Bebê macaco apresentado ao mundo

Sharing is caring!

Este video aqui é interessante. Ele mostra a exibição de um bebê macaco, Elke, de 4 dias nascido em cativeiro no zoológico Taronga Zoo em Sydney, Austrália. A musiquinha feliz contribui para o clima do video.

Mas o que me chamou a atenção foi olhar isso e pensar como seria se alguém resolvesse apresentar um alienígena ao mundo. Seria assim? Centenas de fotógrafos metralhando o dedo nas câmeras fotográficas em frente a um bichinho de olhos pretos que fica olhando de um lado para o outro sem entender o que se passa? Ia ser bem legal.

Fala sério, em termos de filhotes, muito mais legal o filhotinho de macaco que o filhote de gente, né? Podemos ver como a mente humana demora mais para se preparar do que a mente dos animais.
Você já notou como quanto mais baixo na cadeia alimentar está um animal, mais “malandro” nasce o filhote? Os cervos por exemplo, mal nascem já saem cambaleando…
Até um tempo atrás, o ser humano nem sequer abria os olhos ao nascer. Sorte que isso está mudando.
Ah, para quem ficou curioso sobre a espécie do macaquinho, ele é um macaco-folha. Esta espécie é nativa das florestas no nordeste do Vietnã e sudeste da China.

2 comentários em “Bebê macaco apresentado ao mundo”

  1. “Você já notou como quanto mais baixo na cadeia alimentar está um animal, mais “malandro” nasce o filhote?”

    “Até um tempo atrás, o ser humano nem sequer abria os olhos ao nascer. Sorte que isso está mudando.”

    moral da história, após guerras e massacres etnicos, crise economica, lula se reelegendo (pondo dilma e consequentemente reassumindo na próxima), sim o mundo está mais idiota …

    Responder
  2. Na verdade é pq o homem não se forma totalmente em 9 meses, nem a visão tá totalmente formada ainda…

    O mais interessante é o tempo que o homem demora pra se preparar para reprodução.. isso sim é uma baixa vantagem! pelo menos 10 anos sem precisar se preocupar com nada além de aprender coisas.. 🙂

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.