Pessoas interessantes

Pessoas interessantes

Quando eu estava na sexta série, resolvi desenhar um homem na aula de artes. O meu amigo Victor, que era filho de desenhista, zombou do meu desenho dizendo que eu não sabia nada de proporções. A boca estava muito grande, o nariz era torto e um olho estava fora do plano em relação ao outro. Imediatamente a critica dele foi repetida por mais uns três baba-ovos.