10 coisas gump

Ao longo do tempo de criação deste blog, vou colecionando pequenas coisas gump que não são suficientes para gerar um post, mas são curiosas por si só. Então hoje eu vi uma imagem de um morcego grávido e resolvi juntar algumas dessas coisas curiosas e estranhas, neste post.

 

1- O morcego gravido

Se me dissessem que um dia eu veria um raio X de uma fêmea de morcego grávida, talvez eu não acreditasse. Proporcionalmente ao corpo da mãe, o bebê é gigante, meu!

7ed71861832efbb20d57ba79edcfbe35

E aqui está a foto de um embrião de morcego:
41563d7d299dc32f7d0787ecc07e4946

2- O túmulo sinistro

Volta e meia vemos belas esculturas nos cemitérios. Algumas são muito bonitas, com anjos e outras criaturas celestiais adornando o jazigo. Mas veja essa aqui em baixo, com a figura sombria da morte esculpida. É um tumulo de 1915, nop cemitério de Nova York. Os mortos ali são o prefeito do Brookling e sua esposa, que morreram em uma pneumonia violentíssima, que os vitimou em menos de 24 horas.

51174939dce73ca046c9764cc14771af

 

3- Uma girafa dormindo

A girafa fica mais retorcida dormindo do que eu.

b1c5dfcaf9101ddcd9bb1f53abb7c65c

4-Aracnocadtilia

Esta é uma estranha condição física onde os dedos crescem muito em relação à palma da mão.  Os dedos funcionam normalmente, só parecem ser de aliens. Por fazer a mão parecer uma aranha, ganharam este nome, e em alguns casos um ou mais dedos podem se dobrar em 180 graus!

743e1e32e9e48ea5cefc08d0284abcb2

 

5- A mesa: O mais macabro móvel que você já viu!

Se você precisar de um móvel muito, mas muito macabro mesmo, este aqui está na medida: Trata-se do que se chama “A mesa”.
petrifiedtable.JPG.w560h420

579100a30a92dd49077578c273da1521

A Mesa, foi criada por Efisio Marini. Ela é composta de cérebro, sangue, bílis, fígado, pulmões, orelhas, vértebras e glândulas petrificadas, dispostas ao redor de um pé mumificado. Ela fica no Musée d’Histoire de la Médecine, em Paris.

6- O mais completo canivete suíço já fabricado

Lembra daqueles canivetes suíços que vinham com toda sorte de bugigangas? Pois dá só uma olhada neste aqui:

548c14358da3e43240b44f1524f87616

Construído no século XIX, este é o dispositivo descrito como a “mãe de todos os canivetes suíços”. Ele ficou em exposição graças às suas mais de 100 ferramentas que incluíam uma arma de fogo!
Essa sensacional e gump multi-ferramenta dispõe de tudo, desde um afinador de piano a um mini revólver calibre 22. Foi adquirido pelo Instituto Smithsonian.

7- A foto real de um monstro?
Se uma criança assutada te pergunta no meio da noite se “monstros existem?”, sua resposta será com certeza um incisivo “não!”. Mas pare um minuto e reflita: Você pode ter MESMO a certeza de que monstros não existem?
Esta foto abaixo é o que muitos consideram uma foto real de um monstro.
ee79dbf61587c60a19dfb43606c7cfed

A história que acompanha esta fotografia é igualmente perturbadora:

Ao visitar as cavernas de Carlsbad, em 1966, a menina de sete anos de idade chamada Celia Barton disse que algo estava tentando agarrá-la, enquanto ela seguia seus pais na escuridão do grande salão da caverna. A coisa era tão insistente que ela ativou o flash de sua Instamatic, para tentar iluminar, mas seu pai lhe tomou a câmera. Mais tarde, quando as fotos foram reveladas, esta criatura estava entre elas. Celia disse que o ser só queria brincar com ela, mas cheirava mal “, como uma velha casca de banana”.

Desmistificado! Isso é só um boneco. Veja em detalhes : http://xenophilius.wordpress.com/2009/04/26/baxterkingcom/

8-A moeda do disco voador
e04e67083e427d9214f23ecfe416d9c5

Esta moeda acima é um mistério ainda não solucionado. Um objeto voador não identificado parece estar cunhado nessa moeda francesa do século 17. Graças a isso, ela continua a mistificar especialistas de moedas raras. Essa moeda vem sendo estudada há 50 anos, sem uma explicação da razão pelo qual alguém do século 17 colocou um disco voador nesta moeda. Ela já passou pelas mãos de vários especialistas em numismática e o projeto segue desafiado a identificação positiva de quem fez, porque fez e qual o significado do UFO na moeda. Se for realmente um ufo, elementos como esta moeda ajudam a desconstruir a teoria de que o conceito de discos voadores seja só um mito moderno criado pela observação de ovnis pelo piloto Kenneth Arnold nos anos 50.

9-A misteriosa mulher do olho dourado
d056c853f49ca9bbb2240395870c831a

Ao escavarem um campo arqueológico, os especialistas levaram um susto. Um dos corpos estava usando uma prótese ocular. O esqueleto era de uma mulher iraniana, e foi datado entre 2900 e 2800 aC. A esfera que servia de prótese tinha um diâmetro de 2,5 cm e era constituída por um material leve, provavelmente betume.

7f69e30d5f9afea8fadb453d04435440

A superfície era coberta com uma fina camada de ouro, gravada com um círculo central (representando a íris) e linhas modeladas como raios do sol. Outra coisa incomum é que este esqueleto media 1,82 m de altura, muito mais alto do que homens e mulheres daquela época. Ela devia ser um gigante em meio às demais pessoas. Uma mulher extraordinariamente alta com um olho dourado e gravado com raios como um pequeno sol! Esse mundo já era Gump faz tempo!

10- Pessoas azuis existem!
d0f55f17022f002fd1326c5065fbc1dc
Os Fugates, ou o Povo Azul do Kentucky sofriam de metemoglobinemia. Esta doença é causada por um ou vários defeitos genéticos. Sei lá. Acho que não dá nem pra dizer que isso é uma doença, pois está mais para uma característica. Os Fugates provavelmente tinham uma deficiência na enzima chamada citocromo-b5 redutase de metemoglobina, que é responsável por metemoglobinemia congênita recessiva. Em níveis de entre 10 e 20% uma pessoa pode desenvolver a coloração azul sem quaisquer outros sintomas. A maioria dos Fugates eram azuis e nunca sofreram quaisquer efeitos de saúde. Muitos deles viveram até idades entre 80 e 90 anos.
Há também casos de pessoas que vão gradativamente ficando azuis:

5994357_f520

Outra doença que deixa a pessoa azul é a argíria, contaminação por prata. A cor nunca mais volta ao normal. Tipo essa senhora aqui:
windowslivewriterargyriaylagenteazul-14362argyria54

A história das pessoas azuis veio à tona quando um bebê chamado Benjamin Stacy foi levado às pressas para o hospital, em 1975, com a pele descrita como “tão azul quanto o lago Louise.” Todo mundo se preocupou, menos a avó do menino, que disse que o garoto parecia os “Fugates azuis de Troublesome Creek.

Os Fugates antes da foto colorida
Os Fugates antes da foto colorida

Aquelas palavras fascinaram o hematologista do Madison Cawein III, que, em suas palavras, disparou para as colinas à procura da tal família de pessoas azuis.
E não deu outra! Ele achou. “Alguns eram incrivelmente azuis”, e ele concluiu que eles tinham uma doença rara, hereditária chamada metemoglobinemia, o que tornava difícil para a hemoglobina transportar oxigênio para a pele. É uma característica recessiva e rara, por isso é pouco provável de ocorrer muitas vezes a menos que haja relações sexuais entre familiares (o que pode ser também a expicação para a frase de que os nobres tem “sangue azul”) como foi o caso com os Fugates.

O pai de Benjamin Stacy mostrou uma vez a um repórter sua árvore genealógica, comentando: “. Se você observar, eu sou parente de mim mesmo”

Related Post

15 comentários em “10 coisas gump”

  1. O "monstro" não poderia ser um desse: http://hypescience.com/wp-content/uploads/2013/07/210.jpg
    Da moeda, pode ser quem a cunhou estava pensando em um versículo da bíblia (que não deixa de "ufológico") sobre rodas de fogo nos céus.
    Sobre os Fugates, li uma vez que, em um dos casos era devido ao uso de um medicamento que tinha prata na sua composição, parecido com o caso da tiazinha da foto.

  2. Muito loco aquele tumulo…eheheh a família do cara devia jogar RPG rsrsrs…
    Sobre sangue azul, uma vez um professor me disse que o motivo da frase é porque antigamente era muito difícil e caro extrair a cor azul para fazer tintas, corantes etc… Certamente, hoje já se descobriu uma maneira barata e eficiente de se fazer isso. (Nem faço ideia de como rsrsrs). Então costumavam usar mantos azuis os nobres e burgueses… era a ostentação deles vestir roupas tingidas de azul.

  3. Item 7: Claro que faço aqui uma análise bem superficial, mas a foto do “monstro” não pode ser um caso de pareidolia gerado pela coincidência dos espaços vazios do cenário da foto? Quero dizer, a “criatura” poderia ser na verdade uma fresta entre as duas rochas, com manchas de objetos, em outras profundidades, no meio delas. Perceba que o flash “estourou” de branco as paredes mas o bicho permaneceu bem negro, reforçando a idéia de que é apenas um buraco. Sei lá eu… 😉

  4. Rodrigo Theodoro · Olga Fonseca Professora
    O “monstro” não poderia ser um desse: http://hypescience.com/wp-content/uploads/2013/07/210.jpg
    >>>
    Faz sentido… se o foco é desmistificar, o bichinho da foto indicada por vc parece mesmo

  5. Sobre esse monstro, tem um site desvendando… Na verdade não foi nas montanhas de Carlsbad, e sim no Qatar.
    Tem fotos mais claras nesse site e a demonstração do "bonequinho".
    http://xenophilius.wordpress.com/2009/04/26/baxterkingcom/

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares