As 30 trilhas sonoras de filmes que mais gosto

Compartilhe

Eu gosto muito de ver filmes, e sobretudo, filmes antigos. Hoje por acaso estava tocando uma trilha aqui e me deu a ideia de elencar num post as dez trilhas sonoras que eu mais gosto. Esse é o tipo de post desgraçado de fazer, porque eu vejo filme pra caramba, e geralmente gosto muito das escolhas musicas da maioria deles. Eu poderia fazer um post com as 100 melhores trilhas. Seria mais justo, hehehe. Mas não, aqui vamos manter em 30 pra ficar com o filé.
Há filmes que eu gosto mais pela musica, do que pela trama, na real. Obviamente, que a trilha sonora de um filme pode colar nele de tal maneira que o joga para um outro nível, produzindo uma dimensão poética que nem sempre as imagens e as palavras dão conta de construir. Sem grandes bla-bla-blás, vamos à minha lista. Está em ordem do que fui me lembrando, e não exatamente qualitativa. Tem também musica de série aqui.

1- Cinema Paradiso Love theme – Ennio Morricone
Uma trilha que sintetiza o poder magistral do Ennio de construir histórias com melodias. A gente já escuta revendo o filme. Essa musica foi um golaço.

https://youtu.be/qMgTCtSxOHE

2- Gonna Fly Now do Rocky – Bill Conti
Obra prima. Coisa de gênio. Note essa marcação de baixo totalmente anos 70. Os metais, e as viradas… Aí entra o coro feminino. Isso é muito, mito foda. Tudo deu certo nessa musica, o solo de guitarra, entremeando com os metais, numa escalada progressiva da musica até um clímax.  Rocky é um filme foda, mas ele não seria nem 30% do que é sem essa bela peça musical do Bill Conti.

https://youtu.be/MR6FXpaECY8

3- Em algum lugar do passado – John Barry

Aqui está talvez uma das trilhas que eu mais gostei em todos os filmes que ja vi. Eu tenho uma relação especial com este este filme, que revejo quase anualmente (não me pergunte o pq, eu tb não sei) e gosto tanto que eu sei uma PORRADA de curiosidade desse filme que quase ninguém sabe. Por ex, quando o Richard Matheson escreveu esse filme, (é uma obra do mesmo cara que criou o “Eu sou a Lenda”) eles não conseguiam definir o ator do filme. O ator ideal seria o Christopher Reeve, mas os agentes dele viram o baixo orçamento da produção e riram na cara dos produtores. Assim, o produtor fez uma parada que é um lance meio absurdo em Hollywood, achou o endereço do Reeve e foi de madrugada la na casa dele, passou o roteiro debaixo da soleira da porta com um bilhetinho: “leia pelo amor de Deus!” O cara fez isso e deu certo. Reeve estava na época por cima da carne seca, tinha acabado de virar um fenômeno com Super-Homem e eles jamais poderiam pagar o salário dele. Mas ele leu, e gostou tanto que ligou para o agente, deu um esporro no cara e fez o filme por um cache simbólico. Outra curiosidade é que o filme é todo gravado numa ilha, e o Grand Hotel do filme nunca foi filmado por dentro. Só na varanda. Tudo de interna é estudio (que aliás era na própria ilha), perto dum hotel barato que a equipe do filme usava pra ficar, pq o hotel de verdade era tão ULTRA CARO que nem o diretor conseguiu se hospedar nele. É um belo filme, barato, bem feito e com bons atores e uma mensagem muito interessante sobre o amor transcender a existência e o tempo. E a trilha emoldura tudo isso.

https://youtu.be/bhahbyEjFPw?list=RDpaU0yFZ-l3E

4- A Última Neve da primavera – Franco Micalizzi

https://youtu.be/bnBsLQebBlY

Se precisar dum filme triste, pode ir nesse que é quase “o Campeão” na categoria desidratação lacrimal. Mas porra, que musica. É um soco no estômago. A música é triste pra caceta, mas eu gosto, e escuto isso todo dia. (talvez isso explique minha tendência meio depressiva às vezes, kkkk) Eu conheci o filme pela musica. Um dia ela tocou no random do meu spotify e eu me apaixonei por ela de cara. Aí fui atrás. Pra que… Vi o filme e pqp, só de lembrar eu já choro, maluco.

5- Love Story – Francis Lay

 

https://youtu.be/Q6c6-ayQvu0

A música é duma simplicidade que conduz direto ao drama romântico. Gosto do fato de ser uma frase musical de piano repetida em variações cíclicas. Penso que isso da certo para assinar musicas de filmes, porque de repetir, a frase vai se associando ao filme, de modo que depois de um tempo, essa frase musical se cristaliza de tal maneira em nossa memória afetiva que nunca mais desgruda.

6- Três homens em conflito (o bom o feio e o mau) – Ennio Morricone

https://youtu.be/h1PfrmCGFnk

Aqui está o que eu dizia sobre uma trilha muitas vezes superar o drama de um filme. Morricone como sempre, magistral. É um mestre das trilhas sonoras.

7- Conan o Barbaro – Basil Paledouris

https://youtu.be/ZeZL2R9jDJM

Décadas depois que eu ouvi isso pela primeira vez, ainda me espanto com cada vez que meus ouvidos escutam essa batida inicial. Eu praticamente vejo a figura do Thulsa Doom e sua horda de cavaleiros com o brasão das serpentes sobre o sol negro. Obra prima. Nem tem muito o que falar. Acho que é minha trilha sonora favorita.

8- Papillon – Jerry Goldsmith

https://youtu.be/Js69DkyaDVQ

Livro foda, filme maravilhoso (com Steve Mcqueen e Dustin Hoffman) e trilha sonora irretocável. Uma obra de arte de grande quilate. Eu escuto toda semana.

9- Arthur – Cristopher Cross

https://youtu.be/qMdwFkO8xA0

Eu adoro o filme, adoro a trilha e sei lá. Acho muito maneira. Filme sessão da tarde, né? Mas eu adoro a musica. Essa trilha faz mais pelo filme do que alguns personagens.

10- Les parapluies de Cherbourg – Michel Legrand

https://youtu.be/Rq0yhizu0y8

Adoro essa musica do Legrand. Legrand também é um dos meus compositores favoritos do cinema. Engraçado, né? Outro drama romântico. Acho que dramas românticos são fortemente dependentes de trilha sonora, e talvez isso explique tantos filmes assim com trilhas fantásticas. Vide o próximo da lista.
Uma coisa interessante sobre essa trilha do Michel Legrand é que ela teve algumas outras letras, como a I will wait for you, da Connie Francis, que foi trilha da cena mais triste dos desenhos animados em todos os tempos – O final de Seymour.

11- Ladyhawke (O feitiço de Áquila) -tema do amor – Andrew Pawell

https://youtu.be/zS9c1gtp0Tg

Um dos meus filmes favoritos. O amor impossível entre o capitão Etienne Navarre e Isabeau por causa de uma maldição.

12-Star Wars Main Title – John Willhams 

https://youtu.be/MNMSAIG0dfQ

John Willhams é um dos mais célebres compositores do cinema. Star Wars é uma de suas muitas obras primas. Eu deixei alguns de seus grandes trabalhos de fora deste post, mais por uma questão de justiça com outras trilhas que gosto, mas que são menos famosas.

13- Central do Brasil – Jaques Morelenbaun

https://youtu.be/DlpoH_-x8QQ

Outra trilha que é bastante marcante e também triste. Acho o filme lindíssimo. Pra mim é um dos melhores filmes já feitos no Brasil.

14- X-Files Soundtrack – Mark Snow

https://youtu.be/HQoRXhS7vlU

Essa trilha é um golaço de placa. Ela conseguiu sintetizar todo o clima de paranóia e mistério envolvendo a série. Curiosamente, esse assovio da trilha foi captado pelo Mark Snow por puro acaso, num corredor da FOX quando o criador da série Chris Carter vinha assoviando de bobeira. Mark escutou o assovio e o eco que o corredor produzia à medida em que Chris andava, e isso deu a ele a ideia da musica. Ele criou toda a trilha em cima desse assovio de improviso. Genial, hein?

15- Blade Runner End Titles – Vangelis

https://youtu.be/qgz6jFxMpyk

Isso aqui é uma obra prima. Olha esses tambores, esses cliques eletrônicos e essas batidas ritmadas, com ecos estranhos e dissonâncias elétricas.  É o futuro, é a distopia em forma de música. É também metais e pianos com ecos e loops que dão uma dimensão épica, poluída, mas nervosa à música. Isso é arte, meu amigo. ARTE. 

16 – SWAT – B. Vorzan

https://youtu.be/LHDg96-ZN_U

Aqui uma trilha que eu adoro. Ela tem aquele sabor anos 70, com esse baixo aloprando no fundo, essa batidinha meio jazz. Acho muito boa e tem ate um paralelo dela que dá pra fazer com a trilha do rocky. Nota só. É o som duma época.

17- Missão Impossível (versão classica) – Lalo Schifrin

https://youtu.be/AvBVGsd4Lzc

Uma série cujo grande sucesso perdurou ate em filmes de cinema. Missão impossível tem uma dessas trilhas que uma vez que voc~e escuta você nunca mais esquece. Esse bongôzinho de fundo, e os metais, alternando com as cordas. É espetacular.

18- Romeu e Julieta – Nino Rota

https://youtu.be/zCQMlyXMRJE

Essa obra prima do Franco Zefirelli é coroada com essa linda musica.

19- Highlander – Who wants to live forever – Queen

https://youtu.be/6c75cOL0G8I

Não dá pra não botar esse nessa lista. A ideia de botar o Queen como trilha do filme foi FO-DA. Mais um ponto para esse filme fantástico que é um dos que eu mais gosto, porque lembro que a primeira vez que vi, não entendi direito, mas daí vi de novo prestando mais atenção (eu era pequeno). Highlander é uma grande curiosidade do cinema, pq foi o primeiro roteiro do roteirista Gregory Widen. Ele fez o script do filme como trabalho final de um curso de roteiro. (devia ser um curso bom, né? kkk)

20- Superman – John Willams

Lembro de escutar isso no cinema quando era criança e porra… Isso ferrou minha cabeça. Isso e Guerra nas Estrelas, obrigado John Willhams!

https://youtu.be/78N2SP6JFaI

 

21- The mission – Ennio Mrricone

https://youtu.be/Ui91q7Y9xPk

Olha o veio Morricone aí de novo. Genio. Mestre. Eterno.

22- Carruagens de Fogo – Vangelis

https://youtu.be/CSav51fVlKU

Outra grande sacada do Vangelis foi essa trilha. Olha que coisa linda. Essas batidas, o ritmo, a sensação da corrida. Ao mesmo tempo que o piao soa quase como uma câmera lenta.

23- Teheran 43 – Una vie damour – Georges Garvarentz e Mieczys?aw Weinberg.

https://youtu.be/yX98npgtYqI

Aqui está uma trilha que eu adoro, e é de um filme que praticamente ninguém conhece por ser uma produção russa-francesa. Na real eu gosto mais da musica do Aznavour do que do filme em si.  Tinha completo no youtube, mas procurei pra linkar e acho que os otários apagaram.

24- Embalos de sábado à noite – (Stayin´Alive) Bee Gees

Quem não lembra de Tony Manero requebrando na boate com pista de luzes coloridas quando toca isso, meu? Épico. Eterno.

https://youtu.be/Fa9n7GirhsI

25- Flashdance

https://youtu.be/VzALZjoIx0g

Aqui está outro clássico com dança. A cena final foi tão marcante que virou até parodia em desenhos e comerciais.

26 – The Incredible Hulk – Lonely Man theme – Joe Harnell

https://youtu.be/k_lYcTxncNg

A serie do Hulk com o Bill Bixby e Lou Ferrigno sempre terminava com uma das musicas mais tristes já compostas. Eu que adoro musica triste por natureza, não vou deixar de botar ela aqui, porque eu adoro e pra falar a verdade tenho inveja do Joe Harnell que compôs ela. Eu queria ter feito.

27 – Crown, o Magnífico – (The Windmills of My Heart) Michel Legrand

https://youtu.be/OXFh-mYh2dQ

Michel Legrand nos traz novamente uma obra prima para trilha desse filme sensacional com o Steve McQueen.

28- Era uma vez no oeste ( Ennio Morriocone) 

https://youtu.be/-mMd6D1Gw1g

Essa dispensa comentários.

29- Butch Cassidy e The Sundance Kid ( Burt Bacharach)

Burt Bacharach pode parecer uma escolha estranha para fazer um filme sobre dois dos mais notórios bandidos que já aterrorizaram o Velho Oeste, mas ele chutou o pau da barraca com uma obra prima musical que eu escuto toda semana! Burt não apenas forneceu a partitura, como também deu ao mundo a música ‘Raindrops Keep Fallin’ On My Head ‘, que recebeu um Oscar de Melhor Canção Original.

30- Emanuelle (Pierre Bachelet)

https://youtu.be/jE06Rq0tPxk

 

Quem não lembra de Emanuelle? Um clássico do Band Privê. Eu adoro a trilha.

31-Bônus – Depois que eu fiz o post e fui dormir, deitei na cama e como um choque, me lembrei de um dos filmes com a mais espetacular trilha sonora que eu conheço. Um filme dificílimo de fazer, uma obra prima dos anos 70. Se chama “Fernão Capelo Gaivota” (Jonathan Livingston Seagull) que é um filme feito todo com bichos, bichos de verdade. Não tinha 3d nem animatrônicos. Era tudo bicho, e bicho ruim de adestrar pra cacete! Filmado com helicópteros perto de ondas gigantes na costa da Califórnia. Um filme tão, mas tão complexo de produzir, que me intriga como a Paramount teve peito pra entrar nessa aventura. A trilha desse filme, (imagine, um filme sem nenhuma pessoa, só com bichos e dublagens) precisava ser ao mesmo tempo orquestral para dar conta dos espetaculares visuais, a grandiosidade da natureza, e também minimalista em certos momentos, para focar e transmitir o sentimento de uma gaivota que nunca se encaixou no bando. Essa missão coube a Neil Diamond, que criou um disco inteiro que toca no filme. O disco é TODO bom.

Artigos relacionados

1 comentário em “As 30 trilhas sonoras de filmes que mais gosto”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.