5 Prefácios que eu gostaria de ler

Quem não está habituado a ler livro pode nem saber o que é um prefácio. Segundo o dicionário:

Prefácio denominação dada a um texto introdutório de uma obra (livro), onde o prefaciante descreve de forma sucinta o objetivo da obra, sua estrutura e conteúdos, bem como discorre sobre o autor.
O prefaciante é sempre uma pessoa conhecedora da temática da obra e de seu ator
.

Sendo assim, em geral os prefácios tendem a enfatizar as qualidades do livro, temática e autor. Mas muitas vezes eu sinto que no prefácio o sujeito joga mais confete no amigo do que outra coisa. Daí eu pensei como seria legal descobrir prefácios sinceros sobre algumas obras. Vejamos:

O Segredo – Rhonda Byrne

%name 5 Prefácios que eu gostaria de ler


Prefácio:

Caro leitor, espero sinceramente que você tenha encontrado este livro num banco de praça. Talvez tenha ganhado a obra de presente de um velho conhecido, ou quem sabe esteja folheando coisas em uma biblioteca e se deparou com esta obra. Seja como for que este livro tenha parado em suas mãos, eu posso dizer que espero com todo meu coração que você não tenha desperdiçado seu precioso dinheiro para ler esta porcaria de auto-ajuda new age que nem sequer inova na temática.
Você vai ler o livro inteiro tentando descobrir o que é efetivamente o segredo, e ao chegar no final, descobrirá que o grande segredo que te permitirá conseguir todas as coisas é apenas a sua vontade e nada mais. E então, após depositar tanta confiança, e quiçá seu dinheiro numa obra tão famosa, você se sentirá o mais babaca entre os babacas, mas não se preocupe. O mundo está cheio de babacas.

Seja como for, você terá perdido horas importantes da sua vida. Horas que poderiam ter sido gastas de modo mais inteligente, correndo atrás do que você quer e agindo efetivamente para obter os seus desejos, seja através de ações simples, seja através do trabalho.

Já que eu contei o segredo, não perca o seu tempo e vá trabalhar. Não fique igual a um Zé Mané esperando que o simples fato de desejar faça a “conspiração do universo” para você. Tome uma atitude e vá a luta. E então, quando enfim conseguir atingir o seu sonho, lembre-se que o segredo de O segredo é ler o prefácio antes.  Agora largue este livro num banco de praça ou doe-o a um amigo que não vê a séculos e vá trabalhar. Boa sorte.

O Diário de um Mago – Paulo Coelho

%name 5 Prefácios que eu gostaria de ler

Prefácio:

Depois de fazer musicas com Raul Seixas, Paulo Coelho – a verdadeira metamorfose ambulante, resolveu se aprofundar nas sendas do ocultismo. Nesta obra, o Mago, como ele próprio e sua assessoria de imprensa o intitulam, irá levar você a uma viagem (a pé) pelo até então quase desconhecido Caminho de Santiago. Em meio a lamentações e reflexões sobre a vida, filosofia e bastante conversa fiada para encher lingüiça, você descobrirá que magos existem, que ordens místicas se escondem no manto social desde tempos imemoriais e até terá oportunidade de conhecer alguns exercícios “café com leite” que,  em tese, e com uma boa dose de licença poética,  podem conduzir a “experiências místicas”. No final do diário, o Mago chega em Santiago de Compostela e está transformado. E você, querido leitor, também.  Ele em milionário, mostrando que magia existe mesmo, sobretudo a que faz ganhar dinheiro. E você, num fã, que vai comprar toda e qualquer baboseira misticóide, parte chupada de Carlos Castañeda, parte chupada de ensinamentos copydesk das filosofias orientais.  Aqui está uma obra transformadora. Boa leitura.

O Monge e o Executivo – James C. Hunter

%name 5 Prefácios que eu gostaria de ler

Prefácio:

Não vou te enganar. Largue já esta porcaria de livro. Não vale a pena.  Largue agora!

Neste livro, você vai ler uma conversa fiada sobre liderança, mosteiros e um tal de “Simeão”, maquiada de literatura onde idéias sobre como e o que é ser um líder, serão lentamente regurgitadas para você. Vamos ser francos e pragmáticos? Tudo que você quer é saber como ser um líder. Então tudo o que você precisa é um manual que te ensine o que você deve fazer. Lamento, leitor, mas segundo o James C Hunter,  verdadeiros líderes nascem líderes e não aprendem lendo literatura de segundo escalão. O fato deste livro estar na suas mãos é um mau indício sobre seu potencial neonato de liderança. Além do mais, o fato de você estar lendo esta parte do prefácio indica que ignorou solenemente a nossa indicação de largar imediatamente esta bomba de livro, o que indica que você tem dificuldade de entender e aceitar comandos. Sendo assim, ler sobre liderança não vai resolver nada. O que conduz a idéia de que está perdendo o seu tempo. James C. Hunter poderia se limitar aso aspectos executivos da relação de liderança e deixar a literatura para quem sabe. Mas ele não está nem aí, afinal, a esta hora a sua grana já deve ter batido na conta dele.

O Código Davinci – Dan Brown

%name 5 Prefácios que eu gostaria de lerPrefácio:

Era uma vez um autor chamado Dan Brown, que escrevia livros de suspense e mistério, com um leve toque de misticismo, envolvendo corporações, conflitos de interesse e sociedades secretas. Dan se entupia de dinheiro e era uma máquina de fazer livros, seguindo a fórmula do sucesso de Syd Field.

As pessoas vão ver você com este livro e pensarão que você é apenas um bobo, que lê esta merda porque todo mundo que você conhece também leu. E como você não quer ficar no vácuo nas conversas de rodinha nos aniversários de criança, resolveu se inteirar que diabo a Mona Lisa da capa e seu sorriso enigmático tem a ver com Jesus e Maria Madalena.  Ao fim do livro, talvez você ainda esteja se perguntando isso, já que o quadro do DaVinci que mais é citado no livro, é a última ceia, não a Mona Lisa. Tá certo que o livro é cheio de passagens curiosas e situações interessantes, e que mesmo sem saber direito o que é Maçonaria, Vaticano e Opus Dei, você vai se sentir super inteligente descobrindo a grande conspiração universal, criada (há controvérsias!) pelo Dan Brown após uma profunda pesquisa na Wikipedia. Considerando que Dan Brown é o Sidney Sheldon da pós modernidade, pare de ler este prefacio e comece a ler o livro, antes que saia o filme, e comece o seriado.

O Caçador de Pipas – Khaled Hosseini

%name 5 Prefácios que eu gostaria de ler

Prefácio:

Algumas pessoas pensam que livros que te fazem chorar são bons. Se você pensa assim, vá em frente e peça para o cara mal encarado ali na frente te dar um chute no saco, depois agradeça sua bondade. Este livro é assim, uma bela bicuda no seu saco, que vai, deliberadamente, te tirar da zona de conforto. E para isso, vale tudo. Criança com lábio leporino, crianças pobres do oriente médio, o desprezo de um pai,  e até estupro infantil.  Pensando bem, a maior vantagem deste tipo de “literatura da desgraça” é que você olha para sua vidinha medíocre e pensa como é feliz de não ser o moleque do Afeganistão. Por outro lado, se você ler este livro e perceber que sua vida é pior que a do moleque, não perca seu tempo e comece a escrever suas memórias, afinal o mundo está cheio de gente com dinheiro querendo uma boa desculpa para chorar.

OBS: Este post não é sério. Não crie caso comigo porque gostou desses livros.  Estou apenas brincando

(é chato ter que explicar isso, mas do contrário, terei centenas de salsinhas criando fusuê aqui) .

Artigos relacionados

Comments

comments

39 comentários em “5 Prefácios que eu gostaria de ler”

  1. [sempre leio, primeira vez que comento]
    Hahaha… ainda bem que não me interessei em ler algum deles.

    Aliás, quando eu for escrever um livro, te chamo pra escrever o prefácio!…rs

    Abraço!
    aquimesmo.wordpress.com

  2. O lugar que mais vejo sinceridade nos comentários é nos blog, sem dúvida, mas acho que dessa vez vc pegou pesado, afinal se estas obras fossem tão ruins não teriam feito tanto sucesso. Acho que vc acordou meio mau humorado hoje, segundona….!!!!!

  3. O monge e o executivo concordo um lixo mesmo , o código de da Vinci
    +- o anjos e demônios é melhor, seria legal se você fizesse um post
    só com livros que você leu e indica , pra galera saber o que vale a pena.

    • Eu já pensei muito nisso, mas livro, como musica ou qualquer outro tipo de produto cultural de consumo, é individual. O que é bom para um é uma merda para outros. Dificilmente teríamos uma sugestão reconhecida aqui. Mas se eu tivesse que indicar um único livro, eu indicaria O velho e o Mar, do Ernest Hemingwei, que graças a um tiro na bunda levado na segunda guerra, nos trouxe esta obra maravilhosa da literatura.

  4. Vou ter que ver o filme do caçador de pipas pras aulas de sociologia.. sempre me disseram ser bom, de resto concordo em tudo

    Aliás, deveria falar sobre A SOMBRA DO VENTO, livro ruim, livro MUITO ruim. é sério, não sei como não larguei ele na metade, 25 horas perdidas atoa…

  5. hehehe divertido mesmo…
    concordo com boa parte, mas acho que voce pegou leve demais com paulo coelho.
    castaneda da de dez a zero nele. posso falar porque li todos do paulo coelho. ganhei a caixinha de presente… aquela coleçao da folha de SP.
    o unico livro dele que foi razoavel é As Valquirias, em parte porque supostamente a esposa dele escreveu a maioria do livro…
    a menos que nesse ultimo que ele lançou ele tenha descoberto algo novo continuo achando mediocre.
    e se disserem que se ele fosse mediocre nao fazia sucesso, bem ele escreve pras massas né?
    UmPonto

    • Cara pode parecer escroto isso, mas apesar de eu ter marretado de sacanagem neste post, eu gosto dos livros do Paulo Coelho. Muita gente fala mal e tal, mas falando sério, até hoje não vi nada que não justificasse a bela grana que ele ganha com os livros. Eu zoei o diario de um mago porque é o que eu mais gosto. (por razões ocultas)

      • hahahaha
        por razoes ocultas ficou legal…

        minha birra com paulo coelho se deu mesmo com o alquimista…
        quando peguei pra ler disse de brincadeira:
        ele ta deitado em cima do troço.
        E NAO É QUE TAVA MESMO?!?!
        ai acabei por pegar desgosto pela obra.
        agora se voce achar um aí pra ler, e se te sobrar tempo…
        vale a pena:
        Estado de Medo.
        comprei no sebo, 5 reais.
        UmPonto

  6. É claro que para que você elaborasse o prefácio foi necessário que tivesse lido todos né?? rs

    (Ou então bastaria ler o resumo deles em qualquer website da esquina… 🙁 )

  7. A única coisa que esses livros de auto ajuda fazem é deixar quem os escreveu ricos e azar de quem precisa ler essas coisas para se “encontrar” e que não tem a confiança nelas próprias, como foi dito , força de vontade é o que faz a diferença !

  8. hahahahahahahahahahahah
    Gostei bastante desses prefácios Philipe, depois de ver este post tenho mais um motivo para eu não ler muito… :lol2:
    Quero só ver daqui a alguns dias o prefácio do futuro livro do mundo gump. Eu faço questão de fazer, mas, se o livro for engraçado como o blog, com certeza vai ficar muito bom.
    Abraços!!

  9. Eu sempre quis ler o caçador de pipas, mas nunca tive coragem de comprar o livro. Já tem dois aqui esperando eu terminar de ler eles.

    Philipe, os comentários estão moderados ou é impressão minha?

    • Cara teus comentarios tão me dando um trabalho da porra. Eles estão sendo considerados spam pelo akismet. Não sei o porque disso, já que é só com você. Vc fez spam em algum outro blog ou o cara não gostou de algo que você disse e te rotulou de spammer. Daí seu email ou IP foi parar numa blacklist e toda vez que vc comenta aqui o Akismet pensa que vc tá fazendo spam e trava teu comentario, me obrigando a catar entre os 1000 spams diários a sua mensagem para aprovar.

  10. Muito bom, Philipe! Só faltou o Crepúsculo:
    “Romance mela-cueca para adolescentes em fase de ebulição hormonal sobre um vampiro gay emo e uma adolescente tarada’. Hahahahah
    Odiei o livro! Que raiva que senti! Ainda bem que não gastei nele o meu rico dinheirinho, peguei emprestado com a minha prima.:lol2:

  11. O Segredo: a velha fórmula malhada até a exaustão do “acredite e visualise (ou seja, tenha fé ) uma Ferrari: se você conseguir um fusquinha que anda estará no lucro, não é legal?”
    Diário de Um Mago: qualquer criança de quinta série escreve melhor que Paulo Coelho. Mas pode vir a ser obrigatório ler isso no primário.
    O Monge e o Executivo: não li mas parece pretencioso, pois não tem nada a ver o groove com a cueca.
    Código Da Vinci: críticas a parte, é bem bolado e a história prende a atenção porque apresenta um Universo místico proibido ao simples mortal arroz-com-feijão-ovo-e-um-cafézinho.
    O Caçador de Pipas: a única coisa que estraga a história é aquele muleque sem sal e sem açucar no final. Podia ter ficado no Afeganistão e se realizado por lá mesmo como traveco. Se estava se sentindo sujo era só lavar com sabão.

  12. Como disseram em outro comentário, se prefácios assim fossem realidade, nosso mundo literário teria outra cara. mas, como gosto é uma coisa pra lá de subjetiva, acho que não vale muito a pena investir em “críticas” como estas anexas aos livros a que se referem.

  13. Vamos por partes: Dos citados ai, eu só não li o Caçador de Pipas, justamente por que, no atual momento, to evitando negativismo na minha vida; É uma opção e não uma crítica ao livro. Demais livros gostei muito, com ressalva ao Monge, meio cansativo no enredo. “Paulo Coelho”: Li todos , só ta me faltando o recente: sua autobiografia, ta aqui de lado do birô pra ler. To lendo a biografia de Roberto Carlos não autorizada, depois pego ele. Com relação ao PC, sinto informar aos colegas do blog, que dificilmente veremos obras originais neste século. Tudo hoje é uma re-leitura de outra obra, todos os escritores estão sendo influenciados por outros e assim sucessivamente. Eu li JJ. Benitez (Cavalo Tróia até o oito), Falando com Deus, A Cabana e O Livro de Urantia; Sabe o que eles têm em comum? Todos são obras muito bem parecidas, inclusive Deus e Jesus, é de uma ordem azul em quase todos eles. Ou é uma puta coincidência ou uma revelação “divina”, por que eles se assemelham e muito. Aliás, a série Cavalo Tróia é fenomenal no ponto de vista histórico. Esse livro mudou minha forma de entender Deus. Embora Urantia pareça ser a original, o enredo de JJ Benitez é mais poético e enriquecedor.
    Crepúsculo: realmente, chato pra burro e infantil demais; Todavia a continuação que cita o surgimento da “Metamorfose” Ou lobisomens é show de bola, super enredo, eu li os três (Lua nova e etc.) com muita simpatia.

    • Com certeza. E inclusive tem umas coisas que já aconteceram comigo que são bem nesse sentido mesmo. Por exemplo, o despachante da morte, um conto que eu escrevi aqui no blog em três pates, teve gente que me perguntou se eu me inspirei e disse que achou parecido com (um livro ou filme, sei la) que eu nem conhecia. Quer dizer, a medida em que mais e mais produtos culturais são lançados, vai ficando cada vez mais difícil criar uma coisa 100% original. Muitas coisas que pensamos ser referencias ou cópias, ou obras livremente inspiradas em outras, as vezes nem é o caso, mas sim uma mera coincidência.

  14. Quero dar um adendo ai: Tem um escritor que esta surgindo muito bem na área de mistério e terror. Andre Vianco, li todos os livros dele. A Saga dos vampiros no Brasil pra mim é super original, embora exista milhões de escritores hoje nesta literatura vampiresca, nem quero citar pra nao perder tempo, mas André foi o único que li no Brasil que até parece coisa “hollywoodiana”. Um trecho da guerra dos vampiros com o exercito Brasileiro no Rio, com direito a helicoptero e tudo foi impressionante.

  15. Kekekekeke; muito bom!!! 😆 😆 😆

    Concordo, porém “O Caçador de Papagaios” (apesar de ser mamão com açúcar), é bauzim faltou à série do “Harry Podre”… e pode deixar que nós leitores faremos nossas versões do Prefácio sobre o livro do Mundo.Gump…

    P.S: Eu quero um livro Philipe…

  16. Na verdade TODOS os livros do Dan Brown se encaixam nesse prefácio, mudando apenas os detalhes.. hehe

    Sobre o caçador de pipas, até que tem umas partes felizes nele! Haha.. mas o “A Cidade do Sol” também é foda (:

    []’s

  17. Mto boa Cara.

    Na proxima faz um com filmes, aquele pequeno resumo que lemos atras das capinhas de DVDs nas locadoras..
    Seria otimo pra ajudar a escolher qual filme locar mais rapido!

  18. Concordo com vc,as pessoas gostam de ler coisas bonitas,
    incentivantes e estão sempre procurando resposta para todos
    seus problemas.Esses livros de alguma forma tentam passar
    essas respostas, aí o motivo de venderem muiiiiiiiito.

    Abraço.

  19. “O lugar que mais vejo sinceridade nos comentários é nos blog, sem dúvida, mas acho que dessa vez vc pegou pesado, afinal se estas obras fossem tão ruins não teriam feito tanto sucesso. Acho que vc acordou meio mau humorado hoje, segundona….!!!!!”

    “O Segredo” é, realmente, um lixo completo.

  20. hahaha, achei muito engraçado!!! principalmente o ultimo!!! hahahaha!!! eu sou do tipo “do contra”, mesmo que eu lesse um prefácio desses, eu acabaria lendo eles algum dia! mas de todos estes, eu não li nenhum! onde moro não tem livrarias, o que é uma heresia, mas fazer o que, não há consumidores de livros onde moro- o que é verdade… não queira ouvir as barbáries que o povo consegue falar… qualquer um duvidaria de que estas pessoas tem algum ensino… -, e tampouco bibliotecas… aaaaaaaaarrrrrrghhhh!!! eu moro no inferno!!!!!!!

  21. Ola Philipe, entrei nesse site exatamente buscando alguma ideia pra usar como prefácio de meu “livro”, “diário” ou seja lá o que for. Fiz o Caminho de Santiago em 2012, de certa forma inspirado pelo livro de Paulo Coelho e resolvi anotar num diário toda minha “peregrinação” , só que diferentemente de tudo que já li a respeito fiz uma narrativa muito pessoal e original colocando bom humor e muita “sacanagem” nas entrelinhas. A minha intenção não é a de vender e ganhar dinheiro e sim distribuir para amigos e parentes.
    Mas agora já nao sei se adiciono o prefácio ou se escrevo um bem “sincero”… tipo… “Se você está com tempo sobrando bla bla bla… rsss

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.