Aquecimento global, fato ou conversa fiada manipuladora?

Não sei se todo mundo é assim, mas eu estou de saco cheio de pregações usando o aquecimento global como desculpa para encerrar argumentações das mais diversas. Nada contra a questão ecológica, que vocês sabem, eu defendo. O meu problema começa quando a patrulha do aquecimento global se torna mais e mais pesada. Fico com uma certa sensação de dejavu.
Veja, na idade média, sempre que alguém queria boicotar alguma coisa, dizia que tal pratica não estava dentro dos “preceitos do cristianismo”. Assim, quem cometesse um erro ou deslise qualquer, iria beijar a cruz no meio de uma fogueira em praça pública.

O ser humano tem certas manias que me deixam intrigado. Uma das mais comuns é essa de eleger “demônios” para combater.
Quando nós humanos não conhecíamos a ciência, nos apegávamos a única coisa que podia explicar o desconhecido, que era a religião. Nela estavam ou deveria estar, todas as respostas para todas as perguntas e aflições humanas. E quem falava pela religião? O Papa. Um humano.
Querendo ou não, certo ou não, representante de Deus na Terra ou não, o Papa era de carne e osso, e portanto, sujeito a erros de julgamento, como aquele que quase queimou Galileu na Inquisição.
Com o passar do tempo, surgiu a ciência e o edifício científico na mente humana se fortificou e se edificou de tal maneira que em muitos casos chegou a substituir e por que não dizer, rivalizar com a religião, que dominou as mentes durante séculos.

Hoje, a massa continua a mesma. A necessidade de manobra do povo continua a mesma. A sanha pelo dinheiro da burguesia, a opressão do proletariado, tá tudo a mesma coisa, e não me julgo pessimista por supor que nunca mudará, mas uma coisa realmente mudou: O oráculo.
O oráculo era uma espécie de ponto de conexão dos Deuses antigos com a Terra. Era ao oráculo que os guerreiros se dirigiam antes das batalhas, era a ele que os Reis abriam seus corações.
Hoje, este oráculo é a ciência. Tal qual no passado, o oráculo de hoje faz milagres, promessas e previsões. Algumas positivas, como a erradicação de doenças, o aumento da expectativa de vida, antevê catástrofes, traz animais extintos de volta à vida.
A ciência avançou sobre uma parte da mente humana que antes era ocupada pela religião. A diferença básica é que enquanto a religião se estrutura sobre dogmas, a ciência se estrutura sobre postulados, que podem e são constantemente atacados. Ou pelo menos deveriam.
Mas a questão que fica é: Até que ponto certos postulados científicos são tratados como religião? Seriam dogmas pós modernos?
Noutro dia, durante uma conversa com um amigo, quase apanhei quando falei que o planeta está esfriando e não aquecendo.
Eu, como leigo assumido em climatologia, mas interessado no assunto, vejo constantemente as pessoas repetirem com enorme propriedade científica, ou uma pseudo-cientificabilidade, os receios sobre o aquecimento global.
Já li que o nível do mar subiria até 60 metros, matando pessoas das regiões litorâneas. Já li que metade do mundo se tornaria um deserto, que a água acabaria, e que todos morreriam secos. E a culpa disso seria do próprio homem. Das fábricas, dos processos produtivos que geram mais e mais CO2.
A Tv e as mídias mais diversas informam que devemos consumir menos, fazer certas coisas em detrimentos de outras, em função das emissões de CO2.
Governantes se econtram em foruns econômicos mundiais para defender idéias diversas baseados em emissões de carbono. Países pobres querem receber por suas florestas. Países ricos querem que os pobres não se desenvolvam em função da atual emissão e da potencial do CO2.
O sequestro de carbono, desmatamento, fabricas e etc. São muitos os assuntos envolvendo o aquecimento global que estão todos os dias nos jornais. Mas será que devemos confiar em tudo que aparece?
Compreender e determinar onde está o ponto em que uma notícia científica em tom alarmista se torna uma moeda de troca e opressão no jogo sórdido do poder é complicado.
Para lançar lenha no fogueira sobre o debate do aquecimento global, eu gostaria de lançar mão de uma série de videos, que recomendo fortemente aos leitores do blog. Nesta entrevista, O meteorologista e e profesor de climatologia e mudanças climáticas da Universidade federal de Alagoas, Pós-doutor em meteorologia, Luis Carlos Molion, que tem mais de 40 anos de experiência nos estudos climáticos, fala sobre o seu ponto de vista acerca do aquecimento global e surpreende a todos informando que na verdade O PLANETA ESTÁ ESFRIANDO e não esquentando.

Related Post

26 comentários em “Aquecimento global, fato ou conversa fiada manipuladora?”

  1. O problema real é a poluição da água e da atmosfera. O aquecimento global é “lenha na fogueira” das ONG’s e da ONU para tentar alertar a população e alguns governantes de maneira alarmante. Pelo menos eu creio.

    Philipe, tá com a corda toda nos posts em !?

  2. Adoro assuntos polêmicos, em especial os que carregam uma série de dogmas atrás. E, aquecimento global, tal qual vegetarianismo x onivorismo e segunda guerra mundial, estão no topo da minha lista.

    Esse cara de Alagoas fala umas coisas interessantes, mesmo. Vi um texto dele a respeito, mas não este vídeo. E como minha conexão está uma porcaria, não verei agora.
    Mas fato é, que há muito de se pensar em “preservasão de meio ambiente”, como pregado atualmente. As Ongs verdes, que ganham MUITO bem, por sinal, fazem um trabalho absurdo de lavagem cerebral de massas e estão conseguindo cada vez mais espaço. Muitas das análises feitas pelas Ongs são meramente propagandísticas, muito bem feitas, mas sem análise mais séria. Aliase o discurso bonito e bem produzido a imagens míticas, tal como o Al Gore e a cagada está feita. Alguém já parou pra analisar os dados, cientificamente falando, do filme do Al Gore. Por mais leigo que se seja, dá pra ver que tem umas coisas muito descabidas ali. Algumas até geraram debate, como o famoso caso dos ursos polares, que biólogos desmentiram depois e trataram o alarmante discurso de Al Gore como um evento cíclico na vida dos ursos polares.
    Ursos Polares, assim como o CO2, são altamente mistificados. Alguém já parou pra analisar o maior agente emissor de C02 é o oceano. Não estou aqui querendo pregar a drenagem de oceanos, mas o fato é que a porcentagem relativa que o CO2 produzido pelo homem, não chega a uma unha do que os oceanos produzem. Culpar o CO2 pelas mudanças climáticas? Não é bem assim.
    Não apenas cientificamente falando, que sou um leigo interessado, apenas, mas historicamente falando, que é bem mais fácil de se chegar a analises concretas. Alguém já parou pra pensar na estruturação social de anos atrás. Porque, por sinal, a Groelândia se chama de Groelândia, que porcamente foi traduzido do termo Greenland? A terra, que atualmente é altamente lotada de gelo lá naquelas bandas, já foi um enorme campão verde e cheio de grama. Hoje, com tanto aquecimento, não vemos a Groelandia como uma “terra verde” e sim como um “Whiteland”. Por mais próximo, até. Quem viveu ou teve família na década de 60/70 sabe como era noticiado alarmantemente a “nova era glacial” que só ficou na TV.
    O debate climático, atualmente, possui uma vertente muito maléfica e dogmática. Precisamos conservar a Terra de maneira certa e não através de “padres” do verde.

    Fica aqui, um outro documentário a respeito do tema. Detalhe que os envolvidos que falam, são todos neguinhos que trabalham na Nasa, MIT etc.etc. Só gente grande, nada de Al Gore.

    http://www.youtube.com/watch?v=RDzuXPM1W3k

    (está divido em 9 partes, todas no youtube)

    • Boa, Lucas. Cara inclusive, recomendo que quando vc tiver uma conexão boa, dê uma olhada aí nesses videos do professor, porque ele fala justamente isso do CO2. Ele disse que o CO2 é o “gás da vida”.

  3. Olha, essa parte do “aquecimento global” ser na verdade um “esfriamento global” é realmente interessante e quebra um pouco o argumento dos eco-chatos. entretanto eu acho que isso pode ser reflexo da poluição da atmosfera da mesma forma, esse resfriamento também deve ser tratado como uma questão de preocupação pois temperaturas extremas tanto quentes quanto altas causam desequilibrios de variadas formas, não só na temperatura geral mas na alteração das correntes de vento e podendo trazer algumas consequencias e desastres naturais.

    Infelizmente tem muita gente fazendo grana ou usando esse tema pra aparecer, mas isso sempre foi assim, a gente pode ver isso em algumas pessoas querendo aparecer como bonzinho nessa tragédia que ocorreu no Haiti recentemente.Vide alguns artistas nacionais e internacionais.

    Tem que haver uma preocupação sim, mas sem essa exploração midiática cheia de interesses particulares feita pelas Ongs entre outros.

    • Com certeza. Mas o resfriamento em questão é periódico e a Terra já viveu vários. Nós, humanos, tivemos sorte de ter um desenvolvimento tecnológico aceleradíssimo no tempo que a Terra nos deu. Mas vai chegar a hora em que teremos outra era glacial. É cíclico. O planeta é cíclico. A nossa sorte é que nosso desenvolvimento tecnologico atingiu um nivel que nos permitirá (não todos, infelizmente) a mais uma era glacial. Mas na atual conjuntura, eu não duvido das previsções de que cerca de 1/3 dos humanso do planeta perecerão nessa fase rigorosa do clima.
      Então eu só consigo pensar em: Ir para a praia e aproveitar que esse mole vai acabar!

  4. Só mais um PS antes de ir embora de vez.

    Pro um lado é “mentira boa” mas por outro é “mentira ruim”.
    Cito dois exemplos atuais de “mentira ruim”. A tragédia da ponte de Agudo-RS, aonde a enchente levou a morte de um bando de pessoas que estavam ali em cima, quando a ponte rompeu.
    Muito se disse depois que era “culpa do homem” por estar poluindo e, consequentemente, fazendo as enchentes ficarem mais fortes(estes mesmos esquecem das enchentes de 40 do RS, muito piores). Ignoraram completamente a negligência governamental para com a ponte que fazia uns 20 anos que não via reforma alguma. Aquecimento global ou negligência política? A ponte ia ficar velha e ia cair uma hora, com um sem enchente. Taparam os próprios erros e colocaram a culpa na “natureza feroz”.

    O mesmo acontece em Angra dos Reis. A tragédia tomou ares de “fatalidade”+vingança da natureza frente ao homem poluidor, quando em muito se tratou de negligência do governo, de deixar construirem em áreas de risco.
    É uma boa “desculpa”, por muitas vezes, muito mais que apenas uma “mentira boa”.

  5. Fato já amplamente discutido e documentado.

    Acho que tem gente mais interessada em não ver os outros crescendo (se industrializando e tendo vez no cenário político mundial) do que propriamente proteger o planeta.

    Por que o titio americano não assinou o protocolo de Kyoto? Por que o titio americano, maior interessado em frear o aquecimento não tomou as rédeas do fato e propôs mudanças significativas começando por eles mesmos?

    Se eu quero mudar a situação mundial, eu dou um exemplo mundial. Esse papo de aquecimento é pra boi dormir e enganar países emergentes para que refreem seu crescimento, enquanto aquela porcaria estadunidense se refaz do tremendo golpe financeiro interno e tenta novamente ditar as regras mundiais. Ou vcs acham que eles são os bonzinhos da história?

    Que venha o aquecimento!!!

    • O que eu me preocupo nem é com isso. É com a questão do que eles vão fazer quando o clima lá se tornar sub ártico. Imagino que eles vão fazer com a America do Sul a mesma coisa que aconteceu com Porto Rico.

      • Dando uma atualizada, caiu com linha e tudo a farsa que era sustentada pelo bonitinho do Phill Jones.

        Conversa pra boi do mundo 3 dormir, como havia dito anteriormente.

  6. Parabéns pelo post Philipe! Muito bom. Vcê poderia fazer um post sobre esses concentradores de calha parabólica que o cara falou no vídeo né? nunca tinha ouvido falar e achei interessante.

  7. Salve Philipe,

    bom ver voce de volta a ativa.

    Gosto muito deste assunto de aquecimento… faltava apanhar na faculdade quando falava que era enrolada.

    pra quem puder achar, procure um livro de nome ESTADO DE MEDO.
    o cara coloca que o estado de medo é o modo de se maniplar a populaçao… o estado de medo anterior era o holocausto nuclear da querra fria, o atual é o aquecimento global.

    claro que é bom o povo olhar para a natureza mas tem coisas mais interessantes para se focar.

    para mim, o pior vem a ser utilizaçao de recursos sem controle.
    esforço de pesca, por exemplo.

    como trabalho com regioes costeiras a mais de 10 anos so vejo a variabilidade e quantidade de pescados diminuirem.

    entao penso que tratar de problemas localizados as vezes da mais resultado do que todo o planeta parolar sobre algo que nao da pra controlar.

    tem um fato interessante, cahmado de maré universal ou precessao, que é o bamboleio que o eixo da Terra dá em relaçao ao plano de giro em torno do sol.
    resumindo
    a precessao gera marés universais… uma variaçao de até cem metros no nivel do oceano.. 100 pra mais ou pra menos…

    essa variaçao se dá através de congelamento da agua do mar, ou seja, era glacial.

    estamos caminhando para uma fase de congelamento, a prova disso é que quando os chineses descobriram a américa por volta de 1400 els navegaram atravez do polo norte que nao era uma capa de gelo completa e era mais facil de passar de um lado a outro do globo via polo.

    outro fato interessante é que os maias tinham ideia completa sobre a precessao.

    o que é marcado por nós como o fim do calendario maia é na verdade o meio da precessao.
    o ponto onde o calor acaba e começa o frio.

    antes que achem que é o fim do mundo é bom esclarecer que a precessao é um ciclo de 25.000 anos mais ou menos.
    o que os maias marcaram é o meio desse ciclo.
    como?
    aí é que está…
    atualmente acredito que tenha sido por mágica. :lol2:

    quem viver,verá.

    UmPonto.

  8. O aquecimento global causa extremos de temperatura tanto frias quanto quentes, e também, mudanças climáticas atípicas.

    O melhor exemplo disso é a famosa SECA na maior bacia hidrográfica do mundo, sim isso mesmo, na Amazônia! onde o que não deveria faltar é água, mas faltou. Acabando com um dos poucos meios de locomoção e fonte de alimento da região por um bom tempo.

    Exemplos não faltam do clima “enlouquecendo”.

    O problema de falar mal do Aquecimento Global, e quando não se conhece alguns outros efeitos como o sombreamento que as partículas de polição causam que “parecem” amenizar o aquicimento!

    Nos EUA nos 3 dias depois do atentado de 11 de setembro a media de temperatura subiu 1~2 graus só por que não haviam aviões voando por todo os EUA.

    O efeito que ficou claro no 11 de setembro e chamado de Global Dimming, o que mostra que muitos dos efeitos do aquecimento global estão disfarçados.

    Outro exemplo foi quando começaram políticas de redução de poluição na Europa causando um verão jamais visto em paises como a França por exemplo, onde centenas de pessoas morreram de calor.

    Há uma discussão besta que a poluição de partículas, resolveria o problema do aquecimento global, mais isso é o famoso caso do tapar o sol com a peneira! e postergar uma solução.

    so uns links rapidos para referencia

    http://en.wikipedia.org/wiki/Global_dimming
    http://www.bbc.co.uk/sn/tvradio/programmes/horizon/dimming_trans.shtml
    http://www.greeningofgavin.com/2009/10/global-dimming-vs-global-warming.html

    Ps: nao tomem minhas palavras, ou as de qualquer um como verdade absoluta, pesquisem por vocês mesmos, leiam diversos materiais.

    Boa parte das discuções de aquicimento global não dão em nada por que normalmente são duas pessoas leigas falando bobagem de todos os lados!

  9. Fala Felipe!!!
    Este troço de aquecimento global, vende jornal, cara….
    A Rede Grobo sabe disso, duvido q vc nunca assistiu ao Frantástico…
    Eu já tinha assistido à esta entrevista, e depois que vc vê a “suposta verdade” vc fica com a sensação de ser o maior trouxa xD…

    Caprichou nos posts, continue assim, cara…. =D

  10. Os argumentos que havia lido sobre a farsa do aquecimento global era bem tosco, então tinha dado como certo praticamente tudo sobre as causas do aquecimento global, já que me pareciam sempre coerentes.

    Mas como gosto de saber os 2 lados, vou ver os tais vídeos.

    Acrescentando, já vi um documentário do Discovery (ou NatGeo, não lembro) que falava que sim, este ciclo de esfriar e esquentar da Terra existe, só que estamos acelerando de maneira absurda este processo, e fazer do planeta um lugar deserto.

  11. Olá.. cai meio sem querer no blog e gostei.
    Com relação a este assunto, já vi inclusive q o planeta passa por essas fases de tempos em tempos e q um dos fatores do planeta estar com o clima louco é a superatividade das explosões solares, coisa q já aconteceu há milhares de anos.
    Com certeza tem gente ganhando muito dinheiro com essa história, como sempre.
    E nós, somos a massa de manobra!
    []’sss

  12. Procura no gloogle sobre Marcel Leroux, climatologista francês fodasso q tem muito pra dizer sobre isso.

    Tem um artigo bom dele em:
    http://resistir.info/climatologia/impostura_cientifica.html

    E uma boa entrevista em:
    http://resistir.info/climatologia/entrev_leroux.html

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares