Pin It

Algo que a China não quer que você saiba

china Algo que a China não quer que você saiba   Curiosidades

A máquina de propaganda da China é eficiente e todo mundo que viu deslumbrado a abertura das Olimpíadas foi capturado pelo gancho e pelo pensamento de que “realmente, a china é fodona e tal”. Bom, não estou aqui para dizer o contrário. Ela é medalha de ouro em muita coisa mesmo. Só que tem algumas coisas que “não convém”. Como todos os outros países (incluindo o nosso) eles escondem debaixo do tapete algumas coisas. Uma delas é o “quarto da morte”. Não sabe o que é isso? Pois bem… Agora você vai saber.

O objetivo deste post não é denegrir a imagem da China, muito menos atacar as pessoas de lá. 99,9% dessas pessoas não tem culpa de nascer lá nem do governo que as oprime. Mas temos que aprender a ver o mundo além do que as propagandas querem que vejamos. Não há nada de “águia da liberdade” nos Estados Unidos. Não existe este papo de que todo brasileiro é amável. Todo país tem problemas. Uns são apenas mais eficientes em varrer o seu lixo para debaixo do tapete que outros.
Como reflexão eu questiono se o que a china faz no quarto da morte é pior ou melhor do que nós fazemos com as crianças pobres, jogadas nas ruas e exploradas por vagabundos para mendigar dinheiro nos sinais.
Até os Índios daqui mesmo. Sempre aclamados como donos da terra, os verdadeiros proprietários do Brasil, que vem sendo dizimados, são exibidos como coitadinhos sob tantos aspectos. Você acha que o índio é um coitadinho? Que é como um pobre animalzinho selvagem que vem sendo vilipendiado pelo terrível homem branco há tantos séculos? Lamento informar mas a propaganda te engana.
ìndios são antes de tudo, humanos. Como os chineses, como os pivetes cariocas, como os manos paulistas e os defensores da liberdade que jogam bomba atômica e destroem países pelo petróleo.

Claro que sempre vai ter alguém para alegar que “o índio não sabe o que está fazendo” que pra ele aquilo é parte da cultura, idiossincrasias do seu sistema de crenças. Que o índio em sua respectiva natividade não pode ser julgado pelas leis e compreensões sociais do homem branco. O que eu penso é que isso é válido dentro de uma perspectiva relativa. Não podemos generalizar o que vemos neste video -reconstituição de fatos reais- chamado Hakani para todos os grupos indígenas brasileiros, pois isso seria tão errado como afirmar que todo pobre é ladrão, já que tem muito ladrão pobre preso.
Mas se o índio usa chinelo, ouve rádio e enche a cara de pinga, fuma cigarro como a ampla maioria, fala português, espahol, francês e inglês, vende diamantes e madeira, cria e gerencia garimpos em áreas de reserva, pra mim ele não é mais “puro” e não pode ser considerado “incapaz”. Pode olhar qualquer video de índios por aí que você vai ver eles usando havaianas e calções. (recomendo dar uma olhada neste link aqui)
Não podemos ficar romantizando o mundo. Não há país bonzinho nem país malvado. Somos tão imperialistas e filhos da puta com alguns países daqui da América do Sul como os Estados Unidos são com o resto do mundo.
Os filmes “Show de Truman” e “Matrix” são metáforas da nossa existência. Precisamos acordar. Enxergar a realidade para que possamos agir.
Em 2014 querem fazer copa do mundo aqui. Então quando estiver na véspera veremos uma montanha de dinheiro publico sendo mal gasta, enchendo o rabo dos amigos do rei e uma farra de contratos milionários sem licitação, tocados sob medidas provisórias. Veremos a propaganda nacional em ação e os pobres infelizes sendo escondidos, como ocorreu na Eco 92, quando varias kombis da prefeitura do Rio vieram apinhadas de mendigos e pivetes para soltar em Niterói.
Até lá a galera vai votando nulo ou no que está ganhando. OU então naquele que promete mais coisas mirabolantes e soluções milagrosas.

52 Comments

  1. O meu Deus, pqp! Quer dizer, sei que acontece uma pancada de coisa ruim no mundo. Mas nada me choca mais do que o que acontece com as crianças, pqp.
    De repente deu um engasgo aqui… vou ligar para meus filhos… :wow:

    Reply
  2. Estou completamente chocada com esse poste/videos, se minhas lagrimas pudessem resolver ou ajudar essa situação tão deprimente.
    Se eu visse isso de perto, talvez eu não teria sido tão “forte” quanto à repórter foi.
    Como o ser humano pode ser tão cruel. Difícil entrar na minha cabeça, como alguém pode fazer isso e não sentir nada dentro de si, além da ignorância.
    Lastimável!!
    Nós aqui, preocupados demais com nossas vidas, torcendo fervorosamente pelos jogadores, para ganhar um titulo, uma medalha.
    Poderíamos estar todos emanando fé e amor da mesma proporção, como quando torcemos nas olimpíadas, para essas crianças, o ser humano em sua forma mais pura.

    Reply
  3. Que agonia! Os dois vídeos são de cortar o coração. A garotinha “Sem Nome” naquele estado me deu a sensação de aperto. Depois aqueles índios fazendo uma barbárie com crianças aparentemente saudáveis foi revoltante! x_x

    No final me deu até falta de ar.

    Parabéns pelo post Felipe.

    Reply
    • meus deus o meu sónho é te uma menina e esses mostros ólhem oke fazem eu to muito chocada..

      Reply
  4. Philipe*

    Odeio quando erram meu nome. Mal ae!

    Reply
  5. não vem bem ao caso mas em 2014 não seria sediada a copa do mundo?

    Reply
  6. O comitê olímpico deveria fazer uma maior peneira na escolha dos países que são sedes de jogos olímpicos e não escolher nenhum país que viole os direitos humanos, isso que foi mostrado no vídeo sobre o abandono de crianças na China é execrável , repugnante , desumano , afinal é coisa que nem animal irracional faz ! Assim como a resposta que o governo chinês deu ao final da matéria de que tudo aquilo que foi mostrado são factóides e fruto da imaginação da mente dos repórteres , aqui no Brasil também sofremos deste mal , a cada escândalo envolvendo o governo , seja municipal , estadual ou federal , sempre vem um para dizer que as denúncias são frutos da imaginação da imprensa , cadê o Deus, que falam ser tão misericordioso e bondoso, que não vêr uma coisa dessas ? :worry:

    Reply
  7. [quote comment="29269"]não vem bem ao caso mas em 2014 não seria sediada a copa do mundo?[/quote]
    Ops, falha nossa, hehehe

    Reply
  8. Philipe,
    Por isso que tenho uma regra quando assisto TV:
    “Apareceu índio ou sem terra eu desligo!”

    Na minha opinião proteger a existência de tribos indígenas, assim como grupos quilombolas é uma total falta de nexo.
    Na maioria das vezes esses grupos só se mantém afastados das “regras comuns da sociedade” pois são protegidos e não porque querem manter suas tradições. Ou você acha mesmo que o índio que vê uma pizza não quer experimentar?

    Em um movimento egoísta, querendo criar realidades quase que utópicas, nós enchemos esses índios e quilombolas de benefícios para que eles não cometam o mesmo “erro” que a gente. A a repetição da velha história do Tarzan gente boa!

    Muitos defendem: “Mas não podemos proibir essas tribos de viverem segundo sua cultura”

    Ótimo! Se eu decido virar hippie de um dia do outro e viver junto a natureza alguém vai proteger esse meu direito?
    Claro que não ! Quando optamos por um modo de vida temos que saber dos prós e dos contras.

    Proponho uma coisa; Eles vão ter os direitos e deveres da tradição deles e não mais os direitos e deveres do resto da sociedade. Será que eles topam?
    O que não me impede de dizer: Não senhor cacique Jurupanga, o senhor não pode utilizar o SUS pois não paga imposto, segundo a cartilha o senhor tem que se tratar com o pajé local!

    Um abraço!

    Pedro Padilha :meh:

    Reply
  9. Quando leio seu comentário Padilha, fico com a impressão de que você quer passar a mensagem de que temos que “tirar o corpo fora”, nos eximir de nossas responsabilidades com esses grupos. O Homem branco vem, faz as maiores atrocidades por séculos e a culpa é do Índio ou descendente de escravo por ele ter escolhido aquele tipo de vida? Escolhido? Será mesmo? Ou será que fomos nós que criamos toda essa situação ao invadir o mundo dos indígenas ou por promover o maior seqüestro da história?

    Reply
  10. Falar que os indigenas, quando vivem no jeito que vivem, escolheram viver assim, é o mesmo que falar que Mei Ling escolheu viver no quarto da morte, na china.

    Se pudessemos escolher onde viver e como viver, eu escolheria ser um Lord da Inglaterra do Sec. XVIII e não um brasileiro que fica vinte horas por semana parado, em pé, no onibus.

    Quando você decide virar Hippie, o faz por um contexto proprio seu, apenas seu, você viu a sociedade, normalmente desfrutou de algumas belezas dela ( normalmene de algo melhor que o SUS) viu as deficiencias e resolveu, por uma escolha sua. que poderia viver sem ela (ou alheio a ela) já no caso dos (na maioria dos) indigenas, eles simplesmente não tiveram essa escolha. Se eles pudessem escolher, viveriam antes do descobrimento do Brasil. Não são santos (como todo mundo) nem não são demonios (como todo mundo) mas ainda sim são brasileiros.

    Reply
  11. Eu acho importante esta discussão. Pra mim a pior situação é deixar como está.
    Eu tenho uma certa dificuldade em lidar com certas idéias, como a dos brancos que destruíramn os índios e por isso precisam “reprar” este erro ancestral. Veja, a ciência mostra que o hominídeo não evoluiu aqui. Veio da África. Estudos mostram que sucessivos grupos vieram e ocuparam este território. Não acho por isso que a terra pertença a ninguém. O branco dizimou o índio, do mesmo jeito que muitas tribos dizimaram outras. Infelizmente a história da humanidade é marcada por sucessivos genocídios.
    Em vez de lamentar o passado eu acho que devíamos trabalhar o presente, porque se deixar rolarm, a coisa só tende a piorar. è muito bonito para um antropólogo no conforto do seu lar, tomando chocolate quente e escrevendo no computador, recebendo salário de professor de universidade federal que o índio tem que ser protegido, que não pode perdder sua cultura, suas tradições e que por isso tem que viver como índio.
    O problema é que quando a gente se coloca no lugar do índio, dormindo numa friaca do caralho no meio do mato, a gente só pensa em ter a boa vida do antropólogo teórico lá, hehehe.
    É a clássica filosofia do “no dos outros é refresco”.
    Não é o homem branco que destrói o primitivismo do índio. A verdade é que não existe primitivismo que sobreviva ao conforto e ao progresso. A verdade é que o único jeito do índio se manter puro como no passado, é ficando escondido num rincão distante da Amazônia, longe do homem branco (enquanto puder)

    Reply
  12. Desculpe… comecei a ver o primeiro video com o meu marido, quando apareceu as crianças amarradas… nao consegui continuar.
    É simplesmente horrivel!

    Reply
  13. [quote comment="29305"]“Eu acho importante esta discussão. Pra mim a pior situação é deixar como está.
    Eu tenho uma certa dificuldade em lidar com certas idéias, como a dos brancos que destruíramn os índios e por isso precisam “reprar” este erro ancestral. Veja, a ciência mostra que o hominídeo não evoluiu aqui. Veio da África. Estudos mostram que sucessivos grupos vieram e ocuparam este território. Não acho por isso que a terra pertença a ninguém. O branco dizimou o índio, do mesmo jeito que muitas tribos dizimaram outras. Infelizmente a história da humanidade é marcada por sucessivos genocídios.”

    Philipe me corrija se estiver errado, mas pelo que entendi de sua lógica eu teria muito cuidado com ela. Veja, inconsciente ou não, você acabou por legitimar os genocídios ao fazer esse link entre “evolução” e o massacre de seres humanos, o que poderia ser interpretado como algo inato do homem. De fato, a violência, pelo que a história me mostra, é inata ao homem, mas como ser racional e moral o homem não a aceita, e, em minha opinião, não deveria aceitar mesmo. Embora se crie um apanhado de desculpas econômicas-sociais-religiosas para apoiar a violência. Imagine utilizar-se desse argumento, genocídio como algo inato a evolução do homem, para legitimar as guerras hoje, país X invade país Y e sai massacrando geral, qualquer similaridade com os massacres étnicos do século XX e XXI não é mera coincidência, e legitimar isso falando: “A, mas isso faz parte do homem, não estamos fazendo nada errado”, perigoso não?

    O que vejo como mais importante neste ponto, é o fato de que o que foi feito a esses povos no passado, e ainda hoje vemos acontecer (citar o caso do índio queimado vivo seria exagero?), repercutem até os dias atuais. O que foi feito não se perdeu no passado, afeta diretamente estes indivíduos hoje. Por isso que, a meu ver, são importantes as ações protetivas. Claro, nós sabemos que no país, até no mundo mesmo, em que vivemos sempre haverá deturpações do que foi o objetivo inicialmente planejado. Mas se formos esperar pelo momento perfeito para agir… Nunca se fará nada por esses indivíduos.

    “Não é o homem branco que destrói o primitivismo do índio. A verdade é que não existe primitivismo que sobreviva ao conforto e ao progresso. A verdade é que o único jeito do índio se manter puro como no passado, é ficando escondido num rincão distante da Amazônia, longe do homem branco (enquanto puder)”[/quote]

    Penso de forma semelhante a você, acho um absurdo mostrar as vantagens do mundo moderno ao índio, eletricidade, gás, sapatos, roupas e outras utilidades do dia-a-dia, e esperar que ele não tenha interesse ou mesmo que não deva utilizá-los. Talvez, nos casos daqueles grupos indígenas que não tiveram contato com o homem-branco ainda, fosse o caso de preservar este estado. Mas no caso daqueles que já tem o contato, penso que trará mais malefícios do que benefícios negar-lhes tais benesses. Poderíamos acabar por apenas “faveliza-los”. A meu ver, acredito que o que deve ser protegido é a cultura em si, a forma como interagem e vêem o mundo… Quando se fala em criar uma reserva, por exemplo, penso que o objetivo deva ser proteger a cultura, preservando os costumes e jeitos daquele povo, que inevitavelmente seriam perdidos se estes fossem abocanhados pela sociedade como a conhecemos. Por exemplo, acho pouco provável que a língua nativa se mantivesse caso o povo estivesse disperso. Mas realmente esta visão do índio puro deveria, se já não o foi, ser trocada por uma visão mais cultural penso eu.

    Reply
  14. Cara ficou tudo confuso ai em cima, misturou meu texto com o seu. Não sei como corrigir essa formatação, se você puder me dar uma mão eu agradeço. Desculpe pelo post duplo.

    Reply
  15. Realmente lastimável, mas alguém aí em cima disse “Cadê seu Deus tão misericordioso?”

    Deus pôs os repórteres lá para que eles fizessem alguma coisa. Eles fizeram? Tentaram impedir? Ou no fundo do seu egoísmo humano simplesmente lavaram as mãos? Deixaram acontecer para depois poderem “vender a matéria” para quem pagasse mais?

    Não… A culpa não é dos índios ou dos chineses, nem muito menos de Deus. A culpa é nossa. A culpa é de quem vê e não vai lá tentar impedir, fazer alguma coisa.

    Já passou a época em que Deus mandou alguém (Jesus, Moisés, etc.) para tentar fazer alguma coisa pacificamente. Adiantou? Oque fizeram com eles?

    Para os índios e chineses, oque eles fazem com as crianças é “normal”, “natural”, etc. Eles pensam como nós ao ir para uma churrascaria comer um monte de carne de animais brutal e friamente assassinados.

    Achamos “normal” fazer uma coisa (comer carne de boi) que os indianos, por exemplo, abominam.

    Como eu disse antes, cabe a nós, ou a nossos governantes, fazer alguma coisa.

    Reply
  16. Eu ainda não engoli aquela menina ter morrido, quer saber de mais uma coisa? Quem merecia uma bomba atômica na verdade era a China, pra acabar com essa “cultura satânica” de só querer filho homem, BANDO DE FDP, mais e claro que tem mutia gente inocente ai no meio, sinceramente, eu não saberia o que fazer pra reverter tudo isso.

    Reply
  17. Olha Philipe, tão interessante quanto os posts, são os comentários do seu blog. Parabéns a todos ai. Eles se tornam um complemento perfeito para a postagem (como deveria ser sempre). As pessoas ficam tão indignadas com as notícias que você desperta aquele sentimento de “ficar engasgado” e a necessidade de por pra fora isso é imediata.
    Estou fora dessa discussão, odeio pastelaria de chinês.

    Reply
  18. Felipe, já que você alega que foi Deus que colocou os repórteres lá para mostrar a situação dessas crianças, faço uma pergunta : Aonde estava Deus que nada fez para evitar essa situação ?
    Vai ver que era dia do descanso Dele e por isso mesmo Ele nada pode fazer para evitar essa situação !

    Reply
  19. Gente,

    Deus não impediu nem impedirá nenhuma maldade do homem porque ele nos deu o livre arbítrio para fazermos o que quisermos, o bem ou o mal!!!

    Se ele fosse impedir isso, teria que impedir tudo o que acontece de errado pelo mundo! E assim cada um de nós seria punido a cada dia!! Ou será que somos tão bonzinhos assim???

    Eu também fiquei com muita raiva de ver tudo o que eu vi, mas o “castigo” de Deus para as pessoas que fazem isso acontece diariamente, gente. Vocês acham que as pessoas que comandam este tipo de “orfanato” chinês são felizes? Tem paz de espírito? Se ainda tem um dia não vão ter e com certeza sofrem ou vão sofrer muito ainda nesta vida…

    Eu acredito nisso, pelo menos…

    Reply
  20. @Felipe:

    [quote]Deus pôs os repórteres lá para que eles fizessem alguma coisa. Eles fizeram? Tentaram impedir? Ou no fundo do seu egoísmo humano simplesmente lavaram as mãos? Deixaram acontecer para depois poderem “vender a matéria” para quem pagasse mais?[/quote]

    Deus não pôs nada. Os sujeitos que fizeram a reportagem foram porque queriam. E você quer criticar eles não terem feito nada? Provavelmente se eles tentassem fazer teriam sido coibidos de alguma forma e seu filme teria sido apreendido, ou seja, o passo inicial de contar ao mundo tudo aquilo – que é indispensável para haver a reação que você menciona – seria prejudicado por isso. Não adianta criticar os repórteres e isso me soa a hipocrisia, pois fazendo essa reportagem eles já ajudaram de um jeito que você jamais ajudará essas crianças.

    @Renata:
    [quote]Deus não impediu nem impedirá nenhuma maldade do homem porque ele nos deu o livre arbítrio para fazermos o que quisermos, o bem ou o mal!!![/quote]

    Esse é o velho problema teológico da existência do mal. Não será resolvido nesses comentários, com certeza, e é muito mais profundo que aparenta. Mas veja que a justificativa do “livre arbítrio” nesse contexto é considerada geralmente uma desculpa e não uma explicação consistente.

    [quote]Eu também fiquei com muita raiva de ver tudo o que eu vi, mas o “castigo” de Deus para as pessoas que fazem isso acontece diariamente, gente. Vocês acham que as pessoas que comandam este tipo de “orfanato” chinês são felizes? Tem paz de espírito? Se ainda tem um dia não vão ter e com certeza sofrem ou vão sofrer muito ainda nesta vida…[/quote]

    Isso significaria que se for demonstrado que elas conseguem separar perfeitamente aquilo de seu cotidiano e serem felizes e terem paz de espírito, Deus – ou pelo menos essa sua teogonia – é falsa? Hummmm…

    Reply
    • odeio os indios emtera suas proprias crianças gostaria tanto de ser como um anjo pra elas de ter o poder de protegelas alfanato da morte que isso? criançãs são coração de JESUSele não fala nada não interferi mas sangra doi coração mas nosso DEUS fara o juiso porque no reino do ceu é das criançãs e de todos os animais porque são puro de coração

      Reply
  21. Cara, prefiro ver humanos sofrendo do que animais.
    Pra mim, essa raça desgraçada tinha que ser dizimada (inclusive eu). Sério.
    Pra mim, o humano é tão irracional quanto dizem os animais serem. Saca?
    Por mais que tenhamos evoluído, por mais que tenhamos feito progresso, ainda, temos nosso lado brutal. Ao meu ver, é algo que vamos levar por toda a eternidade.
    Somos sádicos até um certo ponto… Duvido que qualquer um que prega algo do tipo, mortes e talz, não vá pedir clemência (termo certo?) quando alguém lhe “propor” a morte.
    Incluindo a todos.
    Pra mim, o ser humano tem a possibilidade de ser mau a partir
    de quando ele começa a pensar. Não existe alguém que seja um “santo puro” nem um “pecador puro”. Saca?
    E, ao meu ver, o governo da China é esperto. Se eles são assim e mostrassem-se assim, não seriam essa super-potência que são (ou estão se tornando) agora.

    Dei minha opinião. Desculpe pelo texto grande.
    Quem quiser contestar, sinta-se a vontade. :}

    Reply
  22. [Texto grande? @_@]
    O dos índios é “fake”, a história pode ser real e talz, mas aquilo não é filmado que nem o primeiro. De qualquer forma, ajuda na idéia do post. :}

    Esqueci de te dar os parabéns.
    Parabéns pelo post. :B

    Reply
  23. [quote comment="29502"][Texto grande? @_@]
    O dos índios é “fake”, a história pode ser real e talz, mas aquilo não é filmado que nem o primeiro. De qualquer forma, ajuda na idéia do post. :}

    Esqueci de te dar os parabéns.
    Parabéns pelo post. :B[/quote]

    Ninguém, “fake” é algo falso intencionalmente criado para se passar como real. Aquilo ali é só o teaser de um documentario que mostra uma história real. Óbvio que seria completamente impossível filmar aquilo lá acontecendo realmente. Não creio que nenhum leitor do mundo gump seja burro o suficiente para ver aquilo e pensar que é de verdade que está acontecendo. È como aquelas dramatizações do linha direta. Mas o assassinato de crianças gêmeas, filhas de mãs solteiras ou com qualquer tipo de deficiência (até problemas de aprendizagem) é motivador para assassinar os inoicentes em mais de 20 grupos indígenas brasileiros.
    Sugiro entrar, ver o documentario todo e ler o manifesto em http://www.hakani.org
    Dramatização é uma coisa, ficção é outra.

    Reply
  24. Sim, cara… Eu sei que o vídeo é de um documentário.
    Por isso usei as aspas na palavra fake e, também, por isso eu disse:
    [quote comment="29502"][...a história pode ser real e talz...[/quote]
    Se eu não compreendesse o que ‘tava ali, nem comentaria.
    E tanto que, o primeiro é de tocar mais a pessoa por serem imagens de verdade, saca?
    Antes de ver o vídeo, li a informação que fica ao lado.
    Se o termo que usei não foi o apropriado, sinto.
    Mas, ao meu ver (o que é uma visão suspeita), dá pra entender perfeitamente o que eu quis dizer. :s

    E não, não sou burro, sei o que é dramatização e ficção. ^-^

    Reply
  25. O homem é cruel por natureza e não mais nos distinguimos dos animais outros, uma vez que somente os mais selvagens sobreviverão!

    Reply
  26. A China “vende ” uma idéia de tudo bem, mas nossos empresários não estão maravilhados???? Andam inclusive importando know how chinês! Massacre pra nós, que já tinhamos adquirido alguns direitos….passarão a ser apenas deveres, até chegar de volta à escravidão! Infelizmente, isso não é pessimismo, é realidade. Também constatação de quem foi muito explorada por empresa gigante que se gaba de fornecer “qualidade de vida” a seus funcionários. Mentira, vivemos e cremos em mentiras! gigantescos castelos de areia estamos a formar, dentro de shopping-centers, condomínios, luxos e aparências. Vivemos por prazeres e comodidade, isso nos dá segurança! E isso que às vezes aparece (nas brechas como esta) é o lixo que não queremos ver, mas somos coniventes e também fabricantes-coautores de atrocidades! x_x Deus tenha misericórdia de nós, seres humanos feitos à sua imagem e semelhança e remidos por Jesus!

    Reply
  27. Ah…mais:
    - nosso Deus tem sido o PODER: o dinheiro, a aparencia, a vaidade, futilidades que passam….Vaidade de vaidade, diz o pregador…já colocado sobre o homem no Livro de Eclesiastes da Bíblia, provando que em nada evoluímos. :(

    Reply
  28. [quote comment="29727"]Sim, cara… Eu sei que o vídeo é de um documentário.
    Por isso usei as aspas na palavra fake e, também, por isso eu disse:
    [quote comment="29502"][...a história pode ser real e talz...[/quote]
    Se eu não compreendesse o que ‘tava ali, nem comentaria.
    E tanto que, o primeiro é de tocar mais a pessoa por serem imagens de verdade, saca?
    Antes de ver o vídeo, li a informação que fica ao lado.
    Se o termo que usei não foi o apropriado, sinto.
    Mas, ao meu ver (o que é uma visão suspeita), dá pra entender perfeitamente o que eu quis dizer. :s

    E não, não sou burro, sei o que é dramatização e ficção. ^-^[/quote]
    Eu entendi sim, cara. Tava só esclarecendo pro resto da galera.

    Reply
  29. enxugando as lágrimas :*(

    Reply
  30. PQP! que indio FDP! :X

    Reply
  31. [quote comment="29405"]Felipe, já que você alega que foi Deus que colocou os repórteres lá para mostrar a situação dessas crianças, faço uma pergunta : Aonde estava Deus que nada fez para evitar essa situação ?
    Vai ver que era dia do descanso Dele e por isso mesmo Ele nada pode fazer para evitar essa situação ![/quote]

    Então é assim? Fazemos tudo de mais desumano que conseguirmos e Deus resolve depois? É isso que tem que acontecer?

    Se Deus não conserta as nossas cagadas, ele não é um bom Deus?

    Não é Deus que tem que tomar uma atitude e interferir. Os homens que têm que ter mais consciência.

    Reply
  32. Para a Renata :

    ” Se Deus pode acabar com o mal mas não quer , é monstruoso ; se quer , mas não pode, é incapaz ; se não pode e nem quer ,é impotente e cruel ; se pode e quer , porque não o faz ? ”

    Epicuro, filósofo da Grécia antiga .

    Reply
  33. [quote comment="30416"]PQP! que indio FDP! :X[/quote]
    Os índios são vítimas da ignorância. Outros índios estão tentando convencer os mais velhos a mudar de atitude, mas esta mudança, como toda mudança cultural, é lenta. FDP é o deputado branco, (tecnicamente esclarecido, pelo menos deveria ser) que quer que o governo feche os olhos para o infanticídio porque segundo ele, isso custaria dinheiro aos cofres públicos para tomar conta e cuidar dessas crianças rejeitadas.
    Ganhar quase 20 mil reais para fazer isso é realmente, uma canalhice.

    Reply
  34. Epicuro acha mais fácil ficar questionando o poder a e benevolência de Deus do que admitir que a culpa é única e totalmente do ser humano.

    Bela filosofia.

    Reply
  35. Renata , acorde enquanto é tempo , Deus não existe , o bem e o mal está dentro de nós e apenas nós temos o poder de decidir de qual lado nós estamos . Admito que a culpa é do ser humano mesmo, mas se os outros que são do bem não fizerem nada para mudar, o mal se perpetuará .

    Reply
  36. ISSO (DE ENTERRAR AS CRIANÇAS) É UM ABSURDO E TEM DE SE ERRADICADO,JÁ! EU JA NAO GOSTAVA DE INDIO ,AGORA EU ODEIO ESSA TRIBO,ESSES CANALHAS HIPOCRITAS E BESTARDOS , MORTE AOS INDIOSS!!

    Reply
  37. Bando de idiotas!…

    As crianças estão sendo enterradas por que?Oque aconteceu que eu não tive coragem de ver até o fim!Elas não têm como se defender!
    Isso que eu acho covardia!
    Para mim essas pessoas não são humanas!
    São monstros!Não importa se são indios,se são urbanizados…eles têm noção do que estão fazendo de qualquer forma!

    Reply
  38. meu deus me lamento pela garotinha
    :worry:

    Reply
  39. Aff..
    Deus não existe!
    Só loucos conversão com seres imaginários!

    Reply
  40. Eu sinceramente estou chocada com tamta barbaria,enquanto o nosso páis esta preocupado com a sensualidade da mulher brasileira,investe furtunas de patrocínio para poder ver mulheres bonitas sobre uma passarala,outros Paises estão matando gente inoscente por nada,meu Deus que mundo é esse,se toda essa gente juntace contra essas leis barbaras,duvido que coisas assim iriam continuar,Meu Deus só o Senhor para aliviar a dor dessas criancinhas,tenha misericordia ó pai até a onde coisas absurdas como essa vai acontecer.

    Reply
  41. Philipe, vc está de parabens pelo post. Já havia visto esse video e fiquei tão chocada quanto algumas pessoas que estão falando ai em cima. Mas o que mais me repugna é a atitude do ser humano quanto a esse assunto. Pesquisando sobre os quartos da morte ouvi pessoas citarem que não há nada de tão triste, que falta comida no mundo e o que eles fazem é apenas reduzir o sofrimento dessas crianças mas será que se realmente essa fosse a intenção não seria melhor adotar o aborto? não seria muito menos cruel retirar a criança ainda dentro do utero antes que ela esteja completamente formada, do que deixa-la num quarto ou enrolada em toalhas esperando para morrer?
    E comentando sobre as discussões religiosas citadas acima, não sou tão religiosa, mas seria mesmo culpa de Deus o que tá acontecendo? Acho que uma das bases de todas as religiões é o direito ao livre arbitrio do ser humano… talvez Deus não tenha culpa disso, e ele também não estava de folga quando isso aconteceu… A culpa disso tudo é da ganancia do ser humano, do seu egoismo…e da falta de planejamento, talvez o maior erro tenha sido tentar corrigir o erro do final, e não começo, lá nas suas origens como deveria ser feito. Discutindo aqui não resolveremos nada eu sei, mas aonde estão as organizações mundiais? Aonde está a UNICEFE? a ONU? A organização dos direitos humanos?? aonde se encondem todos quando se é necessario?? Será que vidas de crianças inocentes não valem mais do que dinheiro?
    Deixo aqui meu desabafo e minha indignação quanto ao assunto
    mas uma vez parabens pelo post

    um abraço

    Reply
  42. Eu imaginava que sua crítica fosse contribuir para desnudar a crueldade de uma parcela dos homens, independente da raça, cultura, cor, condição social, financeira… Mas em certa altura, você simplesmente se perde e começa a atacar índios, o que de fato não vai resolver a situação. Mesmo acreditando que não generalizou esses povos, o seu pensamento reflete o contrário e com todas as péssimas referências que você pôde relacionar aos indígenas, é claro que não encontraria nada de puro, bem pelo contrário, ali você já os julgou, condenou e os mandou para a caverna do obscurantismo. Não me espanta ao fim você confessar com a sua ótima retórica que é um “imperialista e filho da puta” e ainda disfarçar com o seu “todos somos”! E entre pivetes, mendigos e toda a sorte de gente que estereotipa como miserável, está você, alguém que acordou, mas que ainda está longe de enxergar a realidade e muito menos de agir. Quando selecionar seus vídeos, não esqueça de colocar o que você está fazendo para mudar as situações que violentam as pessoas, o que o seu texto não conseguiu fazer, ao contrário, é mais uma forma de agressão do que uma busca por solução.

    Reply
    • Mas uma forma de expressão é melhor do que nada. E minha expressão atinge meio milhão de pessoas ao mês. Então talvez ajude em alguma coisa.

      Reply
  43. Sabe poruqe isso acontece na china ? porque nós ipoquitras ficamos comprando produtos chines. Pqe o ser humano opina por tudo mais barato. Se voce nao comprarem produto chines iria ajudar mutioo.

    Reply
    • Acho que isso é uma ideia meio utópica. Vou explicar porque: Quando vc compra uma bicicleta nacional, por exemplo, está pensando que comprou a bicicleta feita no Brasil, certo? O problema é que ela é nacional por ser Montada no Brasil. Mais de 60% dos componentes de base (parafusos, arruelas, cabos, conctores, sistema de marchas, selim, etc) é feito na china e comprado pela fabrica, que vai montar a bicicleta no Brasil. Eles fazem isso para baratear os custos, pois a fabrica na china que faz selim, faz selim para 8000 fabricas de bicicleta em todo o mundo. Com isso, ela tem preços menores. Logo, para a bicicleta nacional ser competitiva, precisa comprar com eles lá. Então, este exemplo da bicicleta serve para TUDO. São pouquíssimos produtos manufaturados hoje que não contém nenhum componente de base chinês.

      Reply
  44. bando de desgraçados essas crianças num pediram pra vir no mundo! todos que contribuem para que isso aconteça com essas crianças, que todos vão pro inferno pra pagar dobraaado, desgraçados.. covardia do cão, isso me da um íra..

    Reply
  45. Não sei o que é pior, “matar no ninho” e poupar dor de cabeça e gastos ou lotar salas de aulas com crianças retardadas (no sentido puro da palavra) sem educação e sem moral que atacam professores e funcionários e presídios com bandidos que comem com nosso dinheiro e criam suas crias podres nas nossas custas.
    Muitas vezes penso que “matar no ninho” é a melhor alterativa mesmo.
    Não estou falando de famílias que se preocupam com com seus filhos, que os criam e educam mesmo com pouco dinheiro, falo de quem realmente não se preocupa e acha que quem deve educar é o professor e quem deve prover a mesa é o governo, esses sim deveriam morrer no ninho para não procriar porcarias.

    Reply
  46. absurdo

    Reply
  47. QUER TRISTE :'(

    Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

x
Clique em CURTIR para receber as melhores histórias da web!