significa muito além de ter lido muitos livros e feito muitas provas. Não é um diploma que te faz nem legitima nada. Na ciência o que vale é a comprovação. Assim, a Maquina de Heins – que na verdade é cozinheiro de profissão- está sendo avaliada com muito critério pelos especialistas do MIT.

A o que parece, a coisa vai bem, Segundo as análises iniciais do professor do MIT: “Para mim, esta coisa inesperada e nova, e é necessário explorar todas as possíveis vantagens, uma vez que estou convencido de que é um efeito real”

Atualmente a única coisa que representa o maior obstáculo para o invento do senhor Heins é sua formação acadêmica e o descrédito pelo sistema ser uma espécie de moto-contínuo.

Para ler mais sobre isso visite este site.

Há uma série enorme de videos demonstrando a máquina de Heins no You tube. Este aqui é o primeiro da série:

O futuro do moto contínuo é incerto. Embora os testes do MIT sejam criterioso e apontem um futuro promissor para uma descoberta de garagem, ainda é cedo para afirmar oficialmente que Thane Heins descobriu algo que a humanidade sempre sonhou. Mesmo que isso tenha lhe custado a perda da família.

Related Post

43 comentários em “Cientista de fim de semana descobre um jeito de criar o moto-contínuo”

  1. Quem quer, faz.

    Todo mundo que entende um pouco de eletromagnetismo, sabe o que é um eletro-imã, e considera que a energia pode ser trasmutada, consegue fazer um esboço de um motor que faça isso. [ se não me engano, produção de energia de ponto zero ].

    Mas, como foi bem dito no post, a industría milionária do petróleo, tem meios eficazes de sileciar permanentemente as pessoas [ inclusive, cientistas ].

  2. Através dos séculos sempre aparece alguém pregando a mentira de que descobriu o moto contínuo.
    No século 19 algum pseudo-cientista que no momento não me lembro o nome apregoava ter descoberto isso, e apresentava uma engenhoca, cobrando entrada dos curiosos. Até que algum mais curioso entrou no porão dele e descobriu que era truque, como todos os milagres o são.
    Eu vou ler bem com atenção este post, mas provavelmente é um fake muito bem apresentado pelo tal Tane Heinz.
    Ou esse cara é Deus, ou é mais um malandro para a longa lista…

  3. Veja como eu invento e menos de um minuto um moto contínuo teórico – e que funciona:

    Pegue um grande tanque e encha ele de água.
    Depois, com nanotubos de carbono construa um quadrilhão de finos capilares que unidos formarão uma espécie de colméia gigante na forma de uma grossa mangueira. Essa mangueira tem uma base na parte debaixo do tanque de água. A outra extremidade sobe e vai sair num reservatório superior. Esse reservatório direciona a água para um pequeno dínamo. A colmeia de nanutubos de carbono irá pela força do fenômeno de capilaridade sugar a água do reservatório que vai pingar no concentrador, escorrendo pela canaleta e passando pelo dínamo, gerando energia permanentemente. Quanto mais nanotubos, mais água. Quanto mais água, mais pressão. Quanto mais pressão, mais energia.

    Viu? Nem é tão complicado. (foda é fazer, hehehehe)

  4. Sei não Philipe, acho que o cara ai ter que pastar mesmo… só nos EUA já vi mais uns três casos de carinhas que não tiveram uma educação formal, aprenderam tuo por conta própria e tal e desenvolveram um moto-contínuo. Aquela história com um baita apelo e tal, mas quando vão ver o cara tava enganando… torço pra que o que ele desenvolveu pelo menos traga algum incremento para os aparelhos elétricos já existentes. E por mais que eu acredite que a indústria do petróleo tem um poder imenso e joga sujo, além dos caras ganharem uma baita grana vendendo matéria prima para indústria além de combustível, um invento desse se fosse verdade ia ter um monte de gente disposto a patrocinar e participar do lucro…

  5. Philipe

    Se voce citar essa sua “teoria” dos nanos tubos de carbono e mencionar o esse tal efeito da capilaridade para qualquer aluno de mecânica dos fluídos, voce vai levar um tapa na cabeca, ou no mínimo uma risada …

  6. Esqueci de comentar no último post, mas essa ideia de que a “indústria do petroleo” é quem freia o desenvolvimento de motores perpétuos é coisa de maluco.

    SE alguem, ALGUM dia inventar um motor que gere energia do 0, seria impossivel de frear sua divulgacao, e a industria do petroleo nao é uma entidade onipresente e oniciente.

    Menos né pessoal …

  7. Só pra constar, essa história de que o Einstein era mau aluno é papo-furado. Diz isso na última biografia que lançaram sobre ele (o nome vou ficar devendo, mas teve uma reportagem na Veja).

  8. Não só Einstein era dislético e considerado abobalhado boboca retardado e idiota pelos professores e por todas as meninas da vizinhança para as quais ele mostrava o pingulin nos fundos da cerca, quando criança, como EINSTEIN ERA UMA FARSA – todas as suas teorias e cálculos matemáticos mirabolantes foram obra de sua primeira espôsa, que era uma física brilhante que trabalhava na sombra, e da correspondência com acadêmicos físicos e matemáticos do mundo inteiro, que trabalhavam também sem muita propaganda e passavam para ele as coisas adiantadas, por conta dele ser famoso e poder verem suas torias divulgadas. Alguma coisa assim como o Linux de Linus Torvalds, que resultou de um esforço coletivo e está aí – a obra de Einstein é uma colagem de um trabalho mundial, revisado por sua mulher genial. Ele, Einstein, era um banana.

  9. Ë credulidade, hein?

    Só porque um professor ficou empolgado com o sujeito não quer dizer que ele seja verídico. Ainda há muito caminho pela frente e no estágio atual isso mal pode ser dito uma hipótese, pois necessita de paper publicao em revista, investigação, reprodução independente, análise de pares, etc. Se Ciência fosse fácil assim qualquer teoria da terra oca poderia ser considerada.

    O básico do básico seria ter muito mais provas do que um professor impressionado e um vídeo do youtube. Como diria Carl Sagan, afirmações extraordinárias exigem provas extraordinárias – e o autor concordou que contrariar as leis da Física conhecida é algo extraordinário.

    Quanto ao Linus, de fraude ele não tem nada. É um cara muito inteligente e é ainda o responsável principal pelo kernel Linux sim. Não é por todo o software que roda em uma distribuição GNU/Linux mas ele (ou os outros milhares de desenvolvedores e contribuintes do kernel) nunca afirmou isso. Nem o Stallman, que é o responsável pelo projeto GNU, afirma que o Linus é uma fraude. Ele afirma apenas que o certo é “GNU/Linux” e não “Linux” para o sistema operacional e que o projeto GNU merecia mais destaque (publicidade), para que as pessoas saibam da ideologia por trás.

  10. POis é. Acho que a gente tem que dar o benefício da possibilidade pro cara, não afirmar que é hoax ou que é erro ou golpe sem examinar. A história da ciência está cheia de pessoas comuns, distantes do mundo acadêmico que fazem descobertas formidáveis. POde ser um conjunto de erros ou uma fraude? Pode, lógico. Mas isso tem que ser avaliado e comprovado.
    Eu acho que os indícios são bons, porque o cara que está empolgado com o projeto do cozinheiro é um papa no campo da eletricidade e dos processos eletromagnéticos, uma área onde existe ainda muita coisa a ser descoberta. Só que de fato, só isso não garante nada. O engenho do cozinheiro está sendo reproduzido nos laboratórios do MIT para análisesmais profundas. O cara também está em contato com milionários americanos que estão estudando financiar estudos sobre o equipamento. Tudo está se encaminhando para que o cara tenha descoberto uma nova área a ser investigada nas propriedades do campo magnético. O fato dele ter feito zilhões de videos exoplicando em detalhes o processo no you tube sugere que ele acredita realmente no que fez e que não teme que outros reproduzam seu projeto. Isso aumenta bastante a minha carga de credulidade no sujeito, porque se fosse um embuste ele iria esconder a sete chaves o tal “segredo” descoberto.
    Não faz sentido?
    Eu espero que em breve o MIT divulgue oficialmenete a descoberta das novas propriedades da maquina desse cara de modo que essa tecnologia ajude os carros elétricos a se popularizarem e ficarem mais baratos.

  11. Grandes gênios da humaninadade não possuiam graduação
    O Pessoal do mundo científico deveria compreender que além da teoria já catalogada existem muitas outras por serem formuladas e que nem sempre virão de um cara que tem formação acadêmica.
    Vai ver até por ele não ter formação em física ele ousou pensar onde outros já desistiram e teve êxito
    Tomara que funcione e que a comunidade científica seja menos cética e preconceituosa a novas idéias, ainda que estas entrem em conflito com o que lhes foi ensinado
    pois é quebrando regras (ou atualizando-as), fazendo o que todos acreditam ser maluquice ou perda de tempo é o que ao longo do tempo tem mostrado os erdadeiros gênios.

  12. [quote comment="9842"]Veja como eu invento e menos de um minuto um moto contínuo teórico – e que funciona:

    A colmeia de nanutubos de carbono irá pela força do fenômeno de capilaridade sugar a água do reservatório que vai pingar no concentrador.
    …[/quote]

    Pois e’ Phillipe, dito assim com tanta seguranca ate’ parece que funciona, e qualquer anta pensaria em ganhar dinheiro financiando o projeto.

    Entretanto, a mesma capilaridade que possibilita a subida da agua, impede que essa mesma agua se desprenda dos nanotubos, impossibilitando a existencia de qualquer pingo.

    De qualquer forma, voce nao precisa esperar pelo avanco da tecnologia para fabricar sua “maquina”: em vez de nanotubos de carbono, qua tal usar barbante, que alem de muito mais barato, existe ha’ seculos? (obviamente, um pedaco de arame dara’ a rigidez necessaria ao conjunto)

    Eu nao perderia meu tempo com essa baboseira de moto-continuo, mas se voce ficar rico com sua maquina de barbante, eu aceitarei humildemente uma contribuicao pecuniaria por ter sugerido este incrivel barateamento de producao…

    Para finalizar, deixo uma sugestao aos curiosos: para falar de fisica, e’ prudente que se tenha um minimo de nocao…de fisica.

    Abracos a todos.

  13. Gostavo e Fernando, me admira que vocês tenham levado a idéia do moto contínuo por capilaridade a sério.Eu estava obviamente de sacanagem. Ou vocês acham que eu sou espero o suficiente para pensar num moto contpínuo no meio de uma resposta de post?
    Aliás, esse aí nem é idéia minha. Trata-se de um projeto antigaço que provou ser uma das maiores batatadas da física. Como este tiveram muitos. O Mori tem até uma galeria com algumas das alegações mais toscas de moto contínuos:
    http://www.ceticismoaberto.com/ciencia/leis_termodinamica.htm

    Preciso ser mais explícito no meu cinismo.

  14. [quote comment=""][…] A aplicação deste aparato permitiria uso de energia praticamente gratuita e interminável. Bilhões seriam economizados, como por exemplo, no sistema de frenagem de metrôs. […][/quote]

  15. 100% de certeza que não é um moto-contínuo.

    85% de chance que nem mesmo funcione…

    mas 15% de chance que, apesar de não ser um moto contínuo, seja realmente uma ótima invenção com aplicações práticas.

    Galera, moto-contínuo é IMPOSSÍVEL. Simples assim. Alguma energia, mesmo que mínima, tem que entrar no sistema pra manter ele. Mesmo que seja magnética, ainda assim existe gasto de energia.

    Vou quotar (e traduzir) a Wikipedia aqui

    “Criticos do sistema apontaram que o sistema descrito por Heins simplesmente demonstra uma mudança no “arrasto de histeriase” (hysteris drag) do motor, aumentando a velocidade do rotor, mas não produzindo qualquer energia. Em outras palavras, quando o rotor exibe aceleração seguindo um disparto eletrico especifico, o mecanismo está tão somente convertendo mais eficientemente a eletricidade de entrada em energia mecânica do que as configurações de teste.
    Uma das afirmações de Heins no video coloca uma grande duvida sobre a ciência por trás do dispositivo. Ele diz que uma barra de aço, aparentemente com vários centimetros de comprimento, “conduz” de volta o fluxo EMF. Entretanto, a permeabilidade magnetica do aço e o design do circuito são tais que praticamente NENHUM fluxo iria seguir esse caminho, na realidade.”

    Bom, aí está galera. Mais um moto-continuo pra lista de hoaxes! Existe uma BOA RAZÃO pra esse cetiscismo em torno de moto-continuos e pra ninguem aceitar patentes de tais dispositivos.

    Então não me venham com essas teorias da conspiração da industria petrolifera, ou com essas de que cientistas estão errados e são cabeça fechada…

  16. Eu já inventei o moto continuo e já esta em fase final.
    Quando presenciarem o seu funcionamento o mundo inteiro vai se espantar pela maneira tão fácil de gerar energia continua.
    O moto continua que inventei só usa uma força da natureza que será revelada após a sua fabricação em massa.
    Mas garanto a população em geral que será algo sem poluição não afetando a natureza, gerando uma grande quantidade de energia.

  17. [quote comment="18994"]Eu já inventei o moto continuo e já esta em fase final.
    Quando presenciarem o seu funcionamento…[/quote]

    Infelizmente esse “Quando” jamais chegara’.
    Somente os ignorantes podem dar credito a esse tipo de afirmacao.
    E somente os que agem de ma’ fe’ e’ que garantem isso (ou os MUITISSIMO ignorantes com MUITO tempo a perder)…

  18. Fernando, baseado no conhecimento científico atual podemos afirmar que é impossível. Entretanto, milhares de coisas julgadas impossíveis antes hoje são corriqueiras. Lembre-se da frase de Sócrates: “Só sei que nada sei”.
    Sócrates conseguiu resumir numa frase uma importante idéia acerca da ciência. Por mais egocêntrica que seja, a ciência não deveria ser dogmática e estar sempre aberta a novos caminhos. Se alguém conseguir romper o paradigma, todo o conhecimento científico se altera.
    Muita gente costuma pensar que não há mais o que ser inventado/descoberto.
    Eu sou contra esta idéia de que “se fosse possível, alguém já teria feito”. Pra mim, isso é o hino da mediocridade. O mundo está cheio de surpresas a aparecer. Vamos esperar pra ver se o nosso amiguinho aí consegue surpreender a gente ou está só blefando. 😀

  19. A todos os internautas! Acreditem ou não., A hora chegou mesmo!! Muito em breve vou apresentar um moto-continuo-perpetuo de primeira especie atravez da TV. Neste caso um protótipo que debita uma potencia eletrica de aproximadamente 500 watts e ocupa um espaço de 1,5 metros cubicos (extremamente pequeno) para a demanda de potencia debitada.
    o prototipo está em funcionamento apenas estámos melhorando o aspeto fisico..
    mais informações atravez do email ” [email protected]

  20. Esse cara aqui de cima, por exemplo: ta’ na cara que e’ ma’ fe’.
    Se ele tivesse (obviamente nao tem, porque e’ impossivel) alguma coisa , ele simpesmente divulgaria as informacoes, em vez de pedir que algum otario escreva para ele.
    Nessa troca de emails e’ que provavelmente ele “pediria” uma colaboracao (ou sugeriria uma participacao nos lucros!) ao mane’ que nao entende nada de fisica.
    Dinheiro e energia de graca nao existe…
    🙂

  21. [quote comment="19183"]Fernando, baseado no conhecimento científico atual podemos afirmar que é impossível. Entretanto, milhares de coisas julgadas impossíveis antes hoje são corriqueiras.[/quote]

    Philipe, “achômetro” é muito diferente do “saber científico”.
    Só para deixar bem claro, NADA que tenha sido provado impossível pela ciência mostrou-se corriqueiro ou factível, hoje em dia.
    E o moto contínuo é científicamente impossível, pois contraria as leis da termodinâmica.

    Um leigo poderia perguntar o porquê dais leis da física serem tão confiáveis. Pois elas são confiáveis porque funcionam SEMPRE do mesmo jeito.

    E um curioso poderia até sugerir que as leis de Newton, por exemplo, ficaram “obsoletas”. Mas não é verdade: a não ser na escala sub-atômica, ou nas medidas astronômicas, é que tanto a mecânica quântica quanto a relatividade tomam o lugar das leis de Newton. Não porque haja alguma mudança radical, e sim porque elas descrevem melhor o funcionamento das coisas em escalas ou muito grandes ou muito pequenas, impossíveis de serem medidas na época de Newton. Assim, para o universo comumente observável, as leis de Newton eram (e continuam sendo) uma aproximação extrememamente precisa da realidade. E são verdadeiras porque simplesmente você consegue fazer previsões acertadas sobre o mundo físico.
    Se houvesse uma discrepância de 0.0001% no expoente da energia cinética de um corpo em movimento, por exemplo, o universo seria totalmente diferente.
    Vale observar que, basicamente, cada teoria científica que se estabelece não “derruba” a anterior. O que sempre acontece é um refinamento do modelo, e não uma “reviravolta”.
    Não custa lembrar que o conhecimento científico é embasado por observações e previsões acertadas, entre outras coisas. Isso é muito mais que apenas “hipóteses” ou “achismos”.
    Em particular, as leis da termodinâmica (que sempre se confirmam com o avanço da ciência) condenam a existência de qualquer moto-contínuo.

    [quote comment="19183"]
    Lembre-se da frase de Sócrates: “Só sei que nada sei”.
    Sócrates conseguiu resumir numa frase uma importante idéia acerca da ciência. Por mais egocêntrica que seja, a ciência não deveria ser dogmática e estar sempre aberta a novos caminhos.[/quote]

    Bem, essa frase de Sócrates se refere às pessoas, e não à ciência.
    Aliás, a ciência não se baseia em dogmas, mas em observações do mundo real.
    E se não estivesse aberta a novos caminhos, ela seria a mesma de 500 anos atrás.
    Algumas pessoas costumam confundir ciência com religião. Então, não custa repetir que o conhecimento científico está sempre sendo confirmado com observações e previsões. Não estou dizendo que os modelos teóricos sejam perfeitos, porque não são. Mas servem para descrever a o mundo que somos capazes de observar. E nesse sentido, as teorias sempre “melhoram”, porque passam a descrever a realidade de forma mais precisa.

    [quote comment="19183"]Se alguém conseguir romper o paradigma, todo o conhecimento científico se altera.[/quote]

    É imporante não confundir “conhecimento científico” com “hipótese científica”.
    Com certeza, se alguém descobrir um corpo celeste com gravidade negativa, por exemplo, os paradigmas seriam quebrados, e o conhecimento científico seria profundamente alterado.
    Mas uma hipótese dessas (assim como a possibilidade de existência de um “gerador de energia gratuita”) é tranquilamente classificada como ignorância ou má fé. Sem margem para surpresas.
    Acredite que isso não depende de uma “melhor aproximação” da termodinâmica: na verdade, essa hipótese é simplesmente CONTRÁRIA à termodinâmica.

    [quote comment="19183"]
    Muita gente costuma pensar que não há mais o que ser inventado/descoberto. Eu sou contra esta idéia de que “se fosse possível, alguém já teria feito”. [/quote]

    Ora, certamente que “há muito o que ser inventado e descoberto!” , já dizia Sócrates!
    Bem, isso era o que ele insinuava…:-)

    [quote comment="19183"]Vamos esperar pra ver se o nosso amiguinho aí consegue surpreender…[/quote]

    Philipe, desse susto a gente não morre!
    😀

  22. Gente , ja estudaram sobre nikola tesla…..???
    vale a pena pra quem não conhece sua vida !

    O cara pra mim, foi o maior genio de todos os tempos
    e ninguem fala muito no cara….sacanagem!!!!

  23. Para um motor comtinuo, ou perpetuo realmente funcionar,oque é preciso? Insistencia? Teimosia? Sapiencia? Ignorancia? Preserverança, ou uma boa dose de estupidez.Deixo-vos com “FALCOUT” no pensamento.
    SE quiserem visitem o blog “inventor de sonhos” na SKYROCK.

  24. Isso me faz lembrar de uma reportagem na década de 80 de um cara aqui mesmo no brasil que inventou um jeito de fazer um carro funcionar com água como combustível, hoje sabemos que é feito com eletrolize que separa o hidrogênio e o oxigênio na água… Bem isso ñ importa o que é relevante, é que esse cidadão, sumiu ñ se sabe como parece até abdução depois da entrista ele sumiu e ninguém fala dele, tem gente que ainda se lembra mais é só. As vezes me pergunto sera que realmente a indústria ta preocupada com camada de ozônio aquecimento global… É capitalismo tem dessas coisas!

  25. [quote comment="22399"]… que inventou um jeito de fazer um carro funcionar com água como combustível, hoje sabemos que é feito com eletrolize que separa o hidrogênio e o oxigênio na água…[/quote]
    O cara nao foi abduzido, e nem sumiu por conspiracao da industria do petroleo.
    A resposta, ate’ obvia, e’ que a energia gasta com a eletrolise tornava o processo ineficiente.

  26. D: :omg: :raisebrow: 😛 🙁 :shocked: :sly: 🙂 :] ;] :worry: :wow: :argh: 😐 :$ :B 😎 :*( :curious: x_x :gasp: =D :happy: :/ 😀 :injured: 😆 :lol2: :love: :X :meh: O_o

  27. bem, para construir um motor-continuo e ainda mas elétrico é bem caro; eu sou matemático e por isso não posso discordar ou concordar com sua ideia, mas eu também tenho a minha e ela não envolve com a eletricidade mas como ainda não está pronta é só um palpite, venho tentando construir um motor continuo dês dos meus 18 anos, a medida que eu fui conhecendo a física eu vi que não dava certo penso que já pensei em mas de 10 projetos diferentes, mas todos eles feriam a lei da física dai eu resolvi respeitar a física e agora eu tenho uma ideia, para falar a verdade qualquer aluno de ensino médio veria a simplicidade, eu sempre percebi que minhas ideias partiam de um desequilíbrio mas essa não para falar a verdade eu penso de produzir o meu motor de madeira com alguns rolamentos de tão simples e lhe digo que ele não é um motor fraco, espero que sua ideia funcione pôs se você teve um trabalha danado só para mostrar seu projeto que envolve eletromagnetismo o meu que é tão simples como uma pedra que cai vai dar certo. boa sorte nas minhas ferias eu e meu irmão vamos construir as peças para minha ideia que pode não dar certo.
    por fafor mande resposta

    • Raifran, nao existe a menor possibilidade de seu “motor” funcionar, e para afirmar isso, basta saber um pouco de fisica.
      Aproveite suas proximas ferias para estudar algum livro de mecanica classica.

  28. Ha aproximadamente 500 anos Colombo foi duramente criticado ao sair pelo mar, o conhecimento era de que o mundo nao era redondo e ele cairia num abismo. Uns imbecis diziam que a terra era o centro do universo. Hoje a história se repete… um monte de imbecis desconhecem as possibilidades de captação de energia. Olham somente numa visão física e mecânica, não imaginam que o próprio ar é uma bateria. Coloquem no google “Energy air circuit” captação de energia pelo ar e verão que conhecemos muito pouco. Essa visãozinha de “motoperpétuo” da época cartesiana é lamentável.

    • O meu ponto de vista é que a história já nos deu grandes provas de que nossos pressupostos e dogmas científicos são relativos. Com base na História devemos ser sempre cautelosos ao ridicularizar certas alegações. A tentativa de fazer um moto-contínuo é algo que muita gente condena e ridiculariza, porque até agra ninguém conseguiu. Ridicularizar é algo da natureza do ser humano. Eu vejo o escarnio a qualquer tentativa de inovação tecnológica como mera ignorância. Sei porque vivo isso na pele. Muita gente não acredita que o Brasil possa inovar ao criar um trem de levitação de baixíssimo custo com design único no mundo. No entanto estamos fazendo tudo o que podemos para realizar a ideia e fazer os piadistas engolirem suas alegações. Mas isso só vai acontecer quando conseguirmos efetivamente construir. É a mesma situação dos caras que tentam fazer o moto-contínuo. Assim que o primeiro maluco conseguir (se de fato isso for possível) muita gente vai ter que rir amarelo, muita gente vai ter que engolir o orgulho e reconhecer que estavam errados, mas o melhor de tudo é que se abrirá um campo maravilhoso para o desenvolvimento da humanidade.
      Eu penso que sempre devemos dar o benefício da dúvida aos caras que persistem e tentam realizar seus sonhos, por mais bizarros e curiosos que eles sejam, mesmo que resultem em criações inúteis, pois são atitudes pró ativas. E são essas atitudes que fizeram a humanidade evoluir. O escárnio nos ignorantes nunca moveu uma pedra sequer em toda a história da humanidade.

  29. eu li aqui varios comentarios,sobre este sonho de fazer o motor perpetuo.
    por tudo que falam eu resolvi nao mostrar o meu projeto ja funcionando.
    eu tenho um motor perpetuo funcionando ja a 3 anos .mas tenho receio de mostrar
    uzei mecanica gravidade mais alavanca e muito simples funciona que é uma beleza.tenho vontade de construir um com um diametro maior a fezer algumas adaptacoes para produzir energia.
    o dia que eu fizer gerar energia suficiente para uma lampada de 9wts ai vou patentiar.

  30. Creio que uma máquina nesse sentido possa funcionar sem ferir as leis da física, seria necessário apenas mudar o conceito ou modo de ver as coisas. Sempre ocorreram perdas ao transformar de um tipo de energia para outro. Energia potencial em cinética, desta em mecânica e desta em elétrica. Nesse cadeia, ocorreram perdas em todas as transformações, porém porque não pensar em uma fonte potencial perpétua ou de longo período de tempo. O sol é nossa fonte de energia responsável direta ou indiretamente por todas as outras, petróleo, ventos, marés, magnetismo, etc… e estará aí pelos próximos 6 bilhões de anos, o que pode ser considerado perpétuo para nossa escala de tempo. Eu acredito que na natureza já existam exemplos de moto-perpétuo. No interior dos átomos o movimento dos elétrons são prova disso. Sobre o assunto tenho uma tese que pode resultar na invenção de 1 hipotética máquina ou sistema de energia com fonte potencial perpétua. Para quem tiver interesse no assunto e paciência de ler, eis o link https://www.dropbox.com/sh/tv0t4n6xtegqh38/p0sMDz8Mmp/Tese_Moto_Continuo.pdf

    • Caro Jose, de forma resumida, o seu projeto (um motor eletrico que aciona um gerador eletrico, que por sua vez alimenta o motor) nao funciona por duas razoes:
      1- o seu motor desperdica mais energia que um motor rotativo convencional, pois produz vibracoes desnecessarias , alem de nao evitar o aparecimento de forca contra-eletromotriz, por exemplo.
      Entre outras coisas, voce se esqueceu de considerar a energia gasta para acelerar e desacelerar o pistao. Num motor rotativo, o movimento se da’ em apenas uma direcao, minimizando o desperdicio de energia.
      Mas mesmo que seu motor fosse melhor projetado, o sistema como um todo ainda nao funcionaria pela razao abaixo.

      2- o suposto gerador (que voce apenas especificou, sem projetar) e’ impossivel de ser fabricado, pois precisaria fornecer mais energia (sob a forma de eletricidade) do que a energia que recebe (sob a forma de energia mecanica).

      Voltando ao seu post, o movimento dos eletrons no interior dos atomos nao e’ exemplo de moto-perpetuo, pois se voce extrair alguma energia desse movimento, voce diminui a energia do conjunto. Isto e’ o que acontece num reator nuclear, por exemplo, em que a extracao de energia dos atomos altera a estrutura dos proprios atomos, transfomando o combustivel atomico em apenas em lixo nuclear.

  31. Não, não funciona. Se um dia eu descobrisse um moto contínuo, ao invés de gastar meu tempo ligando para cientistas, simplesmente faria um gerador elétrico com ele e venderia a eletricidade. Com o dinheiro, faria mais geradores e assim por diante, até ter uma usina de força e ficar multimilionário com isso. Se ele não faz, é porque não consegue gerar energia, simples assim.

  32. Depois de examinar a máquina, o professor Markus Zahn sugeriu que fossem feitas medidas na saída do gerador para uma análise quantitativa da energia gerada. Ou essas medidas não foram feitas ou então as medidas mostraram que o gerador não tem eficiência maior do que 1. Essas sugestões foram feitas em 2008 e até hoje não se tem notícias dos resultados obtidos.

    Vejam este site:

    http://www.ottawaskeptics.org/2008/05/04/121-in-this-town-we-obey-the-laws-of-thermodynamics/

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares